Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Universidade de São Paulo (USP)?

394 postagens (142 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.55
  • Remuneração e benefícios
    2.84
  • Oportunidade de carreira
    2.85
  • Cultura da empresa
    3.23
  • Qualidade de vida
    3.34

Recomendam a empresa a um amigo


  • Há 2 meses

    Falta de oportunidade e liberdade para inovar e crescer

    Assistente de Pesquisa II

    São Paulo, SP


    Prós: Flexibilidade e liberdade para fazer seu próprio horários, estrutura para chegar de bicicleta, tomar banho. Estrutura para levar marmita e almoçar .

    Contras: Stagnação na carreira e falta de liberdade para crescer e se desenvolver como profissional. Estrutura vertical na qual sempre há um chefe que sente-se superior aos funcionários

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 3 meses

    Cultura organizacional completamente Ultrapassada.

    Funcionário

    São Paulo, SP


    Prós: Dá pra pagar as contas; tem um VRzinho, Alimentaçãozinho... 1/2 boca. Certa "estabilidade" (por enquanto). Nunca houve atraso no pagamento. Ainda existe o quinquênio.

    Contras: Não há plano de carreira. "chefes" chegam em seus postos mediante "cargos de confiança", ou seja, sem competência alguma. São demasiado ignorantes em gerir, confundem níveis de competência (sobretudo aqueles de nível estritamente operacional). Não respeitam o profissional qualificado, nem mesmo aqueles que possuem Conselho Regional. Só fazem lambança e desperdiçam tempo e dinheiro público. Não tem plano de saúde. Muitos cortes de orçamento. Equipes sobrecarregadas.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 3 meses

    Ótima experiência, péssimos incentivos financeiros

    Iniciação Científica

    São Paulo, SP


    Prós: Realizar uma iniciação científica, especialmente na área biológica, é uma ótima experiência para dar início a uma "carreira" de pós-graduação, aprender algumas técnicas de pesquisa e a área acadêmica.

    Contras: No instituto onde trabalho, o estágio em pesquisa é obrigatório, o que dificulta muito encontrar um estágio remunerado durante a graduação (de período integral). Ser aluno de iniciação científica é uma obrigação para quase todos os alunos do curso, no entanto as bolsas por agências de fomento não são suficientes para todos. Assim, existem alunos que não recebem 'remuneração' nenhuma pela atividade de 32h semanais nos laboratórios.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 9 meses

    estrutura falida

    Pós-Doutorando

    São Paulo, SP


    Prós: Parque de equipamentos amplo, pesquisadores dedicados, intenso convívio técnico-científico apesar das adversidades. Núcleos de pesquisas com alta produção científica.

    Contras: Falta de recursos, não existe uma posição de pesquisador dedicado a não ser que seja um professor concursado. Os demais pequisadores são alunos de pós graduação que dependem de uma bolsa de pesquisa com valores defasados sem menhum tipo de benefício.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 1 ano

    Técnico Administrativo

    São Paulo, SP


    Prós: Não consigo enxergar nenhum ponto positivo nesse lugar.. infelizmente foi uma decepção trabalhar aqui, algo que me desmotivou muito profissionamente.

    Contras: Todos.. Funcinarios antigos concursados que não estão nem ai para as suas atividades, oq acaba sobrecarregando os novos.. muita politicagem, péssima administração, não oferece benefícios aos contratados clt..

    Conselhos para presidência: Criar um plano de carreira, uma reestruturação seria bem vinda

  • Há mais de 1 ano

    Experiência somente

    Bolsista de Iniciação CientíficaEx-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: Aprendizado constante, ajuda a sustentar a vida universitária. Também a possibilidade de saber fazer pesquisas científicas ajuda na vida em todos os campos.

    Contras: Salário baixo, professores que exploram os alunos como se fossem estagiários e fogem da função do aprendizado e os utilizam de maneira errônea

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 1 ano

    Só seja aluno de doutorado se sua vida depender disso.

