Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Tribunal Regional Federal da 3ª Região?

31 postagens (11 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

4.27
  • Remuneração e benefícios
    3.55
  • Oportunidade de carreira
    2.91
  • Cultura da empresa
    4.00
  • Qualidade de vida
    4.45

Recomendam a empresa a um amigo


  • Há 11 dias

    Uma experiência simples no TRF-3

    Estagiário

    São Paulo, SP


    Prós: Ambiente de trabalho muito organizado, há muita flexibilidade nos trabalhos e boa localização. Pessoas muito educadas e versáteis, estão dispostas a ensinar e ajudar você a aprender mais coisas.

    Contras: Horário bem engessado, e há bastante burocracia, como há muita divisão de setores você não localiza os processos facilmente e há pouca compreensão de como funciona a empresa como um todo.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 1 mês

    Vale muito a pena!

    Estágio

    São Paulo, SP


    Prós: Muito bom, dá para aprender com vários profissionais e ter um grande contato com a área do Direito Processual. Além da localização, que é na Av. Paulista e facilita muito o acesso de metrô.

    Contras: Pontos negativos talvez seja o valor da bolsa de estágio, de R$705,00 mais o vale transporte, entretanto acho compatível com as 4 horas de trabalho.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 2 meses

    No geral um bom lugar para estágio

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: Muito aprendizado e disponibilidade de horarios, flexibilidade e atenção dos servidores para ensinar o trabalho, isso se você tiver a sorte de estagiar em um bom gabinete.

    Contras: O processo seletivo é meio falho, eles avaliam muitas vezes de maneira parcial, além de que em alguns gabinetes o estagiário não recebe a atenção devida.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 2 meses

    Quando não se olha mais adiante, o olhar para baixo estagna a vida.

    Técnico Judiciário

    Brasília, DF


    Prós: Estabilidade, versatilidade de posto de trabalho e de horários, ensejando possibilidade de não ter de se sujeitar a abusos excessivos. Relativa liberdade.

    Contras: Hierarquia administrativa rígida, principalmente na administração do plano de saúde, que não possui gestão financeira transparente, nem considera o equilíbrio econômico-financeiro como parâmetro para imposição unilateral de reajustes.

    Conselhos para presidência: Democracia administrativa e financeira.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 2 meses

    boa empresa

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2018

    São Paulo, SP


    Prós: bom lugar para se fazer estágio, muito aprendizado. Ambiente saudável e equilibrado, com baixa pressão e grande liberdade para desenvolver seu trabalho. Oportunidade de se trabalhar com novas tecnologias e soluções de grande escala, sendo permitido que sejam propostas soluções inovadoras. O escritório é bem localizado.

    Contras: sem muitos benefícios, precisa ser concursado para poder se manter, essa é a desvantagem. Ambiente saudável e equilibrado, com baixa pressão e grande liberdade para desenvolver seu trabalho. Oportunidade de se trabalhar com novas tecnologias e soluções de grande escala, sendo permitido que sejam propostas soluções inovadoras. O escritório é bem localizado.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 4 meses

    Tudo de bom

    Estagiário SuperiorEx-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: Tudo ótimo, salário compatível com 4 h diárias e totalmente maleáveis.. ótimo nível de aprendizado, servidores sempre prontos a ensinar e ajudar

    Contras: Transporte público na área dependendo do horário é terrível, alguns supervisores não são tão qualificado para a função, café bom de mais (não da para parar de tomar.. rs)

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 5 meses

    Fiquei 3 anos e recomendo

    Ex-funcionário, saiu em 2017


    Prós: Ótimo local para aprendizado, supervisor que sempre te apoia, flexibilidade no horário, ambiente agradável, colegas de trabalho legais, bom pra conseguir contatos

    Contras: a bolsa auxílio oferecida no estágio não é proporcional ao trabalho desempenhado e ao grau de responsabilidade de os estagiários possuem, pois temos acesso a todo tipo de processo, incluindo criminais e sigilosos

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 6 meses

    Sensacional uma empresa com bastante credibilidade

    TécnicoEx-funcionário, saiu em 2014

    São Paulo, SP


    Prós: Confiabilidade e localização é uma empresa com bastante trabalho é uma excelente remuneração, mas como se trata de concursos é necessário estudar bastante

    Contras: Horários, apesar dos horários serem fixos, alguns horários podem variar de acordo com a necessidade de funcionários e de trabalho e consequentemente isso é um aspecto negativo

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 9 meses

    Ótima oportunidade de aprendizado.

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2013

    São Paulo, SP


    Prós: Oportunidade de aprender sobre o funcionamento de um fórum, além da oportunidade de aprender direito processual e material. Também é interessante o contato com os desembargadores. Horário flexível.

    Contras: Nao consigo ver pontos negativos. O gabinete no qual trabalhava sempre foi um ambiente muito agradável para trabalhar e as tarefas diárias eram compatíveis para o estagiário realizar.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 10 meses

    Deve ser feito apenas um estágio de 2 anos

    AuxiliarEx-funcionário, saiu em 2015

    São Paulo, SP


    Prós: Ambiente de trabalho bom, fácil localização (metro consolação, duas quadras), contato com advogados, processos, horário flexível, em semana de provas a jornada é reduzida.

    Contras: Não dá para obter muita experiência, pois o trabalho principal dos estagiários é de carregar processos, não aprendendo a sobre ele ou como as etapas funcionam

    Recomenda a empresa: Sim


Informações da empresa

Tribunal Regional Federal da 3ª Região

Descrição:O Tribunal Regional Federal da Terceira Região (TRF3) foi criado juntamente com os outros quatro Tribunais Regionais Federais pela Constituição de 1988 (artigo 27, § 6º, do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias), com o objetivo de substituir e regionalizar a jurisdição do extinto Tribunal Federal de Recursos (TFR).

Site

RH: quer atrair bons talentos?