• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas

Vaga de Analista de Operações Pleno
Gauge em São Paulo - SP

Descrição da Vaga

Analista de Operações Pleno

DESCRIÇÃO

O(a) Analista de Operações é responsável por auxiliar todos os membros da sua equipe, conduzindo-os de forma participativa e estimulando a entrega de inovação e de resultados mensuráveis para os clientes. Deverá atuar como um analista que entende profundamente o cliente e o mercado em que está inserido, garantindo que os trabalhos realizados sejam 100% aderentes aos objetivos de negócio, não se limitando ao escopo contratado, surpreendendo sempre.

Deve ser o(a) analista de negócios, sabendo extrair o melhor das pessoas e ser responsável por auxiliar todas as entregas.

Principais atribuições:
* Auxiliar a gestão ativa das metas Financeiras, de Inovação e de Qualidade, disseminando a importância de inovação para a equipe, e garantindo 100% de seu resultado;
* Garantir que as entregas da operação transformem-se em produtos, que possam ser replicados;
* Comunicar, negociar e levantar informações junto ao Gerente de Contas, para criação de briefings e levantamento de escopos de alta qualidade, por trazer todas as necessidades do cliente;
* Validação de entregas estratégicas;
* Ter conhecimento do negócio dos clientes que atende, e direcionar, junto com a sua equipe, como a Gauge irá contribuir para o aumento de resultados financeiros;
* Auxiliar no controle de prazos de entregas de atividades e projetos, garantindo o cumprimento de datas combinadas;
* Ter conhecimento do negócio da Gauge, de todas as disciplinas e produtos que podemos desenvolver.

REQUISITOS

  • Ser usuário heavy-user no dia a dia de todos os produtos do cliente, para ter experiência e saber os pontos fortes e pontos fracos
  • Foco em resultados práticos
  • Ter conhecimento de metodologias ágeis que permitam o estabelecimento de processos eficientes
  • Alta organização e gestão da ferramenta de gestão de tasks, garantindo transparência ao cliente, e garantindo o entendimento e cumprimento das tasks por toda a equipe
  • Ter visão crítica, para garantir recursos (pessoas e insumos) adequados às necessidades do clientes e budget
  • Residir no mesmo estado do trampo

OUTRAS INFORMAÇÕES

  • Local de trabalho: são paulo / sp
  • Horário: de segunda a sexta, das 9h30 às 19h, com 1h30 hora de almoço.
Leia mais

Avaliações da Gauge


Satisfação geral dos funcionários

3.17
  • Remuneração e benefícios
    2.83
  • Oportunidade de carreira
    3.33
  • Cultura da empresa
    2.83
  • Qualidade de vida
    3.00

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há aproximadamente 2 anos

    Apenas não se importam

    Agente ProfissionalEx-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: Ambiente descontraído, possibilidade de aprender muito na prática, flexibilidade de horário (nem tão bom assim), boa localização, bolo no fim do mês e salário pago em dia.

    Contras: Os sócios simplesmente não se importam com o crescimento do profissional, gestores que não são avaliados pela qualidade do trabalho, funcionário são tratados como graxa de engrenagem, salário ridículo, benefícios quase nulos, pouca abertura para diálogo. Missão e valores só estão no mural. Empresa pequena com problemas de empresas grandes.

    Conselhos para presidência: Acordem antes que seja tarde

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 2 anos

    Fujam, mas fujam de verdade

    Ex-funcionário, saiu em 2016

    São José dos Campos, SP


    Prós: Clientes grandes de se trabalhar. Salário compatível com o mercado. Projetos relativamente bacanas, porém que perdem o encanto ao longo do desenvolvimento por conta de muita burocracia e enrolação para aprovação interna.

    Contras: Falando de SJC, pois é um mundo a parte em relação a sede em SP: diretoria totalmente ausente. RH, por estar em SP, faz o que quiser com os funcionários e é muito desorganizado. Feedbacks inexistentes, plano de carreira muito mal estruturado. Gestão altamente duvidosa, "cargos de confiança" e de gestão são dados à pessoas que se quer possuem capacidade de coordenar/gerir um time. Prometem crescimento e trabalho em equipe e o que os funcionários recebem em retorno é descaso e individualismo (cada um por si). O ego fala muito alto nessa empresa, é altamente desmotivador. Equipe de monitoramento é tratada como um call-center a parte. Benefícios muito baixos.

    Conselhos para presidência: A rotatividade de funcionários em SJC é alta porque ninguém aguenta, seja na filial ou alocado no cliente. Prestem mais atenção em quem contratam como coordenador/gestor, pois capacidade para gerir equipe está faltando (de uma maneira excessiva).

    Recomenda a empresa: Não