Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Telefônica Brasil (Vivo)?

Ver todas as avaliações

  • Há 4 meses

    Boa empresa para se iniciar a carreira... e só.

    Coordenador

    São Paulo, SP


    Prós: Os Benefícios são muito bons, dentre eles o celular corporativo ilimitado. Os eventos promovidos pela empresa também, além da estrutura física do prédio que também é muito boa.

    Contras: Alta direção é trocada com muita frequência, de modo que não há planejamento de longo prazo na prática. Além disso, considero que há uma importância muito grande na política interna, sobrepondo-se aos conteúdos e fatos relevantes do dia-a-dia.

    Conselhos para presidência: Menos política, mais objetividade nos movimentos, maior clareza na avaliação de performance dos funcionários para que possa haver também maior meritocracia dentro da empresa.

    Recomenda a empresa: Não

Informações da empresa

Telefônica Brasil (Vivo)

Descrição:Pensou em conexão, comunicação e entretenimento? Pensou na gente! Somos o Grupo Telefónica, uma das maiores no mundo neste assunto, em 21 países e por isso juntos somos muitos, cerca de 125 mil colaboradores. Aqui em solo verde e amarelo, somos 34 mil colaboradores espalhados de Norte a Sul para oferecer um portfólio completo de serviços: telefonia e internet móveis, banda larga e telefônica fixa, TV por assinatura e serviços digitais, comercializados com a marca Vivo.

Somos tão conectados que acreditamos na tecnologia como um meio para transformar a sociedade. E para fortalecer isso ainda mais, atuamos em projetos educacionais, culturais e de fomento ao empreendedorismo e inovação que nos dão muito orgulho, como a Fundação Telefônica, a plataforma Vivo Transforma e a iniciativa Telefônica Open Future.

A Telefônica Brasil busca por protagonistas da sua própria vida. Pessoas que possuam paixão pela inovação e, sobretudo, desejo de descobrir novas formas de melhorar o mundo por meio da tecnologia.

Quer construir seu futuro com a gente?
#SejaTelefônica

Site

RH: quer atrair bons talentos?