Love Mondays


Vaga de Analista de Modelagem de Catástrofe Sênior
IRB Brasil em Rio de Janeiro - RJ

Descrição da Vaga

Analista de Modelagem de Catástrofe Sênior

FORMAÇÃO ACADÊMICA
Ciências Atuariais, Estatística e outras Exatas
PRINCIPAIS RESPONSABILIDADES DO CARGO
Realizar a modelagem de catástrofe dos negócios internacionais, bem como realizar o controle dos acúmulos de exposição à catástrofe da empresa.
COMPETÊNCIAS TÉCNICAS ESPECÍFICAS
Experiência com Excel e linguagem SQL
COMPETÊNCIAS TÉCNICAS DESEJÁVEIS
Experiência no mercado de resseguros; experiência com ferramentas e modelos de catástrofe da RMS
CONHECIMENTOS
Inglês Avançado

Leia mais

Avaliações da IRB Brasil


Satisfação geral dos funcionários

3.57
  • Remuneração e benefícios
    3.57
  • Oportunidade de carreira
    2.71
  • Cultura da empresa
    3.86
  • Qualidade de vida
    3.71

Recomendam a empresa a um amigo




  • Há 29 dias

    A pequena-grande empresa

    Ex-funcionário, saiu em 2017

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Remuneração. Programa de Participação nos Lucros. Estrutura física de trabalho tanto na sede quanto nos demais escritórios. Profissionais qualificados.

    Contras: Clima organizacional muito ruim. Forte influência do governo nas decisões da empresa. Grande quantidade de decisões subjetivas, principalmente relacionadas à escolha de sucessores e às mudanças de estrutura organizacional.

    Conselhos para presidência: Gestão pelo exemplo. Agir de acordo com o que fala.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 1 ano

    Boa empresa para se trabalhar no Rio, mas ambiente complexo.

    GerenteEx-funcionário, saiu em 2015

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Remuneração bastante atrativa, excelente bonificação por desempenho. Pacote de benefícios bastante completo, como escola para filhos e assistência médica com quarto privativo. Temos bom orçamento para projetos, podendo contratar parceiros de primeira linha.

    Contras: Empresa ainda com muita gestão política interna e externa. Pratica o favoritismo nas promoções, principalmente nas áreas técnicas. Indicações de "amigos" ainda é muito presente. Ainda em fase de criar sua cultura mas o modelo não é claro.

    Conselhos para presidência: Trabalhar questões de politicagem e favoritismo junto aos gerentes, além da sobrevalorização do profissional "de fora". Valorize o pessoal interno, com formação e carreira interna, igualando as oportunidades de promoção e evitando premiações anuais já marcadas.

    Recomenda a empresa: Não