• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas
Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Tivit?

1422 postagens (282 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.16
  • Remuneração e benefícios
    2.97
  • Oportunidade de carreira
    2.73
  • Cultura da empresa
    3.00
  • Qualidade de vida
    2.80

Recomendam a empresa a um amigo


  • Há mais de 4 anos

    Ótima empresa para pessoas sem grandes formações ou para estudantes.

    Funcionário

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Salários sem atrasos, opções de crescimento constantes, benefícios variados

    Contras: Péssima localização física, péssima infraestrutura, salários baixos, sem opções de carreira para profissionais de alto nível educacional.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 1 ano

    Fuja enquanto é tempo

    Analista de Suporte PlenoEx-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: A infraestrutura é muito boa nos prédios da empresa, isso não posso negar. A infraestrutura é muito boa nos prédios da empresa, isso não posso negar.

    Contras: Todo o resto. Não se consegue contato com os supervisores e todos são incompetentes, já que não sabem nem o que a sua equipe faz. Não paga hora extra mesmo declarada. Não tem banco de horas mesmo declarado. Não paga aumento de salários por mérito, isso quando tem (simplesmente embolsam e acabou). Desvinculam benefícios a reveria e demoram meses pra reembolsar (quando o faz). RH é uma piada de mal gosto: não atende telefone, não tem ninguém no horário de início (9hrs), não resolve seu problema e ainda cria outros; quando tem alguém, simplesmente batem o ponto, vão tomar café de 1 hora e atendem de má vontade depois. Não há oportunidade de carreira, você só muda de cargo se não for Out-source e tiver QI (puxa-saco), se não vai morrer no mesmo cargo. Se você por acaso mudar de setor ou atribuição em empresa-cliente, vai continuar ganhando a mesma coisa, não vão atualizar sua CTPS e só vai ganhar mais trabalho. PLR/RV não existe, pois fazem contratos com metas impossíveis de se bater para justamente não pagarem (ex: 99% dentro de SLA). Não existem feedbacks positivos; feedback só existe se você fazer algo errado, porque aí vão saber a quem culpar.

    Conselhos para presidência: Passe a bola para quem realmente sabe administrar pessoas e dar valor aos funcionários, se não merece perder todos os contratos que tem por incompetência própria. Não é a toa que recentemente desistiram de colocar ativos no mercado de ações. No momento que a nova lei trabalhista entrar em vigor, vão ser engolidos pela concorrência por perda de profissionais que não são valorizados.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 2 anos

    Ótimo para primeiro emprego e ganhar experiência para o mercado, mas não sonhe em fazer carreira.

    Analista de Sistemas Júnior

    Barueri, SP


    Prós: Possibilidade de realocação interna. Excelente ambiente de trabalho, com um clima amigável e respeito mútuo. Ambiente agradável. Colaboração entre os pares de equipe. Flexibilidade de horário. Oferece treinamentos internos.

    Contras: Sem perspectiva de crescimento na empresa. Plano de carreira não funciona (praticamente não existe). Falta visão estratégica para a empresa a longo prazo. O valor do VR é muito baixo e estipulado pelo sindicato. Como não há plano de carreira estruturado, a empresa perde funcionários capacitados muito rápido para o mercado.

    Conselhos para presidência: A empresa precisa urgente adotar uma nova visão estratégica de mercado para se manter em formato competitiva e investir mais em seus funcionários através de plano de carreira, pois é muito fácil de se perder um profissional qualificado para o mercado.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há quase 4 anos

    Decepção

    Consultor de Middleware SêniorEx-funcionário, saiu em 2014

    São Paulo, SP


    Prós: Salario, beneficios, plano de saude

    Contras: promoção para amigos e parentes apenas gerando gestores despreparados sem o minimo de conhecimento técnico ou teórico.

    Conselhos para presidência: Reveja os conceitos pois estão perdendo projetos por incopetencia dos gestores. Presenciei minha gerencia perder 2 projetos grandes por incopetencia já que possui parentes na empresa.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 4 anos

    A pior decisão da minha vida...

