• Vagas
  • Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Via Varejo (Casas Bahia, Ponto Frio)?

1100 postagens (291 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.49
  • Remuneração e benefícios
    3.22
  • Oportunidade de carreira
    2.95
  • Cultura da empresa
    3.11
  • Qualidade de vida
    2.91

Recomendam a empresa a um amigo


  • Há 2 meses

    da pra ganhar dinheiro por um tempo.

    Vendedor

    Volta Redonda, RJ


    Prós: as pessoas q trabalham lá. em alguns casoa viram amigos em outros não. as lojas não tem infraestrutura isso é péssimo. o interior é horrivel.

    Contras: muita injustiça, metas abusivas, carga horária muito má distribuida. tem banco de horas que não favorecem o funcionário. além de ter que fazer seguro em clientes.

    Conselhos para presidência: troquem gerência, escute o chão de loja. menos mta das vezes é mais.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 2 meses

    Via Varejo (Casas Bahia, Ponto Frio)

    VendedorEx-funcionário, saiu em 2012

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Comissionamento ..

    Contras: Salario base ruim ..

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 3 meses

    Não Praticam uma virgula dos Valores que Pregam.

    VendedorEx-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: Apenas o Nome da Empresa de se orgulhar de trabalhar Nela.Empresa com apenas Gestão Comercial Disciplinada Mas com péssima disciplina aos colaboradores

    Contras: Empresa com R.H(Recursos Humanos )uma bagunça Era profissional da uma Bagunça Após entregar os documentos demoram 3 meses para começar a trabalhar

    Conselhos para presidência: Mais vale pegar profissionais Qualificados da Concorrência Com Severa Disciplina do que ter profissionais internos Cheio de vícios Sem disciplina

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 3 meses

    Condições de trabalho desumanas

    Desenvolvedor Front EndEx-funcionário, saiu em 2018

    São Caetano do Sul, SP


    Prós: A área de TI está localizada no centro de São Caetano, que é um lugar excelente e ao lado da estação de trem, oferece bandejão com almoço a preço justo e descontos para funcionários nos produtos das Casas Bahia e outras bandeiras.

    Contras: O andar, apesar de selado para ar condicionado, está com o ar condicionado quebrado há mais de 9 meses e isso faz com que se tenha a sensação de sufocar, num calor desumano. Para amenizar a sensação de sufocamento, os colaboradores compram ventiladores do próprio bolso porém a rede elétrica não suporta os ventiladores, mais os computadores e mais as cafeteiras (pois a empresa também não oferece café) e isso simplesmente derruba os disjuntores e deixa as baias sem energia por horas até a manutenção arrumar... Bem, ao menos pagam essas horas como trabalhadas. Isso faz com que não se *recomende usar carregadores de celular na tomada para manter os ventiladores funcionando e, como os acessos a whatsapp web, telegram e outros são bloqueados, é necessário se conectar via um 3G quase sem sinal de rede celular por causa das janelas espelhadas, drenando a bateria em poucas horas e te deixando incomunicável. Outro ponto desumano e de descaso é a questão da recente implementação do SCRUM, a empresa não tem salas de reunião suficientes nem sequer para o dia-a-dia, quanto mais para suportar as cerimônias de scrum de dezenas de times. Isso faz com que se tenha que passar horas em pé no quadro/kanban constantemente ou pior, passar horas numa sala pequena e cheia, sem ar condicionado ou ventilador. Os computadores são os piores possíveis, com windows 7, periféricos dos mais baratos possíveis (daqueles que o plástico vem com farpas) e monitores velhos e quebrados. Quanto a parte tecnológica de desenvolvimento de front end: Os poucos devs front-end que restam estão extremamente desmotivados e usando Fiddler para programar, interceptando requests de arquivos no browser e substituindo-os por arquivos locais com as alterações de código. Com isso, desenvolvedores front-end precisam trabalhar de "madrugada", diretamente em produção quando há mudanças grandes de componentes/html, pois nesses casos o Fiddler não é suficiente. No total, são nove bandeiras diferentes para codificar, testar e replicar formatações e javascripts. Parece piada, mas não há como rodar todas essas bandeiras do grupo localmente, ou sequer no ambiente de homologação, porque só há banco de dados para testar uma (1) bandeira oficialmente... Então só o que sobra é trabalhar de madrugada, sem café... Uma pena ver que uma empresa desse calibre, tecnologicamente, é um desastre.

    Conselhos para presidência: Valorizar a área de tecnologia e oferecer, ao menos, condições humanas de trabalho.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 3 meses

    Precisa fazer melhores investimentos nas lojas reformas geral

    Vendedor

    Ubatuba, SP


    Prós: Não atrasa pagamento tem seguro de vida ticket alimentação curso online sem comprovação do curso técnico gratuito na loja para mandar o cliente

    Contras: Desconto no ticket alimentação convênio não funcionam não tem como crescer na empresa manutenção muito ruim demora demais muita pressão sobre venda de serviços

    Conselhos para presidência: Visite as lojas pois senão a condição de trabalho é difícil

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 4 meses

    Empresa falida!

