• Vagas
  • Empresas
  • Salários
  • Entrevistas

Vaga de Desenvolvedor frontend
Chaordic em São Paulo - SP

Descrição da Vaga

Desenvolvedor frontend - Pleno

Linx+Neemu+Chaordic se uniram para mudar o mundo do Ecommerce, garantindo uma experiência única e personalizada de compra para os usuários.

Descrição da vaga

Estamos à procura de um desenvolvedor frontend que seja pró-ativo, goste de estar sempre aprendendo e apto a manter um sistema utilizado pelas lojas físicas das grandes marcas do varejo.

O desenvolvedor irá dar suporte, integrar futuros clientes e desenvolver novas features da aplicação, desenvolvida em Angular com Sass e Bootstrap.

Aqui estão alguns sinais de que você seria um bom match...

  • Sólidos conhecimentos em Javascript;
  • Experiência com REST;
  • HTML5 e CSS3;
  • Ter conhecimento de controle de versão distribuído;
  • Ser criterioso/exigente com performance, testes e compatibilidade;
  • Possuir desenvoltura para se comunicar.

Pontos extras se você tiver experiência ou conhecimentos com:

  • React ou Angular;
  • SaaS e Bootstrap;
  • Testes de unidade;
  • Docker;
  • Mundo Ecommerce;
  • Node.js.
Leia mais

Avaliações da Chaordic


Satisfação geral dos funcionários

3.33
  • Remuneração e benefícios
    2.67
  • Oportunidade de carreira
    3.50
  • Cultura da empresa
    4.00
  • Qualidade de vida
    4.17

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há aproximadamente 2 meses

    Otima empressa para iniciar a carreira.

    Funcionário


    Prós: O aprendizado é acelerado e promove o desenvolvimento profissional. Os feedbacks são assertivos e existe horário flexível de facto. Possui remuneração variável através de PLR.

    Contras: O aprendizado é acelerado, pois logo de cara de te exigem produtividade equiparada aos demais e com pouco ou nenhum treinamento efetivo. O desenvolvimento profissional não é reconhecido, e se você for estagiário vão te deixar estagiando até o fim do curso ou o prazo máximo de estagio. Não possui plano de carreira. Os feedbacks acontecem no máximo duas vezes ao ano. Há muita politicagem na empresa. PRL paga mal. Home Office é uma opção, porem é mal visto. Após o fusão a cultura da empresa vem se perdendo e sendo subsistida pelo corporativismo. É comum ouvir e presenciar casos onde os chefes constrangem os funcionários (nem sempre seus subordinados) na frente de outros colaboradores. A comunicação entre os times é débil, sobre tudo pela separação física dos times de apoio (suporte, infraestura, DBAs, etc em Florianópolis/São Paulo) e times de produto (Manaus). Alguns times de produtos possuem débitos técnicos antigos, extensamente mapeados e não fazem nada para resolve-los. Só é possível crescer na empresa em cargos de gerencia. Gerencia ruim.

    Conselhos para presidência: Trabalhar nos pontos negativos citados.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 3 meses

    Ótimo ambiente, grandes possibilidades de crescimento profissional mas plano de carreira ruim.

    Funcionário

    São Paulo, SP


    Prós: Empresa com tecnologia de ponta e líder em seu segmento. O ambiente é acolhedor, as equipes são unidas. Existe muita possibilidade de crescimento, até porque ainda jovens já temos grandes responsabilidades - o que é essencial para desenvolvimento e oportunidades futuras.

    Contras: Poucas possibilidades de crescimento vertical, pois evoluímos bastante profissionalmente mas não vemos muitos retornos a nível de plano de carreira. O treinamento no começo também é um ponto falho, então temos que correr atrás de adaptação desde o começo.

    Recomenda a empresa: Sim