• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas

Vaga de Vaga de estágio em Administração de Fundos
Credit Suisse em São Paulo - SP

Descrição da Vaga

Vaga de estágio em Administração de Fundos - Asset Management

Na área de Administração de Fundos, você participará diretamente no processo de administração de fundos compreendendo a dinâmica da indústria de Asset Management e o relacionamento entre gestor, distribuidor, custodiante e a importância do papel do administrador de fundos. Possuirá contato com diversas Assets do mercado e auxiliará diretamente no acompanhamento da contabilização e controle das receitas.
Atividades
* Desempenhar atividades diárias no processo de administração de fundos (acompanhamento dos repasses de taxas de administração e rebates)
* Acompanhar o cálculo de taxas de administração por gestor, fundo e cliente, liberar pagamentos, validar rebate
* Executar manutenção de sistemas e cadastros de fundos
* Interagir com áreas internas, fornecedores e clientes
* Elaborar relatórios gerenciais para o senior management
Requisitos
* Formação em engenharia, economia ou administração a partir de dezembro de 2019
* Inglês avançado
* Excel avançado
* Boa desenvoltura, comunicação e relacionamento interpessoal
* Matemática financeira (desejável)

Leia mais

Avaliações da Credit Suisse


Satisfação geral dos funcionários

2.83
  • Remuneração e benefícios
    4.13
  • Oportunidade de carreira
    2.62
  • Cultura da empresa
    2.46
  • Qualidade de vida
    2.29

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 28 dias

    Somente para juntar dinheiro e experiencia antes de sair

    Analista

    São Paulo, SP


    Prós: Salario um pouco acima do mercado, pacote de beneficios bom. Empresa fornece café da manhã completo, frutas, maquinas de café e chá. Marca tem renome e traz certo peso para o curriculo.

    Contras: No papel horario é das 09:00 as 18:30, mas se voce entra meia hora mais cedo e sai meia hora mais tarde ainda não é o suficientes e sempre vão olhar feio. Além disso o banco não paga hora extra, ditado é que o horario que voce fica a mais mostra o quão comprometido voce está, sempre tem que chegar antes do chefe e sair depois. Cultura de trabalho do banco é que voce nao precisa trabalhar, desde que voce faça que está trabalhando. Se voce anda devagar, ou fala baixo quer dizer que voce nao trabalha. Voce tem que correr, gritar nos calls, mostrar que é importante. Existem rixas entre as áreas de front e back office, ninguém trabalha em conjunto para o banco, só querem resolver o problema do aqui e agora, se importando mais em empurrar trabalho para os outros do que resolver. Dentro da mesma área tem uma competitividade insustentavel, pois voce sempre é incentivado a mostrar que trabalha mais do que seu colega de mesa, com a mentalidade que cada área tem só uma chance de promoção, e é voce ou a pessoa ao seu lado, então vale a pena fazer de tudo para seus colegar irem mal e não performarem. Avaliação dos funcionários é feita pelo gestor direto da pessoa, e sempre resulta em boas melhores para os funcionarios que são bajuladores e notas ruins para os que apenas trabalham. Sistema de promoção tem como um dos fatores essas avaliações, e frequentemente os gestores são instruidos a dar notas medianas porque o banco não quer promover ninguém da área. Outro fator é a politicagem, pois para ser promovido voce tem que ser indicado pelo seu gestor e ter patrocinio do gestor de outra área, resultando em ainda mais bajuladores. Ainda assim, mesmo para os poucos escolhidos, primeira promoção vem após 7-10 anos de empresa. Não tem para quem recorrer se voce discordar, pois RH nao interfere dizendo que gestor conhece melhor a pessoa que ele/a avaliou, e demais queixas são tratadas como sendo parte da cultura empresarial por isso não pode mudar. Gestores desatualizados, despreparados, e que tratam as áreas da maneira que bem entendem. Já vi head de área gritar para o funcionario “voce não está aqui para pensar, está para apertar botão”, funcionario foi denunciar no RH e acabou sendo demitido, pois não tinha resiliencia. Tem um feedback anual que os gestores são obrigados a fazer, mas ninguém recebe critica construtiva, é sempre “converse mais com as pessoas”, “voce trabalhou esse ano, mas precisamos que voce trabalhe mais ano que vem”, “o importante não é o quanto voce faz, e sim o horario que voce faz”. Banco não promove estudos, ao ponto que gestores dizem para seus funcionarios não estudarem porque isso mostra que elas querem sair do banco, funcionário "bom" é o que fica na mesa. Empresa paga bem, mas utilizam salario/PLR como feramenta de persuasão, prometendo mais ganhos se o funcionario se esforçar mais. No final das contas quem vai trabalhar de final de semana recebe o mesmo que as pessoas que não o fazem, pois isso é somente para manipular as pessoas. Bancos concorrentes muitas vezes descartam funcionarios do CS de entrevistas, pois sabem que as pessoas esperam ganhar tanto quanto. Não pode tirar todas férias, sempre o incentivo é vender o máximo de dias possivel, e na data em que o chefe determinar que voce pode tirar. Políticas e controles internos são desrespeitados por todos, inclusive pelas pessoas responsáveis por aplicar e reforçar esses controles.

    Conselhos para presidência: Mudar cultura, pois a desculpa de "esse é o jeito CS, se voce nao aceita pode sair" está fazendo com que o banco perca bons funcionarios. Trocar parte da gestão (VPs, Dir e MDs), pois estes deveriam ser os responsáveis por liderar pelo exemplo, e não fazem da maneira correta. Criar canal de denuncia anonimo e confiavel, que seja eficaz e efetivo, pois funcionarios ficam a merce dos gestores e sem ter para quem recorrer. Promover sentimento de todos fazerem parte de uma unica empresa, assim reduziria a competitividade interna de modo que todos trabalhem pela marca. Incentivar estudos e crescimento profissional dos funcionarios.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 1 mês

    Excelente aprendizado.

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: Bom salário e benefícios. Contato com excelentes profissionais. Grande possibilidade de aprendizado. Possibilidade de trabalhar com times internacionais e de expatriação.

    Contras: Nem sempre há possibilidades de crescimento e progressão na carreira. Alguns processos não tão claros e transparentes. Promoções bastante dependentes da empresa no exterior.

    Recomenda a empresa: Sim