Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na ThoughtWorks?

101 postagens (65 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

4.66
  • Remuneração e benefícios
    4.17
  • Oportunidade de carreira
    4.58
  • Cultura da empresa
    4.71
  • Qualidade de vida
    4.26

Recomendam a empresa a um amigo


  • Há aproximadamente 2 anos

    Pode ser muito bom, mas também pode ser horrível!

    Project ManagerEx-funcionário, saiu em 2015

    Brasília, DF


    Prós: - Na média, as pessoas são, profissionalmente, acima da média de mercado. - Existe uma diversidade (gêneros sexuais, racial, política) muito incomum para a área de TI. - Existe muito espaço para se experimentar, criar novas iniciativas internas. - Para pessoas em início de carreira, é uma experiência sensacional o tanto que se aprende, as viagens, as incertezas, tudo. - Existe gente estudando e aprendendo um monte de coisas o tempo todo. - Permite um intercâmbio de conhecimento e cultural particular. A empresa não para!

    Contras: - Apesar do discurso de só ter profissionais sensacionais, tem também profissionais que não condizem com tal fama. - Os projetos do Brasil são bem menos interessantes e desafiadores do que os projetos que são divulgados como case ou dos projetos existentes em outros países. - Apesar da baixa hierarquia, a hierarquia existente é muito distante do dia a dia da grande maioria das pessoas. - Existe espaço para todo tipo de discussão, desde que você não discuta assuntos tabus, principalmente relacionados à hierarquia existente. - Apesar do discurso ser diferente, o negócio vem muito, mas muito mesmo, na frente das pessoas. Seja no desenvolvimento das pessoas, seja no bem estar das pessoas, seja na qualidade de vida das pessoas. Isso é secundário. - O ambiente para pessoas mais experientes que chegam de fora é inóspito e agressivo. Sua experiência pouco vale pois lá é tudo diferente (ainda que não seja)!

    Conselhos para presidência: Clareza. - Não é claro o que se espera e o que não se espera das pessoas. Pior ainda, a mensagem é de que cada um é livre para fazer suas escolhas. Desde que não sejam as escolhas erradas (que você só descobre depois de fazê-las). - Não é claro quais são as relações de poder dentro da empresa. Quem manda, quem não manda. Quem pode mandar, quem não pode mandar. O que se pode discutir, o que não se pode discutir. Com quem se pode discutir, com quem não se pode discutir. - Muito se fala a respeito de P3 dentro da empresa, o que acaba sendo uma bandeira que atrai muita gente. Mas tem assuntos que a empresa não pode comprar a briga. Um exemplo: não dá para a empresa dizer que o prolema do mundo é a luta de classes e ser uma empresa de um único dono e ter, em países menos desenvolvidos, mão de obra barata para países mais desenvolvidos. Mas dá para a empresa comprar a briga de igualdade de gênero no mercado de TI, por exemplo.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 1 ano

    necessita amadurecimento

    DesenvolvedorEx-funcionário, saiu em 2015

    Porto Alegre, RS


    Prós: Clima otimo, salario bom, pessoal decontraido, beneficios razoaveis, liberdade de dresscode, atividades com o pessoal fora, amizade entre colegas, atividades legais extra empresa.

    Contras: Não dá toda a liberdade que prega, nem é tão inclusiva assim. Suas opinioes e experiencias sao aceitas desde que politicamente corretas e com vies esquerdista. A sinceridade nao e apreciada. A empresa prega a vida em um conto de fadas que nao e real. Se vc for sincero na entrevista, nao sera aprovado, principalmente opinioes relativas a politica, relacionamentos de trabalho e economia. Tem que falar o que a empresa quer ouvir, pois no fundo ela e so mais uma empresa tradicional. O fora da caixinha nao e tao fora assim.

    Conselhos para presidência: Realmente façam o que pregam. O mundo e feito de pessoas diferentes com experiencias diferentes. Problemas e opinioes diferentes no trabalho sao comuns e todos podem pensar diferente.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há quase 3 anos

    Ruim

    Analista ProgramadorEx-funcionário, saiu em 2015

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Oferece formação e aprendizado de novas competencias

    Contras: Não valoriza suficientemente a formação acadêmica

    Conselhos para presidência: A experiência não pode ser comprada nem antecipada

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 5 meses

    Precisa ter o perfil para crescer

    Desenvolvedor

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Ambiente agradável, flexibilidade de horário, pessoas dispostas a ajudar, muito inclusiva, feedback constante e alguns da gerencia conseguem entender as necessidades pessoais de cada um.

    Contras: Muitas Viagens, reconhecimento dos funcionários não é feita de forma justa e pouca inovação nos projetos. Exigência em fazer coisas extras o que faz trabalhar mais que 8h por isso.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 7 meses

    ThoughtWorks uma ótima empresa para iniciantes.

    Consultor Sênior

    Porto Alegre, RS


    Prós: Baixa hierarquia. É possível criticar várias coisas polêmicas dentro da empresa, até decisões executivas, gerenciais ou de diretores. É possível levantar discussões sobre direção da empresa sem nenhum tipo de repreensão, ao contrário, as pessoas participam e gostam disso.

    Contras: Uma vez negociado o salario inicial, não é mais possível renegociar. O principio de revisão salarial é baseado em evolução desde o ponto de entrada na empresa, e não é aceitável nenhum tipo de comparação de salários com os colegas em função similar. Isso tira o poder de negociação do funcionário, e basicamente se a entrada foi mal avaliada, a pessoa fica uns 3 anos atrasado em termos de revisão salarial. Toda a parte de evolução salarial, como é baseado em evolução, mas a evolução percebida é muito avaliado no quão boa a pessoa é em fazer marketing. Se você é introvertido e entrou com um salário base ruim, você vai ter grande dificuldade (anos) para chegar a um salário competitivo. Existem tetos para aumento de folha, ou que reforça que renegociações não são possíveis, então aposte todas as suas fichas no salário de entrada. Você é exegido e avaliado por várias coisas, inclusive coisas fora de horário de trabalho, já que ao mesmo tempo é exigido que trabalhemos 40h para o cliente semanalmente.

