Love Mondays


Vaga de Analista de Folha de Pagamento
Quero Educação em São José dos Campos - SP

Descrição da Vaga

Analista de Folha de Pagamento

Somos uma startup brasileira de marketing educacional que desenvolve soluções para instituições do ensino superior. Nosso principal produto é o Quero Bolsa, marketplace que ajuda futuros alunos do Brasil inteiro a escolher o curso ideal, por um preço que possam pagar.

Reunimos talentos do Oiapoque ao Chuí em nosso HQ, que fica em São José dos Campos - SP. Esteja onde estiver, se você tem sangue nos olhos e está disposto a arregaçar as mangas para mudar o país pela educação, você pode fazer parte desse time! Vamos torcer para que você seja o match que procuramos.

Para esta vaga de buscamos pessoas que gostem de planilhar, calcular, fazer relatórios e trabalhar com essa parte mais burocrática da empresa. Além disso, que se identifique com um ambiente de trabalho dinâmico, inovador, acelerado e direcionado a resultados.

Quais serão suas atividades no dia a dia?

  • Calcular e fechar a folha de pagamento
  • Interagir com todos os colaboradores da empresa para tirar dúvidas e recolher/entregar documentos
  • Interagir com a contabilidade
  • Cuidar de toda a rotina de departamento pessoal (desde a admissão até o desligamento)
  • Contribuir com melhorias e otimização dos processos da administração de pessoal
  • Gerir benefícios

O que é preciso para se candidatar?

  • Ter experiência mínima de 2 anos com folha de pagamento, tributação de folha e obrigações acessórias;
  • Ter superior completo em Administração, Ciências Contábeis, Engenharia, Gestão de Recursos Humanos ou áreas afins;
  • Ser pró-ativo, organizado e ter capacidade de autogestão;
  • Gostar de tecnologia;
  • Ter um bom relacionamento interpessoal;
  • Ter experiência em escritório de contabilidade e conhecimentos sobre -social e legislação trabalhista será um diferencial;
  • Ter conhecimento da ferramenta Protheus será um diferencial.

Benefícios:

  • Bônus semestral
  • Aulas (inglês, excel, programação)
  • Bem-estar (aulas de fit dance, yoga, ginástica laboral)
  • Espaços (sala de estudos, sala zen, sala de jogos, pub)
  • Almoço de vó todos os dias <3
  • Alojamento pra quem mora em outra cidade
  • No dress code
  • Plano de saúde e odontológico
  • Tranquilidade no olhar de quem trabalha com um propósito grandioso, educação <3

Mudar o país através da educação é um desafio e tanto! E aí, está prontx para nos ajudar nessa missão?

Leia mais

Avaliações da Quero Educação


Satisfação geral dos funcionários

3.88
  • Remuneração e benefícios
    3.22
  • Oportunidade de carreira
    3.61
  • Cultura da empresa
    4.04
  • Qualidade de vida
    3.65

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 3 meses

    Não é 100% sincera

    Consultor de VendasEx-funcionário, saiu em 2017

    São José dos Campos, SP


    Prós: A empresa possui pessoas extraordinárias no seu time, o que torna o clima muito agradável. Oferecem benefícios diferenciados como yoga, pizza, cerveja, alongamento, sala de massagem etc.

    Contras: Não sabem valorizar esses funcionários extraordinários. Querem os melhores, porém o salário é baixíssimo, comissões pequenas e a rotaçao de funcionários é fora do normal. Contratam muito na alta (época de matrículas nas faculdades) e na baixa demitem. Durante o processo seletivo a empresa não é 100% sincera. Tentam iludir os funcionários com os benefícios diferenciados (principalmente com comida) mas esquecem do reconhecimento profissional (promoção, salário e comissões justas).

    Conselhos para presidência: Valorizem o time que vocês conquistam durante o processo seletivo. Optem por funcionários terceirizados em época de alta (contratem como clt apenas aqueles que se destacarem da forma que vocês desejam durante esse tempo). Revejam o salário oferecido e padronizem, funcionários com o mesmo cargo possuem salários com uma diferença gritante.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 2 meses

    Atrativo, mas incerto

    Analista de Marketing Pleno

    São José dos Campos, SP


    Prós: liberdade de horários, bônus por avaliação, pequenos benefícios como: sala de jogos, espaço para descanso, yoga, aulas de inglês, terça da pizza, comida, etc.

    Contras: O estilo de tratamento do funcionário é bem diferenciado entre os setores e individualmente. O setor de vendas é de alta rotatividade e competitividade, apenas os melhores conseguem ascender na carreira. O setor de desenvolvimento (programadores) é, em geral, bem remunerado no início, porém não tem um plano de crescimento definido, o que leva a estagnação de alguns funcionários, e insatisfação na remuneração. Os outros setores variam muito. Nenhum tem plano de carreira e negociações entre salários variam muito. O que leva a funcionários de mesmo nível de experiência, no mesmo setor ou setores equivalentes, a ter remuneração diferenciada. Além disso, não há treinamentos. A empresa foca em contratar funcionários, e não em treiná-los pra performarem melhor ou ocuparem áreas mais escassas. Algumas novas tentativas de treinamento, estão oferecendo aulas básicas de programação e inglês, porém não são contabilizadas como horário de trabalho, o que é bem abusivo, já que deveria ser considerado um treinamento e não um benefício. Não há um treinamento avançado de funcionários seniors para plenos, tudo é aprendido na prática e com ajuda dos membros do time. Por fim, existem críticas à direção da empresa. Os gerentes mais seniors são os fundadores, e apesar de competentes em suas áreas técnicas, falham em gerenciar pessoas e fazer as avaliações que são importantes para a carreira na empresa. A metodologia de bônus por avaliação e metas da empresa tem seus pontos positivos e negativos.

    Conselhos para presidência: Pra aumentar a quantidade de funcionários qualificados e manter os que já tem, basta fornecer treinamento, gerar um plano de carreira que dê perspectiva aos que já começaram bem, e evitar diferenças absurdas entre funcionários de mesma experiência. O crescimento e localização da empresa impossibilita a contratação planejada, e o custo de oportunidade de não crescer e não ter funcionários, não justifica um salário menos competitivo que o mercado.

    Recomenda a empresa: Sim