• Vagas
  • Empresas
  • Salários
  • Entrevistas

Vaga de Analista Financeiro
Farmácias São João em Passo Fundo - RS

Descrição da Vaga

Analista Financeiro - Setor De Caixas

Descrição

  1. Área e especialização profissional: Contábil, Finanças, Economia - Finanças
  2. Nível hierárquico: Analista
  3. Local de trabalho: Passo Fundo, RS
  4. Irá atuar na área financeira da empresa;
  5. Formação em Ciências Contábeis;
  6. Desejável conhecimento do sistema SAP;
  7. Experiência na Área Financeira;
  8. Experiência em Gestão de Pessoas;
  9. Excel intermediário.

Exigências

  1. Escolaridade Mínima: Ensino Superior
  2. Formação desejada: Ciências contábeis, Ensino Superior
  3. Aplicações de Escritório: Microsoft Excel, Microsoft Word

Benefícios adicionais

  1. Assistência médica, Assistência odontológica, Auxílio creche, Auxílio farmácia, Estacionamento, Refeição no local, Vale-alimentação, Vale-transporte
  • Título da vaga Analista Financeiro - Setor De Caixas
  • Empresa FARMÁCIAS SÃO JOÃO

Seguir esta empresa
* Jornada Período Integral
* Tipo de contrato Efetivo – CLT
* Salário R$ 2.000,00 a R$ 2.500,00 (Bruto mensal)
* Localidade Passo Fundo, RS

Leia mais

Avaliações da Farmácias São João


Satisfação geral dos funcionários

3.64
  • Remuneração e benefícios
    3.97
  • Oportunidade de carreira
    3.22
  • Cultura da empresa
    3.50
  • Qualidade de vida
    3.09

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 30 dias

    Funcionário


    Prós: Nunca deixou de pagar salários, vale alimentação não é descontado(é um valor fixo, de acordo com a região que trabalha), convênio farmácia com desconto de 15% sobre alguns medicamentos, licença maternidade de 6 meses

    Contras: Gerentes machistas, só vejo possibilidade de cargo maior sendo "amigo" e/ou sendo homem. Cobrança excessiva e pouco retorno financeiro, principalmente agora com a mudança de pagamento das comissões, horário de trabalho nada flexível e exploratório; domingo e feriados com horários normais sem possibilidade de escalas menores

    Conselhos para presidência: Com essa nova mudança dos pagamentos das comissões, poderia ao menos aumentar a porcentagem de comissão sobre cada produto. O modelo de avaliação deveria ser por loja e horários, sendo que há diferenças significativas nesses dois aspectos. Outra coisa que precisa melhorar muito é a organização da empresa, deixa muito a desejar. Algumas pessoas sem preparação nenhuma para o cargo que possui. Ter mais "cuidado" com o empregado, já que somos o rosto da empresa perante os clientes.

  • Há aproximadamente 2 meses

    Falta incorporar na prática os valores pregados na teoria.

    FarmacêuticoEx-funcionário, saiu em 2018

    Porto Alegre, RS


    Prós: Salários em dia, oferece vale-alimentação, plano de saúde Unimed. Equipe, no geral, madura o bastante para superar questões de afinidade e trabalhar pelo coletivo quando necessário.

    Contras: Excessiva pressão em cobrança de metas, o que torna a equipe desunida e estressada, ambiente pesado, na minha opinião, altamente propício ao desenvolvimento de depressão e transtornos emocionais. Subjetividade extrema da gerência, já vi pessoas com excelentes números de vendas serem transferidas ou demitidas pelo simples fato de não terem alcançado a simpatia da chefia. Nenhuma valorização do profissional farmacêutico, que muitas vezes, passa por ruim ao tentar oferecer informações verdadeiras e necessárias a cerca do uso correto de medicamentos.

    Conselhos para presidência: Se pressão fosse o bastante para se extrair algo de bom de alguém, nos países onde há pena de morte, por certo, não haveria condenados. Em vários países do mundo, estudos comprovam que os funcionários trabalham melhor em um ambiente pacífico, que dê a devida liberdade para que esses demonstrem seus serviços e desenvolvam seu potencial. Quando um problema de determinada loja for discutido, que seja discutido de maneira imparcial, transparente, madura, bem distante do hábito infantil de meramente procurar bodes expiatórios. Afinal, se apenas uma pessoa não é o suficiente para garantir o sucesso de uma empresa, tampouco pode ser suficiente para garantir sua ruína. Logo, fazer reuniões para nomear culpados pelos problemas das filiais, não irá adiantar. Foquem objetivamente no problema e na utilização de idéias para solucionar, ao invés de promoverem "caça às bruxas"!

    Recomenda a empresa: Não