Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Underwriters Laboratories?

Ver todas as avaliações

  • Há aproximadamente 1 ano

    Salário não compensa o nervoso

    Engenheiro

    São Paulo, SP


    Prós: Bom vale refeição, salário razoavel. Cesta de Natal é boa. Vc tem contato com pessoas do mundo todo. E acho que é isso, difícil pensar em outras coisas boas....

    Contras: Localização péssima, gerência inexperiente, diretoria autoritária e sem noção da realidade...processo de contratatação nao faz sentido. Uma empresa retrógrada em pleno século 21.

    Conselhos para presidência: As Diretorias (são duas e são iguais) acham que apenas colocar as pessoas em um escritório novo (que faz 1 ano que está em construção e o piso ainda está quebrado) é o suficiente. Tratam as pessoas como robôs, não seres pensantes. A empresa não tem política de home office e o GM acha que tem que estar no escritório para estar trabalhando (porque a UL ainda não saiu dos anos 50). A diretoria de uma área específica é completamente desconectada da realidade fazendo as pessoas perderem tempo refazendo o trabalho só porque ele mudou de opinião. Os gerentes, em sua maioria, são despreparados e se acham mais importantes do que são e preferem ser obedecidos do que qualquer outra coisa. Mas não sabem dar ordens e nem trabalhar em equipe. Temos duas empresas dentro de uma, todo mundo sabe e ninguém faz nada. Não há integração, só picuinha. A gente sabe mais coisas pela rádio peão do que pelos canais oficiais da empresa que simplesmente não funcionam. E para ser selecionados para trabalhar aqui, é só conhecer alguém....tudo bem se você for a pior pessoa possível (e acredite, tem algumas) contanto que bata a meta. O que importa é dinheiro. Treinamento é considerado custo, gerentes dão piti se não têm o que querem e enquanto isso só ouvimos falar que temos que ser produtivos. Motivação é um termo totalmente desconhecido aqui. Não somos robôs!

    Recomenda a empresa: Não

Informações da empresa

Underwriters Laboratories
RH: quer atrair bons talentos?