    Analista de Suporte Especializado Sênior

    São Paulo, SP


    Prós: O ponto positivo de trabalhar na Tivit foi conhecer pessoas sensacionais e almoçar em restaurantes muito bons no Centro Empresarial como Costela, Gostinho Brasileiro, Le Point, etc.

    Na própria Tivit a única coisa a se destacar como boa é a plano de saúde oferecido que me ajudou bastante

    Contras: A Tivit prioriza em 90% seus processos, em 4% seus clientes e 1% o funcionário. Não paga salários descentes e oprime o funcionário de forma a fazê-lo acreditar de que não existe um mundo fora da empresa.

    Qualquer trabalho que você realiza em 1 dia, na Tivit você o fará em 1 semana...tamanha burocracia em tudo que se faz ali....tornando o dia a dia cansativo e causando dissabores.

    O Ticket refeição é um dos mais baixos do mercado de TI. Em um lugar onde não se come por menos de 25 reais, o valor máximo que conseguimos no período de Dez de 2011 a Fev de 2014 foi um aumento de R$ 1,00 no valor que era R$ 15,00 e passou a ser R$ 16,00. O mais absurdo foi o email que o RH enviou aos funcionários celebrando este "grande aumento".

    Quando fui entrevistado, me apresentaram um projeto de trabalho super interessante no qual tinha avaliado ser o melhor para minha carreira. No momento em que comecei a trabalhar, tudo era diferente do que foi prometido. Pra se ter uma idéia, me prometeram trabalhar com design e implementação de projetos e quando cheguei na empresa o trabalho era totalmente operacional...abaixo daquilo que deixei na empresa anterior.

    Não existe e sequer é cogitado o pagamento de PLR aos funcionários, sendo que, este prêmio é pago aos gerentes as custas do suor e da saúde dos funcionários...que são deveras mal tratados.

    A equipe onde trabalhei era gerida por um ex analista que recebeu o cargo de coordenador...não sei se o cargo subiu a sua cabeça, ou se o individuo não tinha condições psicológicas para exercer a função mas, desde que recebeu a responsabilidade, passou a maltratar funcionários, inclusive ameaçando contra integridade física de alguns...após diversas reclamações o mesmo (apesar de repreendido pela gestão) permaneceu no cargo.

    Para preservar minha saúde e integridade, resolvi sair da empresa. Quando comuniquei da minha insatisfação, pedi que, como uma única ajuda ser demitido. A promessa foi feita, mas, no momento de assinar a demissão, mudaram a decisão e tive que pedir a conta.

    Conselhos para presidência: A Tivit, segundo funcionários mais antigos, foi uma das melhores empresas pra se trabalhar. Depois da fusão com um grupo de empresas voltadas a Telemarketing, tudo desmoronou. Sugiro uma valorização do funcionário na parte de carreira, desenvolvimento e financeira.

    Funcionário bem tratado é o melhor cartão de visitas de uma empresa e automaticamente gera comprometimento e orgulho...coisa que eu nunca tive em trabalhar ali.

    Na situação atual, não aconselho nem a um inimigo a trabalhar na Tivit

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 4 anos

    Sobre a TIVIT

    Funcionário

    São Paulo, SP


    Prós: Boas oportunidades de crescimento na empresa. É bem satisfatório trabalhar na empresa.

    Contras: Alguns gestores estão no cargo por termos laços de amizade com gerentes.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 4 anos

    Uma empresa boa empresa

    SupervisorEx-funcionário, saiu em 2013

    São José dos Campos, SP


    Prós: É uma empresa com um excelente plano de carreira, além do mais eles qualificam os profissionais que realmente pretendem fazer carreira na empresa.