    Conselhos para presidência: Apesar da empresa querer quebrar tabu, dinheiro ainda é tabu, pessoas que falam de dinheiro e querem negociar melhor dado sua situação ou se achando injustiçados comparado à colegas que exercem função similar com mesma responsabilidade são mau visto, inclusive ficam com imagem de imaturidade, até pelo foco social que a empresa tem. Empresa pode falar de dinheiro e números o tempo todo, funcionários não. Mostrem-se mais abertos a falar de dinheiro sem que isso seja tabu.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 7 meses

    Ambiente não é tão seguro quanto dizem

    Ex-funcionário, saiu em 2016

    Porto Alegre, RS


    Prós: O ambiente é muito divertido, pessoas felizes, ótimos benefícios, salário é bom também. Costumam fazer momentos de integração e sempre pedem a opinião dos funcionários para tal

    Contras: Diz ser um ambiente seguro para todos mas a verdade é que o ambiente não é seguro se tu não faz parte das minorias sociais. Há uma discriminação velada para determinado grupo de pessoas (os que, de fato, não sofrem discriminação no dia a dia). Opinião política vale muito e se tu não for de direita, nem opine.

    Conselhos para presidência: Fiquem de olho nos líderes que só lideram quem eles se identificam

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 8 meses

    As pessoas são ótimas, mas a empresa que lhe vendem na entrada nem sempre é de verdade

    Funcionário

    Porto Alegre, RS


    Prós: Tem pessoas ótimas como colegas de trabalho Respeita diversidade Ótima oportunidade de troca de conhecimento Sem cobrança diária Pratica agile

    Contras: Baixos salários A sensação de liberdade de expressão é falsa Estimulam você a falar, mas quando não gostam demitem sem critério Falta critério nas demissões

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 10 meses

    Proporciona muito aprendizado e experiências diversas, mas peca na gestão

    Desenvolvedor Pleno

    São Paulo, SP


    Prós: Aprendizado com pessoas que são referência no mercado. Existe a possibilidade de viajar para fora do país e isso trás experiências diversas e uma melhor visão do mercado de trabalho fora do Brasil. A empresa incentiva discussões e ações com relação a justiça social e econômica, e dá espaço para contribuirmos com a comunidade através do nosso trabalho. É possível fazer home office tranquilamente. Temos autonomia para tomar decisões dentro do seu time, e encontrar o melhor formato de trabalho.

    Contras: Não é muito claro o que a empresa espera do funcionário, tanto dentro do seu projeto quanto dentro da empresa como um todo. Existe um gap em trabalhar com expectativas. E se isso não fica claro o funcionário pode se desmotivar por não atingir seus objetivos ou desenvolver certas habilidades. Nem todos os escritórios tem projetos inovadores. Então alguns projetos/clientes podem ser bem motivadores/desafiadores, outros nem tanto. Isso desmotiva alguns pessoas a longo prazo.

    Conselhos para presidência: Levar em consideração a motivação dos funcionários e suas habilidades. Explorar o que cada pessoa tem de melhor. A empresa investe em cada pessoa em algum momento de sua carreira, e perder um funcionário é um grande prejuízo para a empresa.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 11 meses

    Uma empresa com um ambiente rico em diversidade

    Desenvolvedor de Software

    Porto Alegre, RS


    Prós: A empresa consegue atrair e contratar excelentes profissionais e investe forte em diversidade cultural, de origem, etnia e orientação de gênero. Isso torna o ambiente bastante rico, interessante e motivador.

    Contras: O conhecimento e evolução técnica dos funcionários é pouco ou mal reconhecida pelas lideranças da empresa. Oportunidades de avanços na carreira estão bastante atreladas a quão bem o funcionário se torna conscientemente visível e a sua capacidade de construir e cultivar um relacionamento próximo com as lideranças. Muito disso, acredito eu, se deve ao fato de que as principais lideranças no atual momento vêm de um histórico profissional não-técnico e/ou não intimamente ligado aos detalhes e circunstâncias do desenvolvimento de software.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 1 ano

    Boa empresa para crescer profissionalmente

    DesenvolvedorEx-funcionário, saiu em 2014

    Recife, PE


    Prós: Eles fazem um ótimo recrutamento e só selecionam pessoas que realmente caibam na cultura, esse é o melhor fator da empresa na minha humilde opinião

    Contras: O salário é muito baixo para a realidade da cidade, então basicamente só dava para sobreviver, mas eles estão sempre procurando melhorar esse quadro.

    Recomenda a empresa: Sim


Informações da empresa

ThoughtWorks

Descrição:A ThoughtWorks é uma consultoria de tecnologia e desenvolvimento de software, além de uma comunidade de pessoas apaixonadas e guiadas por propósitos. Ajudamos nossas clientes a colocar a tecnologia no centro de seus negócios e, de forma conjunta, criamos as soluções que mais importam para seus objetivos. Dedicada à mudança social positiva, nossa missão é melhorar a humanidade através do software, e fazemos parcerias com muitas organizações que lutam na mesma direção. Fundada há mais de 20 anos, a ThoughtWorks se tornou uma empresa com mais de 5000 pessoas, incluindo uma área de produtos que desenvolve ferramentas pioneiras para times de software. Já contamos com mais de 500 pessoas no Brasil, divididas em quatro escritórios: Porto Alegre, São Paulo, Belo Horizonte e Recife.

Site

RH: quer atrair bons talentos?