• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas

Vaga de Assistente Comercial
ManpowerGroup em Rio de Janeiro - RJ

Descrição da Vaga

Assistente Comercial

Oportunidade para trabalhar no Call Center de um Banco.
Atividades: Prestar atendimento ao cliente, recepcionando as ligações de cliente conta corrente, respondendo questionamento sobre suas transações. Realizar atualizações de dados cadastrais em sistemas. Ofertar produtos e serviços de acordo a necessidade do cliente.
Escala de Trabalho: 6X1
* 6 horas diárias com pausa lanche de 20 minutos e 10 minutos de pausa Extra – Break
Salário: R$2.134,19 + Remuneração Variável (dependendo do setor)
* Vale Transporte, (Existe um ônibus que passa de 20 em 20 min pegando e deixando os colaboradores na Leopoldina e no metrô)
* Vale Refeição (R$717,20)
* Vale Alimentação (R$565,00)
* PLR
* Auxilio creche/babá
* Auxílio Academia
* Auxílio Graduação 50% e Pós-graduação 25%, após 1 ano de empresa e caso seja contemplado (deve-se aguardar as campanhas anuais)
Local de trabalho: Benfica

Leia mais

Avaliações da ManpowerGroup


Satisfação geral dos funcionários

3.22
  • Remuneração e benefícios
    2.91
  • Oportunidade de carreira
    2.26
  • Cultura da empresa
    2.82
  • Qualidade de vida
    2.74

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 12 dias

    Aprendizagem

    Jovem Aprendiz

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: A empresa dá muita flexibilidade referente a horário, dá também autonomia no trabalho, o clima é agradável, proporciona muita aprendizagem.

    Contras: O salário e o VR são muito baixos. O funcionário poderia ser um pouco mais valorizado financeiramente

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 1 mês

    Preocupar -se mais com os funcionários internos e com os alocados que estão trabalhando no cliente.

    Funcionário

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Ambiente agradável e espaço diferenciado, que proporcionam bem estar aos funcionários e candidatos que realizam entrevistas na ManpowerGroup.

    Contras: Infelizmente a Empresa sobrecarrega demais o funcionário com demandas excessivas e desigualdade (no que diz respeito à alguns privilégios obtidos por alguns funcionários e não por outros). Falta de reconhecimento profissional, autonomia e clareza bom que diz respeito aos alinhamentos entre gestores, cordenadores, clientes e gerência.

    Conselhos para presidência: Saber ouvir o funcionário interno, observar a desigualdade e entre funcionários, contratar pessoas para as demandas existentes (pois são inúmeras) e obter mais clareza nos alinhamentos e resultados obtidos e os objetivos a serem alcançados.

    Recomenda a empresa: Não