Love Mondays


Vaga de ESTÁGIO ARQUITETURA E URBANISMO
Paquetá em Sapiranga - RS

Descrição da Vaga

ESTÁGIO ARQUITETURA E URBANISMO

Atribuições:

Auxiliar em desenhos técnicos de Urbanismo;

Auxiliar em trabalhos técnicos gerais;

Auxiliar nos lançamentos de dados em sistemas;

Auxiliar nas atividades de projetos no AutoCAD.

Requisitos:

Estar cursando Ensino Superior em Arquitetura e Urbanismo 4º ou 5º semestre;

Conhecimento em AutoCad;

Conhecimento em Pacote Office;

Ter disponibilidade para realizar 2 anos de estágio;

Residir em Sapiranga ou região próxima.

Envie seu currículo

Leia mais

Avaliações da Paquetá


Satisfação geral dos funcionários

3.57
  • Remuneração e benefícios
    3.22
  • Oportunidade de carreira
    3.09
  • Cultura da empresa
    3.26
  • Qualidade de vida
    2.91

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há aproximadamente 1 mês

    Boa

    Funcionário

    Porto Alegre, RS


    Prós: Empresa empreendedora, sólida experiência no ramo calçadista e gestão de marca, alta qualidade de produção e exportação de calçados. Séria e correta

    Contras: Cultura familiar muito forte, decisões muito subjetivas e mudanças de rumo. Diversidade dos negócios não gera sinergia para melhores resultados

    Conselhos para presidência: Melhorar a comunicação da estratégia para os níveis tático e operacional

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 2 meses

    Precisa melhorar no tratamento com os funcionarios

    Funcionário

    Itapagé, CE


    Prós: A empresa ajuda a manter o equilíbrio da taxa de trabalhadores com carteira assinada em pequenas cidades, ajudando no desenvolvimento dessas cidades.

    Contras: Infelizmente não garante todos os direitos dos trabalhadores, a remuneração é baixa, não auxilio transporte e a cesta básica é bem pequena e com produtos não muito bem aprovados pelo seus funcionários, alem de haverem muitos casos de humilhação com alguns dos trabalhadores

    Conselhos para presidência: Eu não trabalho na empresa, mais acho que uma gestão voltada a humanizar o trabalhador, e não escravizar já seria de bom tamanho.

    Recomenda a empresa: Não