Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na todo!?

Ver todas as avaliações

  • Há mais de 2 anos

    Recomendado apenas para iniciantes na carreira de TI

    Analista de Suporte de Sistemas III

    Goiânia, GO


    Prós: 1 - Todos os gestores são bastante educados e estão prontos para ouvir sugestões.
    2 - Os funcionários em geral, são pessoas amigáveis.
    3 - O ambiente de trabalho tem um clima agradável com ar condicionado, e é bem iluminado.
    4 - Os funcionários que possuem automóvel, podem estacionar dentro da empresa e sempre há vagas.
    5 - Sempre que um funcionário precisar de uma parte do dia de trabalho para resolver algum problema pessoal como tratamento médico, resolução de problemas em bancos e etc, um pedido prévio ao superior imediato pode liberar o funcionário.

    Contras: 1 - Alguns funcionários tem produtividade limitada devido a insatisfação com o salário. Eles invertem os valores, pois buscam aumento de salário para que sua produtividade aumente, ao invés de aumentar sua produtividade para justificar seu aumento de salário.
    2 - As informações compartilhadas entre alguns funcionários, raramente são de assuntos da área e raramente são relevantes.
    3 - A maioria das soluções existentes são defasadas e tem problemas. Apesar de algumas delas atenderem bem o cliente, outras vivem tendo problemas constantes e não atendem bem o cliente. No geral, é possível melhorar, mas os funcionários não se empenham para aprimorar as soluções. Até o momento, funcionários resolvem os problemas utilizando "soluções provisórias" que se tornam definitivas. Outros funcionários reclamam desse fato, mas nada fazem resolver ele.
    4 - Os "recrutadores" estão sendo muito flexíveis para contratar funcionários. O método do processo seletivo precisa ser aprimorado, um sugestão seria: Etapa 1 - recrutador verifica se o perfil do candidato é adequado para a vaga. Etapa 2 - candidato entrega uma prova prática previamente solicitada pelo recrutador, faz prova escrita (perguntas e respostas), e encerra com uma prova prática resumida. As correções das provas podem ser enviadas por email ou postadas no site da empresa. Etapa 3 - candidato é entrevistado pelos melhores funcionários da área, que irão testar o conhecimento do candidato e finalizar fazendo propostas salariais adequadas ao conhecimento demonstrado, se o candidato estiver apto.
    5 - Nessa cidade, a empresa presta serviço a apenas um cliente, uma empresa de telecom. O ponto negativo disso é que os funcionários limitam sua experiência profissional desenvolvendo soluções apenas para problemas de domínios conhecidos. Devido a isso, existe alta probabilidade de um funcionário como esse não conseguir produzir uma solução mais complexa como por exemplo: um grande ou famoso completo comércio eletrônico com muitas regras de preços e produtos e milhares de acessos simultâneos. Outro exemplo poderia ser uma aplicação de encomenda e entrega (como os correios) com inúmeras regras que podem envolver vários veículos cada um com suas rotas (origem, destinos), cargas e limite de cargas determinado pela especificação de cada encomenda. Para complicar, esse exemplo poderia ainda expor uma API para integrar aos mais diversos sistemas de comércio eletrônico, suportando as inúmeras requisições dos diversos sistemas integrados.
    6 - Nessa cidade, essa empresa se instala dentro do próprio cliente: a empresa de telecom. No entanto, em relação a rede para acesso à internet, sabendo que é necessário passar pelo proxy, a política definida atrapalha os funcionários ao acessar alguns tipos de conteúdo na internet que são necessários para solucionar algum problema específico ou centeúdos com dados que as ferramentas dependem para resolver um determinado problema. Ainda assim, a rede raramente funciona bem, ela tem inúmeras quedas, atrasando ainda mais a solução de alguns problemas dos clientes.
    7 - Um funcionário com certificações recebe uma "adição extra" no salário. Quanto mais certificações, maior será a "adição extra" no salário. Apesar de incentivar os funcionários a estudarem para tirar certificações, o ponto negativo disso é que nem sempre uma certificação comprova conhecimento, e em alguns casos, algumas certificações são passíveis de fraude. Uma ideia seria abolir esse tipo de "adição extra", e remunerar a mais apenas funcionários que produzem mais, por exemplo, remunerar por: inglês fluente, frameworks produzidos, padrões de análise adquiridos, métricas de melhorias de código em algum refactoring ou desenvolvimento (redução de acoplamento, diminuição de dependências, separação de responsabilidades, redução de complexidade ciclomática, aumento de performance, melhoria de usabilidade, aumento de coesão), ser autor de artigos relevantes publicados no site da empresa, respostas pontuadas em fórums como stackoverflow, ser MVP, etc. Esse tipo de remuneração é mais eficiente que o da certificação, pois é maior a credibilidade das evidências que comprovam a veracidade do conhecimento de um funcionário. No entanto, nem todos os funcionários são elegíveis para esse tipo de "adição extra", e apenas nesse caso as certificações poderiam valer. Essa sugestão tem o objetivo de tentar reduzir a desigualdade intelectual (conhecimento x remuneração).
    8 - Existem funcionários que são promovidos sem serem submetidos a testes/provas de qualidade, e alguns nem são submetidos a testes. É o mesmo caso dos "recrutadores" do ponto negativo nº4, com uma sugestão que pode combater a desigualdade intelectual (conhecimento x remuneração).
    9 - Foi ouvido de alguns funcionários em reuniões que, eles não aceitam perder uma vaga de um cargo superior para um candidato externo. Na verdade, essa insegurança desses funcionários revela uma opinião de que profissionais mais capacitados não podem ser bem-vindos. Esse tipo de funcionário está invertendo os valores porque uma vaga precisa ser preenchida pelo candidato mais capacitado.

    Conselhos para presidência: Por favor, melhore o recrutamento de profissionais utilizando os métodos das empresas de TI dos EUA. Faça com que a remuneração extra seja individual e pautada pela produtividade de cada funcionário, utilizando diferentes métricas para diferentes cargos, porque a certificação é um meio duvidoso de provar conhecimento.

    Recomenda a empresa: Não

Informações da empresa

todo!

Descrição:A todo! está presente em 12 capitais brasileiras, com estrutura de negócios segmentada em quatro Torres: Inovação e Inteligência em CRM, Gestão de Ambientes de TI, Soluções de Software e Engenharia e Gestão de Serviços e Aplicativos. Com mais de 30 clientes de diversos setores da economia, possui cerca de 1.900 profissionais é uma das 10 maiores empresas de TI do Brasil. A todo! iniciou suas atividades em abril de 2009 tendo como principal cliente a Contax, um dos maiores expoentes em serviço de Contact Center do Brasil, com mais de 55 mil estações de trabalho, 23 datacenters e 3 mil servidores.

Site

RH: quer atrair bons talentos?