Love Mondays


Vaga de Analista De Banco De Dados
ConnectCom em Rio de Janeiro - RJ

Descrição da Vaga

Analista De Banco De Dados

Descrição

  1. Área e especialização profissional: Informática, TI, Telecomunicações - Administrador de Banco de Dados
  2. Nível hierárquico: Analista
  3. Local de trabalho: Rio de Janeiro, RJ
  4. Desejável experiência em desenvolvimento no nível de banco de dados (SQL Server 2012 ou superior), Criações de tabelas, views, procedures e tuning, conhecimentos em MDX, manutenção e criação de cubos no Analysis 2012 ou superior.

Exigências

  1. Escolaridade Mínima: Ensino Médio (2º Grau)
  2. Inglês (Avançado - Requerido)
  3. Banco de dados: SQL Server

Benefícios adicionais

  1. Vale-refeição, Vale-transporte
  • Título da vaga Analista De Banco De Dados
  • Empresa Connectcom Teleinformatica
  • Jornada Período Integral
  • Tipo de contrato Efetivo – CLT
  • Salário A combinar
  • Localidade Rio de Janeiro, RJ
Leia mais

Avaliações da ConnectCom


Satisfação geral dos funcionários

3.42
  • Remuneração e benefícios
    3.05
  • Oportunidade de carreira
    2.63
  • Cultura da empresa
    3.32
  • Qualidade de vida
    3.26

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 3 meses

    mediano

    Técnico de Suporte III

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Bons beneficios, pagamente adiantado. Não tenho mais nada a acrescentar de bom sobre essa empresa.

    Contras: Não se preocupa com os seus funcionarios e como o mesmos estão alocados em seus clientes, RH super enrolado e pouco eficiente. varios erros ocorrem com os beneficios

    Conselhos para presidência: Se preocupem com a saude de seus funcionários alocados nos clientes

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 12 meses

    Terceirização explorada

    Analista de Suporte Técnico

    São Paulo, SP


    Prós: Festa anual mostrando um pouco de importância da empresa com seus funcionários, Pagamento de vale transporte e vale refeição, apesar de baixo, a empresa oferece um pouco de PLR aos funcionários.

    Contras: No caso de terceirização, os funcionários ficam por conta de seus supervisores sem nenhuma vistoria de funcionários internos, que venham visitar constantemente, para verificar se está ocorrendo algum abuso de cargo, assedio moral, entre outros, não há pesquisa de satisfação a respeito do superior, a única importância é o lucro, enxugar o quadro de funcionários por conta da crise, diminuindo o numero de funcionários e logicamente aumentando a carga de trabalho.

    Conselhos para presidência: Melhores oportunidades de crescimento aos funcionários terceirizados.

    Recomenda a empresa: Não