Olá! Love Mondays irá virar Glassdoor em 26 de junho. Saiba mais
  • Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas

Vaga de Ajudante Geral
ESPRO em Ipojuca - PE

Descrição da Vaga

Ajudante Geral

Descrição

  1. Área e especialização profissional: Engenharia - Engenharia Elétrica, Eletrônica, Eletrotécnica
  2. Nível hierárquico: Operacional
  3. Local de trabalho: Ipojuca, PE
  4. Empresa de grande porte no segmento de Alimentos contrata profissional com experiência comprovada na função. Preferencialmente com Ensino Técnico cursando Eletrônica, Mecatrônica, Mecânica ou Eletrotécnica.

Exigências

  1. Escolaridade Mínima: Curso Técnico
  • Título da vaga Ajudante Geral
  • Empresa ESPRO DO BRASIL

Seguir esta empresa
* Jornada Período Integral
* Tipo de contrato Efetivo – CLT
* Salário R$ 1.000,00 (Bruto mensal)
* Localidade Ipojuca, PE

Leia mais

Avaliações da ESPRO


Satisfação geral dos funcionários

3.88
  • Remuneração e benefícios
    3.40
  • Oportunidade de carreira
    2.83
  • Cultura da empresa
    3.69
  • Qualidade de vida
    3.60

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 6 dias

    Como os jovens aprendizes se sentem

    Jovem Aprendiz

    São Paulo, SP


    Prós: Boa parte das empresas parceiras, são multinacionais o que contribui para o crescimento e conhecimento dos jovens aprendizes, grande parte das empresas efetivam os jovens

    Contras: Estrutura dos centros de atividades teoricas, alguns instrutores não são preparados, ou não sabem ter um bom relacionamento com os jovens, fazendo com que a maioria dos jovens detestem ir para as atividades teoricas

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 7 meses

    Boa Instituição para adquirir experiência

    Analista de Requisitos e TestesEx-funcionário, saiu em 2018

    São Paulo, SP


    Prós: Ambiente descontraído e com baixa pressão. Bons benefícios e salário dentro da média de mercado, a depender da área. Possibilidade de contribuir com uma causa social, que é a inclusão de jovens no mercado.

    Contras: Ambiente político, sem plano de carreira e incentivos para o profissional (cursos, treinamentos...), avaliação de desempenho só no papel, gestão de equipe fraca por parte dos gestores, alguns cargos não condizem com as atividades realizadas. RH não tem autonomia. Dificuldade para lidar com algumas pessoas.

    Conselhos para presidência: Possibilitar maior autonomia e poder de decisão aos gestores e RH. Oferecer oportunidades e plano de carreira. Contratar gestores que realmente queiram fazer a diferença e mudar a instituição para melhor.

    Recomenda a empresa: Sim