• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas

Vaga de Encarregado De Setor
Cassol Centerlar em São José - SC

Descrição da Vaga

Encarregado De Setor - Florianópolis/São José

Descrição

  1. Área e especialização profissional: Comercial, Vendas - Lojas / Shopping
  2. Nível hierárquico: Encarregado
  3. Local de trabalho: São José, SC
  4. Orientar as atividades das equipes que compõem o setor sob sua responsabilidade, compreendendo as vendas, reposição de produtos e exposição, acompanhando e orientando a realização dos trabalhos para que sejam executados nos prazos e formas previstos.
  5. Orientar para que as lojas estejam bonitas, cheias , limpas e sinalizadas (BCLS).
  6. Orientar o abastecimento físico das gôndolas, respeitando as quantidades mínimas e máximas de exposição definidas no Book do Merchandising bem como reportar as rupturas de gôndolas, sendo o principal ponto de contato entre a loja e a área de Abastecimento Comercial.

Exigências

  1. Escolaridade Mínima: Ensino Médio (2º Grau)

Benefícios adicionais

  1. Assistência médica, Assistência odontológica, Auxílio farmácia, Seguro de Vida, Vale-alimentação, Vale-refeição, Vale-transporte
  • Título da vaga Encarregado De Setor - Florianópolis/São José
  • Empresa CASSOL CENTERLAR

Seguir esta empresa
* Jornada Período Integral
* Tipo de contrato Efetivo – CLT
* Salário R$ 1.500,00 a R$ 1.800,00 (Bruto mensal)
* Localidade São José, SC

Leia mais

Avaliações da Cassol Centerlar


Satisfação geral dos funcionários

2.86
  • Remuneração e benefícios
    2.64
  • Oportunidade de carreira
    2.86
  • Cultura da empresa
    2.36
  • Qualidade de vida
    2.29

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 26 dias

    Empresa tende a piorar cada vez mais

    Fiscal de Loja

    Blumenau, SC


    Prós: São poucos os pontos positivos, a empresa sempre paga o salário em dia assim que a folha de pagamento é fechada, também existe um PPR anual, porém pequeno que nunca é reajustado

    Contras: Criou-se uma cultura de apadrinhamento dentro da empresa, coordenadores de RH não visitam mais as filiais e gerentes favorecem funcionários novos que fazem parte de seus círculos pessoais O vale refeição é pequeno, e há mais de 6 anos a empresa se recusa a reajusta-lo Não há distinção de salário entre quem trabalha há mais de 3 anos e quem recém entrou na empresa Gestores cobram cada vez mais dos colaboradores, o quadro é cada vez mais reduzido, mas na hora de discutir alguma melhoria recebemos a mesma resposta, "A empresa não é obrigada a fazer isso"

    Conselhos para presidência: Acompanhar de perto as filiais, muitos colaboradores competentes deixam a empresa todo ano por descaso da empresa

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 28 dias

    média

    Conferente A

    Canoas, RS


    Prós: salário em dia, amizade, companheirismo, precisamos trabalhar, muitas vezes colocamos nosso máximo naquilo que fizemos, eu principalmente, poise.

    Contras: falta de organização por falta dos gestores, os funcionários sabem mais que os supervisores, informações erradas, processos que não funcionan

    Conselhos para presidência: prestar mais atenção nos seus funcionários

    Recomenda a empresa: Não