• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas

Vaga de Analista desenvolvedor PHP/JS
DOT Digital Group em Florianópolis - SC

Descrição da Vaga

Analista desenvolvedor PHP/JS

Atuamos em atividades estratégicas do mercado digital, criando, implementando e oferecendo soluções e oportunidades inovadoras

Requisitos:

Superior cursando ou completo em Análise de Sistemas, Sistemas de Informação, Ciência da Computação ou afins;

Experiência em programação PHP, HTML, CSS, JavaScript (Jquery) e SQL;

Experiência em desenvolvimento de webservices;

Experiência com testes unitários;

Experiência em desenvolvimento de diferentes arquiteturas de projeto, incluindo integração entre sistemas;

Conhecimento em análise e programação orientada a objetos;

Conhecimento em MySQL;

Inglês técnico.

Desejável:

Experiência em desenvolvimento de software usando metodologias ágeis (SCRUM);

Conhecimento em Oracle;

Conhecimento em Java.

Atividades:

Planejar, arquitetar, especificar e implementar soluções baseadas em tecnologia Web;

Fazer análise, avaliação técnica e estimativa de esforço para desenvolvimento de soluções e funcionalidades;

Garantir a qualidade dos seus entregáveis, se comprometendo com prazos estipulados e níveis de qualidade de código acertados;

Propor soluções e enfrentar desafios tanto na parte de front-end quanto back-end;

Realizar atendimentos à operação, identificando as causas-raiz dos incidentes relatados, atendendo-os pontualmente (workaround) e encaminhando-os para gestão de problemas.

Habilidades Obrigatórias

  • PHP

Habilidades Desejáveis

  • Java
  • ORACLE

A vaga aceita trabalho remoto?

Não

Leia mais

Avaliações da DOT Digital Group


Satisfação geral dos funcionários

3.00
  • Remuneração e benefícios
    2.80
  • Oportunidade de carreira
    1.60
  • Cultura da empresa
    2.60
  • Qualidade de vida
    3.60

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há mais de 1 ano

    Ótima empresa, não existe empresa perfeita

    Analista

    Florianópolis, SC


    Prós: Ótimos benefícios em relação a outras empresas de mesmo porte. Prezam pela autonomia no trabalho e curto isso. Bom equilibrio entre vida social e profissional, como horas flexíveis, frutas picadas, sala para dormir. Tudo pode ser combinado tendo bom senso, isso é muito legal!

    Contras: Vejo que existe muita pressão e os colaboradores muitas vezes não tem o devido reconhecimento. As políticas de RH não batem muito com o que é realmente praticado. Certas políticas boas para os funcionários (como home office por ex) causam um desconforto na diretoria, causando uma descordância entre presidência e rh, isso pra todos é bem visível. Gestores bem inexperientes, não precisa ser da sua área pra perceber. Muitos cargos de liderança e gestão. Falta de um plano de carreira.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 1 ano

    Uma empresa que poderia chegar à excelência!

    FuncionárioEx-funcionário, saiu em 2015

    Florianópolis, SC


    Prós: A preocupação do CEO com a infraestrutura aberta, enxuta, padronizada, oferecendo condições físicas adequada ao trabalho. Os benefícios oferecidos são iguais ao que muitas empresas oferecem hoje em dia, os pagamentos sempre em dia, boa estrutura.

    Contras: O que é "catequizado" como política de RH, não ocorre de fato pois existem muitas distorções nas "práticas" de RH. Quem é amigo da Rainha, prospera, quem não é, está fora ou volte para o fim da fila. Oportunidades melhores são dadas aos que têm os melhores discursos. A alta rotatividade prova o quão é superficial as estratégias de RH da empresa.

    Conselhos para presidência: Revise seu departamento de RH, pois ele mais afasta do que retém talentos. Sugestão: terceirize as questões pontuais de RH e contrate "eventualmente" uma consultoria externa de RH para realizar trabalhos motivadores com os funcionários (ou colaboradores, como querem chamar). Entenda que sua empresa não é pública para ter indicações e cargos de confiança de alguns poucos incapacitados para suas funções, assoberbando de trabalho a equipe técnica e responsável. om menos diretores e menos gerentes, a coisa vai rodar melhor. Experimente!

    Recomenda a empresa: Não