• Vagas
  • Empresas
  • Salários
  • Entrevistas

Vaga de Técnico de Reparo de Rede I
Companhia de Gás de São Paulo (COMGÁS) em São Paulo - SP

Descrição da Vaga

Técnico de Reparo de Rede I

A área Operações tem um papel muito importante aqui na Comgás, pois é ela que analisa e repara eventuais danos na rede, prezando pela qualidade e segurança.
Atividades:
* Atendimento de Emergência em campo;
* Acompanhar as obras de renovação de rede (emergencial), construção e renovação de ramal, troca e retirada de CRCs (conjunto de regulagem de calçada) e demais manutenções corretivas;
* Verificar os relatórios executados diariamente pelas equipes de campo;
* Acompanhar as soldas das conexões / tubulações e solda em carga (quando aplicável);
* Acompanhar o descomissionamento e comissionamneto de rede;
* Acompanhar a furação em carga e a qualidade na recomposição da via e passeio;
* Analisar balanço de materiais;
* Analisar, aprovar e conferir os RDO (Relatório Diário de Obras);
* Ministrar e participar da CDI (Conversa Diária de Segurança);
* Controle de veículos frota e materiais;
* Suporte na análise nos chamados de ouvidoria;
* Controle de Cadastros e As Built.
Requisitos:
* Conhecimentos no pacote Office
* Sistema GIS (Ex.: Geogás).
* Curso técnico em Edificações; Civil; Mecânica; Segurança do Trabalho (SSM); Qualidade.
* Desejável: Conhecimento de leitura de cadastro; Procedimentos de solda de polietileno e aço;
Local de trabalho: São Paulo
* SP
(em frente à estação Pedro II do metrô)
Horário: das 8h às 17h
Benefícios: participação nos lucros, vale-refeição, vale alimentação, assistência médica e odontológica, auxílio farmácia, seguro de vida, previdência privada.
Você também acredita que a energia não tem limites?
Então vem com a gente fazer o futuro da matriz energética brasileira!

Leia mais

Avaliações da Companhia de Gás de São Paulo (COMGÁS)


Satisfação geral dos funcionários

3.76
  • Remuneração e benefícios
    4.19
  • Oportunidade de carreira
    3.19
  • Cultura da empresa
    3.74
  • Qualidade de vida
    3.85

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 20 dias

    Ótimo ambiente de trabalho, muito aprendizado

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: Salário e benefícios bons, muito aprendizado, empresa organizada, ótimo ambiente de trabalho, colegas dispostos a te ajudar, bons treinamentos.

    Contras: Falta de um plano de carreira para novos funcionários, pois as promoções geralmente acontecem quando alguém acaba saindo da empresa, tornando difícil o crescimento e algumas áreas da empresa.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 25 dias

    Vale a pena trabalhar na Comgas?

    Técnico LíderEx-funcionário, saiu em 2018

    São Paulo, SP


    Prós: O sistema que foi construído ao longi dos anos e que atualmente, apesar das tecnologias iexistentes, a empresa jamais conseguirá eliminar, ou seja, os profissionais que fizeram dessa empresa ma dax maiores distribuidoras de gás canalizado.

    Contras: A Companhia foi interessante para atuar enquanto fora administrada pelo grupo antecessor a atual detentora majoritária (Cosan) que, com uma política de acabar com os benefícios que outrora existiam, passou a desrespeitar tudo fiea conquistado categoria, ferindo o acordo coletivo e a atuando com o que lhe convém, ou seja apenas aquilo que lhe interessa. A empresa atualmente e unicamente voltada aos seus interesses estratégicos e que estes sejam atingidos indiferentemente ao que é necessário realizar. Atua para atingir suas metas com métodos pouco ortodoxos, quiçá de caráter duvidosos, pois é sabido que há falhas nas mais diversas áreas de atuação, com profissionais com baixo conhecimento técnico e/ou com conhecimento adquiridos empíricamente, prejudicando sistematicamente os resultados esperados, principalmente no âmbito da segurança do sistema de distribuição. Possui profissionais que atuam num sistema de trabalho sufocante e desrespeitoso, pois são gerenciados por "chefes" e não por gestores, isso é facilmente constatado quando seus profissionais precisam conviver com gestores que vusam apenas delegar ordens e de forma arbitrária, sem ao menos parar para pensar nas consequências que suas atitudes causarão à equipe. Alguns desses que se autodenominam líderes, esquecem que além de competências técnicas, necessitam desenvolver competências comportamentais e qualquer mudança que queiram implantar não pode ocorrer da noite para o dia. Afinal, uma empresa é formada por pessoas e cada uma dessas, por sua vez, possui necessidades que precisam ser analisadas individualmente. Os colaboradores passam a mostrar, mesmo que de forma inconsciente, que algo não vai bem e o ambiente passa a demonstrar sinais de que a saúde da empresa não é a adequada para um ambiente saudável e adequado para o desenvolvimento profissional. Se antes as pessoas costumavam sentir orgulho do trabalho que realizavam na organização, passaram, apos a entrada do grupo Cosan, a fazer uma comparação de como era a empresa antes e com a Cosan, interagem com os pares, trocam ideias sobre os processos, e, da realidade atual, fazendo com que os talentos olhem para o relógio como forma de escape e assim que o expediente termina, correm para se livrar di sistema opressor que se submetem. Não basta a empresa oferecer infraestrutura e equipamentos de última tecnológica, para que os colaboradores apresentem um bom desempenho, ae estes não sao reconhecidos adequadamente Eles precisam se sentir bem no ambiente de trabalho, pois muitos passam mais horas na empresa do que em suas próprias residências. Quando não se está feliz ou satisfeito com o ambiente, com o clima, a queda na produtividade sobre um abalo, visto que as pessoas passam a ficar expostas a índices elevados de estresse.

    Conselhos para presidência: Atuar para um ambiente saudável e de cresvimwnto profissional, eliminar o atual metodo de meritocracia, auditar suas áreas e melhorar a sua percepção do que seus pares realuzam como gestores.

    Recomenda a empresa: Não