    Contras: Na minha opinião, deveriam ter uma seleção de contratação mais especializada e um salario base mais alto para que eles possam exigir funcionários com um nível de escolaridade e conhecimento mais alto. As avaliações psicológicas para a admissão têm de ser mais especificas e rigorosas. A capacitação inicial deveria ser, e transmitir mais seriedade, os novatos antes de entrar na operação acham que são tudo "rosas".. e na realidade é um tipo de serviço que tem de se ter muita calma e principalmente dominar muito bem as informações

    Conselhos para presidência: Durante os quatro anos que trabalhei na empresa pude ter o prazer e satisfação de trabalhar com excelentes profissionais, porém considero que que os funcionários para os cargos de supervisor tem de ser bem selecionados, pois durante esses anos que fiquei escutem muito , " super, se eu for da sua equipe não vou dar problema" .... qualquer pessoa pode pensar que isso é normal... mas não é ... muitas vezes eu ficava com uma equipe , considerada, problemática e no final do mês estávamos entre os melhores resultados.... podem se perguntar ... onde está o conselho?? Bom os Supervisores esquecem que eles sem a sua equipe não são nada.. não é o super que faz os resultados, é o operador, porém uma equipe sem um líder responsável, que ajuda , que luta pelos seus representantes, que os defende, quando estão certos, que os reprende quando estão errados , que realmente lhes dá o devido suporte e não fala apenas "olha no fique ligado" mas que o ajuda a localizar a resposta ao problema apresentado.... enfim um líder com vocação.. os representantes antes de passar pela minha equipe me temiam, sempre carreguei no meu semblante a responsabilidade do problema do cliente, porém, quando passavam pela minha liderança poucos eram os que não mudavam de opinião.
    resumindo, considero que o super tem de ter muita responsabilidade e humanidade, pois se este não tiver uma boa liderança quem sofre é o cliente, isto porque mais de 60 % dos problemas causados que dão origem aos chamados abertos da ocorrência oriunda de vendas são ocasionados na operação, e isto não só nesta oc mas tb nas ocs do financeiro.. então existem problemas na capacitação de representantes e na seleção de supervisores..

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há quase 5 anos

    Uma empresa com pretensões de TI mas que não passa de um call center metido a besta.

    Administrador de Banco de Dados (DBA) SêniorEx-funcionário, saiu em 2008

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Nada; nothing; rien; nadie; nichts; niente; tidak ada; ingenting; heç bir şey. É uma empresa muito consistente: tudo nela é ruim.

    Contras: Não há como melhorar. Só começando do zero, com outros dirigentes e com outra mentalidade. Apenas para contar um detalhe: um belo dia, todos os funcionários receberam de um gerente geral um pedido para não jogarem papel no chão, no banheiro. Quando um gerente geral chega a esse nível baixo, dá para imaginar a mentalidade reinante na empresa. Nós trabalhávamos num ambiente tão insalubre que no nosso primeiro dia havia um spray de repelente de mosquitos em cima de cada uma de nossas mesas. Tivemos de comprar aquelas raquetes que matam mosquitos na base do choque elétrico. Nossas mesas eram tão pequenas que nosso material particular tinha de ficar amontoado no meio da sala, em cima de restos de armários. Trabalhávamos um com o cotovelo grudado no outro.

    Conselhos para presidência: Pedir para sair ou vender a empresa para quem tem competência para geri-la.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 5 anos

    Otimista!

    Funcionário

    São Paulo, SP


    Prós: - Forte cultura corporativa pautada em segurança da informação.
    - Possui clientes de grande prestígio.
    - Possui perspectivas otimistas de crescimento.
    - Forte controle operacional.
    - Há bom acesso aos gestores, com frequentes feedbacks e realinhamentos.
    - Possui um bom programa de formação de líderes.
    - Possui rigorosas equipes de auditores internos.

