• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas

Vaga de Diretor(a) de Arte
Agência Nação em Campinas - SP

Descrição da Vaga

Diretor(a) de Arte

DESCRIÇÃO

A Nação Interativa é uma agência digital que tem grandes empresas e marcas no hall de clientes.
O(a) profissional irá criar key visuals e concepts para campanhas, peças, sites, hotsites, mídias sociais, interface de apps, etc.

REQUISITOS

  • Ser apaixonado por propaganda
  • Conhecer e criar trabalhos clássicos e modernos
  • Photoshop, illustrator e indesign são fundamentais
  • Residir no mesmo estado do trampo

OUTRAS INFORMAÇÕES

  • Vaga para campinas
Leia mais

Avaliações da Agência Nação


Satisfação geral dos funcionários

1.40
  • Remuneração e benefícios
    2.80
  • Oportunidade de carreira
    1.60
  • Cultura da empresa
    1.60
  • Qualidade de vida
    1.20

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há mais de 2 anos

    Ótimos clientes e péssima cultura.

    Ex-funcionário, saiu em 2016

    Campinas, SP


    Prós: A Nação interativa possui um bom horário de trabalho, está bem localizado. Suas contas de clientes bem grandes, o que proporciona possuem grandes projetos para desenvolvimento.

    Contras: Péssima estrutura de trabalho e muita desorganização. Os responsáveis pela empresa não possuem conhecimentos sobre os projetos que vendem e a metodologia aplicada não funciona. É cobrado muitas horas extras e os funcionários não são valorizados. Muita chantagem e péssima cultura.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 2 anos

    Falta ter cabeça aberta por parte da chefia e valorizar mais o funcionário e a qualidade de vida do mesmo.

    ProgramadorEx-funcionário, saiu em 2013

    Campinas, SP


    Prós: Horário de almoço com tempo maior, proporcionando mais tranquilidade para a refeição; clientes muito bons, mas que poderiam ser melhor explorados no sentido de fornecer um produto bom ao cliente.

    Contras: Falta de abertura para aplicação de novas tecnologias; ambiente de trabalho que não favorece produtividade; chantagem emocional por parte da chefia para execução de muitas horas extras e baixo salário; tudo na base da gambiarra, ou seja, não havia abertura para executar bons projetos programados de forma correta.

    Conselhos para presidência: Valorizar mais o funcionário levando em conta que ele também tem vida fora do trabalho, e remunerar o mesmo com salários compatíveis com o mercado. Valorizar também os clientes, que por muitas vezes eram enganados achando que os projetos estavam sendo bem feitos, enquanto por trás dos panos tudo era feito na base da gambiarra por falta de prazos.

    Recomenda a empresa: Não