Love Mondays


Vaga de Supervisor(a) de Mídia Offline
Grupo RAI em São Paulo - SP

Descrição da Vaga

Supervisor(a) de Mídia Offline

DESCRIÇÃO

  • Planejamento estratégico de mídia dos clientes;
  • Análises técnicas de mídia com base nos ferramentais de pesquisa disponíveis;
  • Remanejamento e compensação das veiculações autorizadas;
  • Elaboração dos pedidos de material;
  • Elaboração da apresentação do plano para o cliente com todo o raciocínio estratégico;
  • Conferência e controle do recebimento das NFs das mídia veiculadas;
  • Domínio das ferramentas de pesquisa para a análise de dados e definição de melhor estratégia.

REQUISITOS

  • Superior completo
  • Experiência significativa comprovada na área de mídia em agência de publicidade
  • Capacidade de negociação
  • Conhecimento e familiaridade com os principais softwares de planejamento de mídia
Leia mais

Avaliações da Grupo RAI


Satisfação geral dos funcionários

2.22
  • Remuneração e benefícios
    2.06
  • Oportunidade de carreira
    1.65
  • Cultura da empresa
    1.47
  • Qualidade de vida
    1.65

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 16 dias

    Em caso de necessidade, trabalhe na Rái.

    Funcionário

    São Paulo, SP


    Prós: Os funcionários são a melhor parte da agência. Como todos tentam sobreviver a política de medo constante imposta pelo presidente e seus líderes, os funcionários que tocam o dia a dia se juntam para tornar a rotina menos tensa.

    Contras: A falta de processos, que começa pelo presidente da agência e segue por todas as áreas. Não existe um briefing, é tudo informal. a vivência é uma tradução do Se Vira Nos 30.

    Conselhos para presidência: Reveja todo sua existência corporativa.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 2 meses

    Trabalhador desvalorizado

    Diretor de ArteEx-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: Os funcionários que passam desapercebidos, por exemplo: as meninas da recepção é nota 10, as faxineiras exemplares, o zelador muito profissional e eficiente.

    Contras: Esta empresa não leva em consideração a opinião dos funcionários. A hierarquia é mal resolvida e desatualizada. Existem conflitos e falta de preparo entre cargos altos. O Rh da empresa é passivo e distante. Por conta disso o trabalhador não tem orientação nem suporte mas sim uma excessiva cobrança dentro de um ambiente competitivo. O salário é baixo em relação a cobrança e pouco se fala em hora extra ou aumento dele (salário). Não há plano de carreira. Por conta disso, há um grande descontentamento geral entre os funcionários, esses quando buscam uma voz ativa são inferiorizados e nada muda. Não recomendo a profissionais experientes, que entendam o mercado e que buscam um amadurecimento. Infelizmente é um lugar passageiro. Resumão, cobra-se muito, você torna-se o muito e nunca é o suficiente, facilmente substituível.

    Conselhos para presidência: Feche a empresa. Procure profissionais na área da psicologia e talvez até espiritual.

    Recomenda a empresa: Não