    Contras: - Cultura corporativa excessivamente conservadora. O modelo de gestão evoluiu fundamentado sobre as personalidades dos líderes mais veteranos e orgulhosos, e é disseminado como uma dinastia que necessariamente deve ser adotada pelos novos líderes.
    - O ambiente é pouco colaborativo. Há pouco estimo ao trabalho em equipe, principalmente entre os funcionários mais antigos.
    - Atitudes inovadoras não são motivadas. Na realidade existe uma grande resistência em se levar adiante propostas que envolvam pessoas e áreas, ou que exijam atenção em detrimento ao que é "realmente importante".
    - Alta rotatividade de profissionais.
    - Economia fora de proporção com materiais e recursos diversos. Parte dos sites não estão em condições de comportar a capacidade total de funcionários (poucas mesas, poucos banheiros, copa-cozinha, pequeno espaço para refeitórios)
    - Apesar dos processos serem rotineiramente revisados poucos ajustes ou melhorias (ITIL, COBIT) são observados, tanto em relação à dinâmica e simplicidade dos procedimentos quanto pela resistência na adesão de tecnologia. Há muitos formulários (em geral planilhas), normas formalizadas e SLAs, o que não impede de na maioria das vezes as relações se tornarem onerosas, morosas e e desgastadas por burocracias desnecessárias. Mesmo assim sempre acontece casos em que o email se perde em meio a tantos, portanto, além de obedecer todas as exigências ainda é necessário acompanhar (entenda-se cobrar ostensivamente) todas as fases do processo.
    - Os benefícios estão muito aquém aos oferecidos pelas empresas de mesmo porte no mercado. A impressão que se tem é de que a importância com o bem estar geral foi decaindo ao longo dos anos de crescimento da empresa.
    - Há pouca oportunidade de integração entre as áreas. Não há quase nenhum estímulo para engajamento esportivo, campanhas para promoção do bem estar ou atividade de carácter assistencial.
    - O plano de crescimento profissional individual pode ser frustrado já que há uma preferência em prospectar novos talentos no mercado e pouca motivação em identificar e promover os funcionários dentro de um plano de carreira interno. É perceptível o desperdício de talentos, o que gera desânimo e frequentes pedidos de demissão.
    - A equipe de comunicação tem um papel exclusivamente corporativo. Nenhum posicionamento, promoção ou estímulo à discussão de temas de valor social, ambiental ou até mesmo cultural (não vinculado à empresa).

    Conselhos para presidência: Levando em consideração o cenário atual do mercado de TI no Brasil, onde as principais empresas brigam por profissionais qualificados oferecendo os mais diferenciados benefícios, além de melhores condições de trabalho/vida, é fundamental que a empresa busque acompanhar esta realidade. O crescimento da empresa depende em primeiro lugar do potencial de produção do ser humano, cujo valor deve ser priorizado.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 10 meses

    Funcionário

    São Paulo, SP


    Prós: A empresa tenta, mas não consegue. A area digital não funciona, infelizmente apenas lustraram produtos antigos para chamar de inovação. Equipe bastante junior e pouco calejada de mercado. Basicamente vendedores que tiram pedidos. Não existem muitos pontos positivos, o clima é falso, todos tentam fingir ser ótimos, todos fingem ser amigos e na verdade todos sabem que não funciona e estão frustrados.

    Contras: A empresa não entendeu para onde ir, dependente do presidente até para assinar um papel. Triste de ver uma empresa Tão grande em uma decadencia tão importante. O time é motivado a fazer posts como se isso fosse funcionar, webinar sem conhecimento do conteudo. Realmente assustador.

    Conselhos para presidência: Venda! Deixe os dinossauros irem para casa.

    Recomenda a empresa: Não


Informações da empresa

Tivit

Descrição:A TIVIT é uma multinacional brasileira de soluções digitais com operações em dez países da América Latina, prestando serviços para 35 países no mundo.
Contribuindo com seus clientes na evolução de seus negócios através de soluções divididas em quatro pilares de negócios: Digital Business, Cloud Solutions, Digital Payments e Infrastructure Management.
Presente no mercado há mais de 19 anos, a companhia investe em ofertas de tecnologias emergentes, soluções digitais e serviços baseados em nuvem híbrida para apoiar as empresas em seus desafios e acelerar a transformação digital.
Com expertise em diversos setores como meios de pagamento, serviços financeiros, utilities, varejo e manufatura, a TIVIT possui independência tecnológica e integra diferentes plataformas para desenvolver soluções inovadoras proporcionando competitividade para seus clientes.
Oito entre as dez maiores empresas da América Latina e 100 das 500 maiores empresas do Brasil contam com a TIVIT como parceira tecnológica para trazer eficiência e inovação para seus negócios.
Buscamos pessoas talentosas, com energia, que tenham iniciativa e capacidade de transformar problemas em oportunidades para fazer parte de nossas equipes!
#VemTransformar sua Carreira!

Site