• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas

Vaga de GERENTE DE PRODUÇÃO
R.E.F. Comunicação em Betim - MG

Descrição da Vaga

GERENTE DE PRODUÇÃO - ESTAMPARIA - SETOR AUTOMOTIVO

GERENTE DE PRODUÇÃO - ESTAMPARIA - SETOR AUTOMOTIVO GERENTE DE PRODUÇÃO COM FOCO EM ESTAMPARIA AUTOMOTIVA CANDIDATO DEVERÁ TER FORTE VIVÊNCIA COM ESTAMPARIA AUTOMOTIVA NOÇÕES DE FERRAMENTARIA AUTOMOTIVA, TROCA DE ESTAMPOS TAMBÉM SERÁ UM DIFERENCIAL. REQUISITOS : TER ATUADO COM ESTAMPARIA AUTOMOTIVA EM MONTADORAS OU FORNECEDORAS CURSO SUPERIOR EM ADMINISTRAÇÃO ,GESTÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL , OU ENGENHARIA MECANICA ,ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, ENGENHARIA ELETRICA OU CURSOS AFINS. SALÁRIO DE R$11.000,00 + BENEFICIOS A COMBINAR

Leia mais

Avaliações da R.E.F. Comunicação


Satisfação geral dos funcionários

2.60
  • Remuneração e benefícios
    2.20
  • Oportunidade de carreira
    2.20
  • Cultura da empresa
    1.60
  • Qualidade de vida
    2.20

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 3 meses

    ref+

    Community Manager

    São Paulo, SP


    Prós: A interação entre as áreas é bem legal.

    Contras: zero benefícios, nem VR pois temos um refeitório horrível.

    Conselhos para presidência: Instalar benefícios, como plano de saúde, gympass e melhorar a qualidade do refeitório.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 5 meses

    Um lugar OK para trabalhar

    CriaçãoEx-funcionário, saiu em 2018

    São Paulo, SP


    Prós: Boa localização, autonomia no trabalho, livre conversa com os socios, pagam no dia certo, equipamentos em boa qualidade e happy hours mensais.

    Contras: Muito cacique pra pouco indio, salario abaixo do mercado, beneficios apenas VR e VT. demanda alta de jobs para poucos headcounts, pouco espaço para trabalhar. faltam muitos processos dentro das areas, equipes nao se comunicam, nao pagam hora extra. nao existem estagiarios, nem PCD's. nao traçam planos de carreira e nao sao feitos feedbacks.e banheiros exclusivos para os socios.

    Conselhos para presidência: Nem sempre apenas o resultado alavanca a empresa, é preciso pensar nos funcionarios.

    Recomenda a empresa: Não