    Analista de Mesa de CréditoEx-funcionário, saiu em 2017


    Prós: Pagamento em dia e mais do que isso se eu falr que tem mais alguma coisa boa estaria mentindo. Alguns supervisores são profissionais, somente alguns.

    Contras: Ambiente péssimo para se trabalhar, gerência, coordenação sem profissionalismo. Salários baixíssimos, benefícios horrorosos que não condizem com o mercado. Falta de respeito com os profissionais.

    Conselhos para presidência: Ressuscitem o Samuel Klein

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 4 meses

    Muito burocrática, engessada e de difícil crescimento.

    Coordenador

    São Caetano do Sul, SP


    Prós: É estável.

    Contras: Muito burocrática, engessada e de difícil crescimento.

    Conselhos para presidência: Disponibilizar o homeoffice

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 4 meses

    Pior empresa q já trabalhei.

    Analista de Atendimento

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Salário compatível com o mercado mas não vale estresse q vc sofre nesse lugar. Acumulo d funções e falta de organização por parte dos gerentes, coordenador e colaboradores antigos.

    Contras: Banco d horas não funciona, cartão alimen. De apenas 120 reais, Q vc só pode gastar dentro da própria rede d SM via varejo, sistema d internet nulo precário, respeito nenhum com funcionários, plano d saúde e odontológico da pior qualidade. Apenas uma folga na semana jornada de trabalho q ultrapassa a carga horária mesmo q no sistema esteja certo os funcionários permanecem na loja trabalhando em outras matrículas d outros funcionários, exemplo, fui caixa mas emprestava minha matrícula para o pessoal do crediário, menores aprendizes (escravo aprendizes) etc. Se sobrar no caixa fica para a loja é a grana some porém se faltar dinheiro no caixa o funcionário é obrigado a pagar no mesmo dia, não importandobo valor, sangria feitas sem acompanhamento, falta d segurança principalmente nos caixas e lojas q possuem sistema BradesCard. Não possui treinamento o funcionário entra na empresa e precisa aprender na prática diretamente, nos dias de avaliação o funcionário precisa falar bem da loja senão é repreendido pelo gerente,os gerentes deixam suas funções nas mãos d funcionários utilizando suas senhas e vão embora comunicando-se apenas através do redes sociais e a empresa não oferece internet sai do bolso do próprio. E muito mais. Péssimo!!!

    Conselhos para presidência: Valorizem seu funcionários, os tratem com mais DIGNIDADE, acompanhem o funcionamento da loja todo dia não só qndo tem avaliação. Verifiquem o caráter dos gerentes e coordenadores e vendedores líderes, respeito com as pessoas.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 5 meses

    Pura decepção

    Jovem Aprendiz AdministrativoEx-funcionário, saiu em 2017

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Passar por diversos setores, conhecendo um pouco sobre cada parte da área comercial, como vendas, caixa, estoque, serviço de crediário e área administrativa, assim tendo um amplo conhecimento.

    Contras: Pouco reconhecimento pelo seu esforço e trabalho, salários eram baseados na venda de serviços e seguros e não nos produtos da loja. Os líderesm tratam mal muitoa funcionários e protegem erros de outros. Nunca tem ninguém superior disposto a ajudar você a resolver problemas, é muito ruim resolver homologação e receber sua recisão quando sai.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 6 meses

    falta de humanidade

    Programador

    São Caetano do Sul, SP


    Prós: poderia ter se tivesse apenas ar condicionado, é um inferno trabalhar na área de desenvolvimento, uma sala com 200 pessoas e sem ar condicionado... não venham trabalhar aqui.

    Contras: sem ar condicionado, nesse calor de verão, a pressão baixa, não tem como trabalhar... pessima qualidade de vida

    Conselhos para presidência: arrumem o ar condicionado, um passo por vez

    Recomenda a empresa: Não


Informações da empresa

Via Varejo (Casas Bahia, Ponto Frio)

Descrição:A Via Varejo S.A. é a empresa responsável pela administração de duas importantes varejistas brasileiras, Casas Bahia e Pontofrio. A companhia está presente em mais de 400 municípios brasileiros, 18 Estados e no Distrito Federal, com mais de 1000 lojas e cerca de 67 mil colaboradores. A empresa, que tem sede administrativa no município de São Caetano do Sul, na Grande São Paulo (SP), posiciona-se como uma das maiores varejistas de eletroeletrônicos do mundo, com receita bruta de vendas de R$ 24,9 bilhões em 2013. A razão social Via Varejo S.A. foi adotada em fevereiro de 2012, em substituição à Globex Utilidades S/A, e assumiu a nova identidade corporativa que traz em si as cores do Brasil.

Site

RH: quer atrair bons talentos?