• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas

Vaga de Assistente de Departamento Pessoal
Estaleiro Jurong em Aracruz - ES

Descrição da Vaga

Assistente de Departamento Pessoal

Atribuições:

  • Ser responsável pelo controle e fechamento do sistema de gerenciamento de ponto;
  • Gerar relatórios de faltas;
  • Controlar hora extra, sistema de compensação, ausências, turnos;
  • Atendimento de empregados;
  • Demais atividades solicitadas pelo superior.
    Formação/Requisitos:

  • Desejável graduação em Contabilidade ou curso correlato (ou em andamento);

  • Conhecimento da lei 1510/2009 e 373/2011 do MTE;

  • Conhecimento Pacote Office;

  • Excel avançado;

  • Necessário experiência com Sistema Senior Ronda Ponto e Acesso.
    Disponibilidade para atuar em Aracruz.
    Trabalhamos com salário e benefícios compatíveis de mercado.
    Vaga também disponível para pessoa com deficiência.

Leia mais

Avaliações da Estaleiro Jurong


Satisfação geral dos funcionários

2.83
  • Remuneração e benefícios
    3.33
  • Oportunidade de carreira
    1.17
  • Cultura da empresa
    1.67
  • Qualidade de vida
    1.33

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 19 dias

    Grande Potencial, mas não passa disso.

    Ex-funcionário, saiu em 2018

    Aracruz, ES


    Prós: Grande empresa, com várias oportunidades de crescimento. Uma das melhores infra estruturas de estaleiro não só da América Latina, mas também do mundo.

    Contras: Clima extremamente pesado para trabalhar. A cultura de trabalho asiática voltada para estaleiros é extremamente toxica comparando a cultura brasileira e CLT.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 4 meses

    Eles ainda tem muito a aprender!

    Operacional

    Aracruz, ES


    Prós: Salário é pago em dia, tem ticket, plano de saúde, transporte pela empresa e alimentação no local. Salário compatível com o mercado (considerando a crise, pq o salário não é dos melhores). Ambiente multicultural.

    Contras: Empresa pensa apenas na produção, não valoriza o colaborador. Pouca (quase zero) chance de crescimento, visto que qualquer promoção deve ser aprovada pelo Presidente (administração centralizadíssima). Tem um setor de RH que não luta pelos “recursos humanos” de fato. Criaram um plano de carreira tão ridículo, que não vale a pena nem falar mais a respeito, melhor dizer que não existe plano de carreira. Não tem recursos pra trabalhar, difícil comprar um lápis que seja (o Presidente precisa aprovar o pedido, a compra, o pagamento- considere 3 meses pra comprar qualquer coisa). Não existe um software que funcione de fato, todos criados pela própria empresa, com várias limitações de funcionamento. Pra trabalhar/controlar qualquer coisa é por Excel.

    Conselhos para presidência: Estudar um pouquinho sobre Administração de Empresas.

    Recomenda a empresa: Não