• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas

Vaga de Arquiteto(a) da Informação
Gauge em São Paulo - SP

Descrição da Vaga

Arquiteto(a) da Informação

DESCRIÇÃO

O que a Gauge espera deste profissional?
O(a) Arquiteto de Informação na Gauge tem um papel fundamental nos projetos. Afinal, é ele(a) um dos grandes responsáveis por liderar o processo de Design e pelo sucesso do projeto. É ele(a) quem tangibilizará o projeto, tanto no quesito estratégico quanto no quesito de implementação (criando soluções que sejam criativas, fáceis, tenham empatia e garantam a superação dos resultados de negócio esperados).

Por isso, o(a) profissional deve ser antenado a novas metodologias e inovações (como Internet das Coisas, por exemplo), sempre focando em entregar toda a documentação para a viabilização e concretização de entrega de resultados de projetos digitais.

Responsabilidades:
* Elaborar benchmark de navegação, interface e funcionalidades, com referências nacionais e internacionais;
* Captar os desejos e as necessidades do cliente e de seu target, para propor as melhores soluções de interação com o usuário para elaboração de sites intitucionais, sistemas, hotsites, e-commerces e soluções mobile;
* Elaborar web contet, sitemaps, fluxos de navegação e wireframes de alta fidelidade, prevendo 100% das interfaces que existirão em um produto digital;
* Participar ativamente de projetos de pequisa, testes de usabilidade, definição de personas e análise heurística;
* Comunicar-se e levantar dados junto aos clientes, baseado em conhecimento heurístico de usabilidade;
* Analisar e utilizar relatórios de performance e estratégia para criar soluções inovadores de interface;
* Alinhar o desenvolvimento de interface às necessidades de negócio do projeto e do cliente, buscando sempre superar as metas estabelecidas;
* Participar ativamente da definição de cronograma de todas as etapas do projeto;
* Ter conhecimento técnico de funcionalidades possíveis de aplicativos web e mobile, e gadgets;
* Estar atualizado tecnicamente e trazer exemplos frescos para ilustrar suas explicações.

REQUISITOS

  • Conhecimento básico de html
  • Conhecimento avançado de axure
  • Inglês avançado - suficiente para conversão, leitura e escrita (redação de emails, propostas, participação de reuniões, etc.)
  • Residir no mesmo estado do trampo
Leia mais

Avaliações da Gauge


Satisfação geral dos funcionários

3.20
  • Remuneração e benefícios
    3.00
  • Oportunidade de carreira
    3.40
  • Cultura da empresa
    2.80
  • Qualidade de vida
    3.00

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há aproximadamente 2 anos

    Apenas não se importam

    Agente ProfissionalEx-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: Ambiente descontraído, possibilidade de aprender muito na prática, flexibilidade de horário (nem tão bom assim), boa localização, bolo no fim do mês e salário pago em dia.

    Contras: Os sócios simplesmente não se importam com o crescimento do profissional, gestores que não são avaliados pela qualidade do trabalho, funcionário são tratados como graxa de engrenagem, salário ridículo, benefícios quase nulos, pouca abertura para diálogo. Missão e valores só estão no mural. Empresa pequena com problemas de empresas grandes.

    Conselhos para presidência: Acordem antes que seja tarde

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 2 anos

    Fujam, mas fujam de verdade

    Ex-funcionário, saiu em 2016

    São José dos Campos, SP


    Prós: Clientes grandes de se trabalhar. Salário compatível com o mercado. Projetos relativamente bacanas, porém que perdem o encanto ao longo do desenvolvimento por conta de muita burocracia e enrolação para aprovação interna.

    Contras: Falando de SJC, pois é um mundo a parte em relação a sede em SP: diretoria totalmente ausente. RH, por estar em SP, faz o que quiser com os funcionários e é muito desorganizado. Feedbacks inexistentes, plano de carreira muito mal estruturado. Gestão altamente duvidosa, "cargos de confiança" e de gestão são dados à pessoas que se quer possuem capacidade de coordenar/gerir um time. Prometem crescimento e trabalho em equipe e o que os funcionários recebem em retorno é descaso e individualismo (cada um por si). O ego fala muito alto nessa empresa, é altamente desmotivador. Equipe de monitoramento é tratada como um call-center a parte. Benefícios muito baixos.

    Conselhos para presidência: A rotatividade de funcionários em SJC é alta porque ninguém aguenta, seja na filial ou alocado no cliente. Prestem mais atenção em quem contratam como coordenador/gestor, pois capacidade para gerir equipe está faltando (de uma maneira excessiva).

    Recomenda a empresa: Não