• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas

Vaga de Gastrônomo
Sapore em Vitória - ES

Descrição da Vaga

Gastrônomo - Vitoria/Es

Descrição

  1. Área e especialização profissional: Alimentação / Gastronomia - Gastronomia
  2. Nível hierárquico: Especialista
  3. Local de trabalho: Vitória, ES
  4. Conhecimento em cozinha quente e fria, irá atuar em restaurante corporativo, fazer cardápio

Exigências

  1. Escolaridade Mínima: Ensino Superior
  • Título da vaga Gastrônomo - Vitoria/Es
  • Empresa SAPORE

Seguir esta empresa
* Jornada Período Integral
* Tipo de contrato Efetivo – CLT
* Salário A combinar
* Localidade Vitória, ES

Leia mais

Avaliações da Sapore


Satisfação geral dos funcionários

3.26
  • Remuneração e benefícios
    3.19
  • Oportunidade de carreira
    2.57
  • Cultura da empresa
    2.76
  • Qualidade de vida
    2.81

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há aproximadamente 1 mês

    Bem construtiva e clara

    Ajudante de Cozinha

    Barra do Piraí, RJ


    Prós: Boa empresa para se desenvolver. excelente ambiente de trabalho, profissionais proativos, oportunidade de treinamento e qualificação profissional.

    Contras: falta de planejamento estratégico, missão, visão e valores não são bem definidos e esclarecidos ao funcionários, clima organizacional ponto a melhorar.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 1 mês

    Não indico.

    Analista de Recursos Humanos (RH)

    Campinas, SP


    Prós: Aprendizado diário, todo dia acontece algo novo que te faz adquiri ainda aos conhecimentos. Pra mim e o maior ponto positivo. Todo mundo diz que a Sapore e uma escola

    Contras: Empresa faz diferença. Nível administrativo não recebe PLR mas os gestores recebem. As pessoas são grossas e mal educadas. Empresa preconceituosa

    Conselhos para presidência: Relacionamento é a palavra. Se voce tem contatos, consegue as coisas. Se não tem contato, também não tem favores, promoção, acordo, bonificação. Ouvir mais a operação administrativa. Fazer pesquisa de clima. Orientar os gestores sobre assédio moral

    Recomenda a empresa: Não