Love Mondays


Vaga de Videomaker
Grupo RAI em São Paulo - SP

Descrição da Vaga

Videomaker

DESCRIÇÃO

Responsável pela montagem, captação, produção, edição e finalização de filmes.

REQUISITOS

  • Expertise em edição de vídeo com premiere
  • Dominar operação de câmeras dslr e captação de áudio
  • Conhecimento em after effects
Leia mais

Avaliações da Grupo RAI


Satisfação geral dos funcionários

2.33
  • Remuneração e benefícios
    2.29
  • Oportunidade de carreira
    1.71
  • Cultura da empresa
    1.53
  • Qualidade de vida
    1.71

Recomendam a empresa a um amigo




  • Há aproximadamente 1 mês

    Bom e RUim

    Funcionário


    Prós: Ótimas pessoas para fazer amizades e aprender. É possivel aprender muito com todas as áreas e pessoas aleém de ter fortes laços com elas no dia a dia

    Contras: Péssima estrutura e apoio ao funcionário. O esforço não se é recompensando e não se tem um respeito mútuo entre chefe e funcionário creio que na maioria dos setores

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 2 meses

    Não voltaria nem se implorassem.

    Ex-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: Algumas pessoas são maravilhosas, dá até vontade de trabalhar com elas novamente. Você consegue experiência, principalmente por conta dos clientes.

    Contras: A empresa não oferece uma boa infra estrutura. O teto caindo, o refeitório pequeno para a quantidade de funcionários e diversos outros pontos negativos. Além disso, a gestão é péssima. Mantém funcionários ruins e dispensam os bons. Você não se sente confortável em trabalhar naquele ambiente, o clima é pesado constantemente, as pessoas tem medo de falar quando alguém com um cargo maior (normalmente diretores do setor) estão no ambiente, além de temer sempre que o presidente vai até o local, já sabendo que grandes ofensas virão. O salário é baixo, os benefícios não compensam todo o estresse que você passa no lugar.

    Conselhos para presidência: Melhorem. Quer ser uma grande empresa, então melhorem.

    Recomenda a empresa: Não