• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas

Vaga de Corretor De Imóveis
JLL Brasil em São Paulo - SP

Descrição da Vaga

Corretor De Imóveis

Descrição

  1. Área e especialização profissional: Comercial, Vendas - Corretagem
  2. Nível hierárquico: Consultor
  3. Número de vagas: 8
  4. Local de trabalho: São Paulo, SP
  5. Atuar com atendimento ao cliente, apresentação dos imóveis pessoalmente e por telefone, participação em eventos, entre demais atividades.

Exigências

  1. Escolaridade Mínima: Ensino Médio (2º Grau)
  • Título da vaga Corretor De Imóveis
  • Empresa JLL

Seguir esta empresa
* Jornada Período Integral
* Tipo de contrato Autônomo
* Salário A combinar
* Localidade São Paulo, SP

Leia mais

Avaliações da JLL Brasil


Satisfação geral dos funcionários

3.52
  • Remuneração e benefícios
    3.12
  • Oportunidade de carreira
    2.52
  • Cultura da empresa
    2.96
  • Qualidade de vida
    3.32

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há mais de 1 ano

    Gestão péssima e RH que não trabalha para funcionários

    AnalistaEx-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: Flexibilidade de horário. Pelo menos no meu setor eu tinha isso, pois o meu gestor tinha até a flexibilidade de nao trabalhar ele nunca trabalhava.

    Contras: Gestores folgados, gestão horrível, RH péssimo. Meu gestor não sabia nem abrir o sistema dá área, diZia que não era obrigação dele. E o nosso chefe não fazia nada deixava esse folgado ganhar salário sem fazer nada.

    Conselhos para presidência: Mandar todos os gestores embora. Trocar a gestão. Fazer uma reciclagem no RH

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 8 meses

    Discurso nao reflete a realidade.

    Funcionário

    São Paulo, SP


    Prós: Empresa multinacional, ambiente alinhado às tendências atuais de espaços de trabalho, com foco em resultados. Dá pra equilibrar vida profissional com pessoal. Bom suporte de treinamentos online, incluindo os globais.

    Contras: O discurso da empresa não é alinhado à realidade do dia a dia, não há plano de carreira estabelecido, áreas de suporte pouco atuantes. A maioria dos gestores atuam como “chefes”, e não como líderes. Pouco espaço para crescimento, falta clareza na comunicação com os times.

    Recomenda a empresa: Não