    Doutorando

    São Paulo, SP


    Prós: O ambiente de pesquisa é bom, a liberdade com horários também é boa. Infelizmente não tenho muito mais o que dizer.

    Contras: Maus tratos dos professores com os alunos, acompanhamento insuficiente por parte dos professores, setor administrativo que atrapalha mais do que ajuda, bolsa muito baixa. Falta bolsas para alguns pesquisadores.

    Conselhos para presidência: Os alunos precisam se sentir mais motivados e menos cobrados.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 1 ano

    Medíocre, fuja desse lugar se quiser crescer na vida e na carreira!

    ProfessorEx-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: O que ainda resta do nome e da reputação. A estrutura física é obviamente muito boa e o nome ainda proporciona algum reconhecimento no mercado.

    Contras: Instituição em franca decadência. Totalmente politizada, no pior sentido. Ambiente onde os priores ficam e os melhores saem. A FEA, em especial, é dominada por um grupo de medíocres que procura afastar todos os que não fazem parte da máfia.

    Conselhos para presidência: A própria presidência faz parte do mesmo grupo e, portanto, é parte do problema.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 2 anos

    Decadente e sem futuro!

    Professor

    São Paulo, SP


    Prós: Nada a destacar. Apenas o campus é bonito.

    Contras: Pobreza intelectual e decadência financeira e institucional. A USP só é boa para a máfia de alguns professores no ostracismo e de funcionários de sindicatos que se apoderaram dela.

    Conselhos para presidência: É caso perdido, infelizmente nada relevante vai mudar para melhor.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 4 anos

    Preconceito contra idade e eu como deficiênte físico além do Racismo contra negros

    Ex-funcionário, saiu em 2010

    São Paulo, SP


    Prós: Salário e Benefícios

    Contras: Cultura Organizacional baseada na rígida Hierarquia (como o Exército ou o Clero) e influência Política, Algo impensável nos dias atuais, onde conceitos colaborativos e flexíveis trazem resultados muito mais satisfatórios. Dificuldade ou inexistência de oportunidades para funcionários ingressantes desenvolver, acrescentar, criar novas concepções de trabalho (atividades, fluxos, ideias), voltados para o resultado e aprimoramento dos produtos e serviços desenvolvidos. Baixa ou inexistência de Gestão do Conhecimento na organização. Comunicação vertical e horizontal falha e com ruídos. Ambientes de trabalho desfavoráveis para o desempenho das atividades, tanto no que diz respeito ao ambiente físico (estrutura, tecnologia, etc), como no que tange a organização (organogramas, fluxogramas). Enfim, ao menos para os funcionários (que passam toda sua vida profissional aqui, diferente dos alunos), trata-se de uma instituição muito atrasada em relação aos atuais modos de produção e desenvolvimento. Mesmo que estes sejam o Ensino e a Pesquisa. Além de não respeitar as políticas dos governos Federal, Estadual e Municipal das pessoas com deficiência física. Falta de acessibilidade e políticas voltadas à igualdade

    Conselhos para presidência: Tem que mudar tudo,acabar com cargos de confiança, tirar professores de diretorias e colocar pessoas com conhecimento em gestão administrativa, financeira e de pessoas.

    Recomenda a empresa: Sim


Informações da empresa

Universidade de São Paulo (USP)

Descrição:A Universidade de São Paulo (USP) é uma das três universidades públicas mantidas pelo governo do estado brasileiro de São Paulo, junto com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Universidade Estadual Paulista (UNESP). É a maior universidade pública brasileira e a universidade mais prestigiada do país, da Ibero-América e uma das mais prestigiadas do mundo. A USP é uma das maiores instituições de ensino superior na América Latina, com aproximadamente 88 000 alunos matriculados. Ela possui doze campi, quatro deles em São Paulo11 (o campus principal é chamado Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira). Há campi nas cidades de Bauru, Lorena, Piracicaba, Pirassununga, Santos, Ribeirão Preto e dois em São Carlos. A USP está envolvida no ensino, pesquisa e extensão universitária em todas as áreas do conhecimento.

Site

RH: quer atrair bons talentos?