Love Mondays


Vaga de Analista de Projetos
Microcity em São Paulo - SP

Descrição da Vaga

Analista de Projetos

DESCRIÇÃO

Realizar atividades de Pré-Vendas em conjunto com a área Comercial, a fim de diagnosticar o cenário atual do cliente e sugerir soluções Microcity para a melhoria desse ambiente, aderentes às necessidades de negócio do cliente, bem como planejar e elaborar projetos técnicos para essa finalidade.

REQUISITOS

  • Experiência na função de pré-vendas ou especialista de soluções para clientes datacenter (servidores, storages, redes, virtualização e gerenciamento), redes (lan, wan. wi-fi) e segurança (firewall de borda, utm), cloud computing (azure / aws)
  • Especificação de soluções com servidores e storages
  • Experiência em projetos de call center
  • Especificação de soluções de lan, wan e internet
  • Conceitos de segurança (firewall, proxy, web filtering, ips, vpn, antivírus, antispam, comunicação ip, etc.)
  • Soluções de virtualização
  • Soluções de cloud computing (azure / aws)
  • Inglês intermediário
Leia mais

Avaliações da Microcity


Satisfação geral dos funcionários

3.42
  • Remuneração e benefícios
    3.58
  • Oportunidade de carreira
    2.75
  • Cultura da empresa
    3.17
  • Qualidade de vida
    3.25

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há aproximadamente 1 mês

    Sofrimento constante, com aparência oposta.

    Funcionário

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Salário pago em dia, festas ocasionais e comemorações por alguns acontecimentos, mesmo que simbólicos. Programas internos de incentivo interessantes, mas burocráticos, geralmente a quantidade de trabalho impede o acesso.

    Contras: Gestão com problemas, falta de comunicação entre setores, empresa comete os mesmos erros, que são apontados frequentemente por diversos funcionários e raramente são levados em conta. Remuneração na média do mercado não supre o estresse interno, pois a cobrança sempre é maior que o incentivo. A maior parte do que é feito é marketing, e na prática não corresponde a realidade. Avaliações negativas são suprimidas pra que se mantenha o "status" adquirido. Como cada setor acaba por ser uma empresa a parte, fica difícil avaliar a empresa como um todo, já que os setores parecem competir entre si do que cooperar (mais no quesito gestores do que funcionários - esses se viram pra fazer o carro andar). Plano de carreira inexistente, cargos abertos internamente são fictícios quando se trata de subir de posição, já que a maioria é descartado sem mesmo ser entrevistado, apenas existe recolocação horizontal.

    Conselhos para presidência: Reformulação da gestão interna, busca por corrigir os erros, não apenas fingir que eles não existem e maquiá-los. Programas internos devem ser voltados para cooperação, não competição, como parece ser proposto sempre. Metas são batidas com incentivos, não apenas com cobranças.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 5 meses

    Uma ótima proposta, mas com uma execução bem longe do ideal

    Funcionário

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Muitos projetos com ótimo potencial voltados para o funcionário. Marketing muito bem realizado. Propostas muito interessantes colocadas para estímulos internos.

    Contras: O Marketing supera a realidade, tanto no produto entregue ao cliente quanto no referente à qualidade do local de trabalho e programas internos. Muita burocracia e local de trabalho estressante. Problemas pontuais se tornam recorrentes e é comum esbarrar com os mesmos problemas sempre, sem tratamento aparente ou com tratamento insuficiente.

    Conselhos para presidência: Focar no lado de inovação da empresa, deixando de lado o lado conservador e burocrático, que só puxa a empresa pra baixo. Não ter medo de inovar e ressuscitar os projetos internos que parecem mortos ou deixados de lado com frequência.

    Recomenda a empresa: Não