Love Mondays


Vaga de Analista de Crédito e Cobrança
Syngenta em Ribeirão Preto - SP

Descrição da Vaga

Analista de Crédito e Cobrança

Escopo da posição: O analista será responsável por suportar as demandas da área de Credito e Cobrança junto aos clientes externos e internos da Unidade Leste O candidato ideal deverá:
* Ser responsável pela gestão da carteira de crédito e cobrança para clientes de acesso direto e indireto;
* Fazer a gestão de risco de crédito e recebimento;
* Realizar a liberação de pedidos para faturamento;
* Realizar a geração de relatórios gerenciais;
* Fazer a análise de crédito e concessão de limites de crédito no segmento do Agronegócios; Experiência e conhecimentos indispensáveis:
* Conhecimento das modalidades de garantias de crédito;
* Experiência em negociações de cobrança;
* Disponibilidade para viagens pelo País;
* Boa comunicação, relacionamento interpessoal, Resiliência Qualificações:
* Bacharel em Administração de Empresas, Economia, Contabilidade.
* Inglês Avançado com proficiência profissional.

Leia mais

Avaliações da Syngenta


Satisfação geral dos funcionários

4.22
  • Remuneração e benefícios
    4.31
  • Oportunidade de carreira
    3.28
  • Cultura da empresa
    3.83
  • Qualidade de vida
    3.98

Recomendam a empresa a um amigo




  • Há quase 3 anos

    Paga-se bem, mas ruim para fazer carreira

    Analista

    São Paulo, SP


    Prós: Salários acima da média do mercado, bom plano de saúde.

    Contras: Crescimento na carreira é extremamente difícil, já que tudo funciona na base do QI. Bons profissionais não saem do nível de analista, enquanto os fracos profissionais - amigos da diretoria - assumem gerências em tempo recorde. Não é incomum estagiários assumirem cargos de coordenação ao serem efetivados, mesmo sem o menor know how para tal função. O RH tenta mostrar que as oportunidades estão ao alcance de todos, abrindo processos seletivos internos, porém, na grande maioria dos casos o processo é fake e já sabemos quem será o escolhido.
    Com esse excesso de promoções concedidas à revelia para profissionais desqualificados, a empresa vive em uma pirâmide invertida, ou seja, tem muito mais coordenadores / gerentes / diretores do que analistas (quem de fato põe a mão na massa). Muitos desses líderes não tem sequer função, trabalha mal, mas a empresa parece estatal e raramente demite, a não ser que por justa causa.
    O programa de trainee é uma piada: são sempre contratados jovens ricos, que chegam de carro importado no primeiro dia de emprego. A maioria trabalha muito mal: não tem experiência, tem péssima postura, não são inteligentes, etc. Inclusive, já treinei muitos deles. Porém, ao final do contrato sempre são efetivados como coordenadores ou gerentes, passando na frente de vários bons profissionais de carreira que já estão na casa aguardando por uma oportunidade.
    Muitas decisões são tomadas pela alta diretoria da empresa de maneira impensada e desesperada, tornando difícil a vida de quem trabalha na operação com seus projetos mirabolantes de quase impossível implementação.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 1 ano

    cultura da qualidade

    Operador de Produção

    Paulínia, SP


    Prós: Empresa com ótimo Cultura organizacional e compliance atuante e sua cultura da qualidade e hse exemplares.

    Contras: Empresa sem cultura de meritocracia, operadores de produção mesmo com capacitação necessária tem muita dificuldade de alcançar vagas administrativas.

    Conselhos para presidência: Favorecer o recrutamento interno das vagas disponíveis e um plano de carreira.

    Recomenda a empresa: Sim