Love Mondays


Vaga de Estágio em RH
Atos em São Paulo - SP

Descrição da Vaga

Estágio em RH

Estagiário irá atuar na area de treinamento e desenvolvimento.
Requisitos: (graduação e desejável outros conhecimentos para realizar as atividades) à Administração de Empresas ou Psicologia.
Idioma/nível: inglês avançado. Desejável espanhol.
Excel/nível: Intermediário a avançado.
Power point intermediário.
Esta area tem atuação para América do Sul sendo responsável por todas as ações de Treinamento da GBU, Universidade Corporativa e parcerias. Realizando também a gestão do processo de Performance Management e Talent.
Disponibilidade para atuar no horário: 9h às 16h
Inscreva-se e venha fazer parte da Atos!

Leia mais

Avaliações da Atos


Satisfação geral dos funcionários

3.35
  • Remuneração e benefícios
    3.17
  • Oportunidade de carreira
    2.80
  • Cultura da empresa
    3.13
  • Qualidade de vida
    3.33

Recomendam a empresa a um amigo




  • Há 26 dias

    empresa razoável.

    Técnico de Suporte ao Usuário I

    São Paulo, SP


    Prós: Uma empresa que tenta alocar os colaboradores quando surge oportunidades, possui um pacote de benefícios razoável e é comprometida em realizar tudo de forma correta.

    Contras: Uma empresa que preza mais pelos clientes do que o bem estar do funcionário, o sistema de avaliação de performance é completamente falho, eles até ouvem o seu posicionamento, mas inventam desculpas para justificar o não atendimento das exigências, ou seja, não tem negociação justa.

    Conselhos para presidência: Orientar os funcionários internos dar mais oportunidades para os externos, avaliar os cargos vs a função exercida externamente, possibilidades reais de evolução e crescimento, negociação com clientes.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 9 meses

    Ingratidão

    Suporte TécnicoEx-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: Liberdade e confiança para se trabalhar, companheiros de trabalho bacanas, localização de facil acesso e bastante facilidade de comunicação interna.

    Contras: Sem possibilidades de crescimento e com passar dos anos e o crescimento do salario pelo acordo coletivo o professional é descartado por estar sobre o piso.

    Conselhos para presidência: Focar em plano de carreira!

    Recomenda a empresa: Não