Love Mondays


Vaga de Estágio
Grupo Anima Educação em Joinville - SC

Descrição da Vaga

Estágio - Direito

Requisitos:
Estar cursando áreas de Direito e afins;
Formação técnica nas áreas de conhecimento;
Cursos de mídia.
Atividades:
Auxiliar o curador no processo de desenvolvimento e organizações dos conteúdos.
Bolsa: R$1.053,56
Horário: 6 horas diárias (Segunda a sexta-feira).

Leia mais

Avaliações da Grupo Anima Educação


Satisfação geral dos funcionários

2.86
  • Remuneração e benefícios
    2.58
  • Oportunidade de carreira
    2.58
  • Cultura da empresa
    2.42
  • Qualidade de vida
    2.92

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há aproximadamente 2 meses

    Uma das piores empresas para se trabalhar

    Comprador JúniorEx-funcionário, saiu em 2017

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Possui bolsa de estudos o que torna um atrativo da empresa, Além da bolsa de estudos possui outros pequenos benefícios como plano de saúde e VR

    Contras: Clima organizacional péssimo, Líderes despreparados e que tratam os funcionários como lixo. Sem plano de carreira definido e se surge uma oportunidade para você crescer eles te seguram no setor. Acham que é obrigação do funcionário ficar até 23H trabalhando se você está dando conta de fazer o seu trabalho no horário comercial normal. Demitem pessoas e ao invés de contratar outras eles colocam o serviço de outra pessoa em você sem reconhecimento ou mérito nenhum.

    Conselhos para presidência: Acompanhar de perto a atuação de seus líderes

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 2 meses

    Péssima Experiência

    Analista Júnior

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Acho que o unico ponto positivo que vi são as bolsas de estudos. Realmente só trabalhe la se precisar fazer uma graduação, se não, não vale a pena.

    Contras: Exigem demais, processos confusos, líderes despreparados. Querem que os funcionários se matem mas não pagam um salario bom e nem os benefícios são bons

    Conselhos para presidência: Valorize mais seus funcionários, eles não são escravos. Mude também a cultura da empresa.

    Recomenda a empresa: Não