• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas

Vaga de Analista de P&D (Desenvolvimento de Produto)
Gi Group em São Paulo - SP

Descrição da Vaga

Analista de P&D (Desenvolvimento de Produto)

Requisitos:
Curso Superior Completo nas áreas de Administração e/ou correlacionadas.
Desejável conhecimento na área química.
Inglês fluente.
Atividades que exercerá:

  • Trabalhar com o Coordenador de Produto LATAM, time de desenvolvimento global de produto e outros parceiros;
  • Conduzir pesquisas e desenvolver novos produtos, investigando tecnologias e conceitos de desenvolvimento para o grupo;
  • Otimizar custos dos produtos existentes (Cost Reduction Concept), melhorias qualitativas e lifecycle;
  • Objetivar atingimento do padrão CTQ (Critical to Quality) em produtos alinhados com as lideranças comerciais;
  • Interagir com os demais membros das áreas de design, conceito, serviços e compras para desenvolvimento de produtos;
  • Coordenar atividades com laboratório, testes, fórmulas e dados básicos dos produtos;
  • Desenvolver um budget que assegure o planejamento, o timing e as atividades do time dentro do mesmo budget; Local de Trabalho: Escritório SP
  • (Jd. Europa) Salário: R$ 4.300,00
Leia mais

Avaliações da Gi Group


Satisfação geral dos funcionários

3.37
  • Remuneração e benefícios
    3.16
  • Oportunidade de carreira
    2.47
  • Cultura da empresa
    3.37
  • Qualidade de vida
    3.11

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 10 dias

    Nada de importante

    Designer Instrucional Sênior

    São Paulo, SP


    Prós: Paga no dia correto, sem enrolação.

    Contras: Tratam funcionário terceiro como se fosse ninguém.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 26 dias

    Boa empresa mas pode melhorar

    Analista de Suporte de Sistemas

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Empresa organizada administrativamente, salário em dia. Nuca tive nenhum tipo de problema com a empresa neste 1 ano como funcionário, nem mesmo no período de transição.

    Contras: Falta de aproximação com os funcionários alocados no cliente. A impressão que fica é que a empresa só considera o próprio funcionário como uma nota fiscal a ser paga pelo cliente.

    Recomenda a empresa: Sim