Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Superior Tribunal de Justiça (STJ)?

33 postagens (8 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

4.38
  • Remuneração e benefícios
    4.00
  • Oportunidade de carreira
    3.88
  • Cultura da empresa
    4.13
  • Qualidade de vida
    4.13

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 19 dias

    Vale completamente a pena

    Funcionário


    Prós: Entrosamento dos funcionários poucas horas de trabalho e salário em dia trabalho apenas em.dias comerciais e não é nescessário levar trabalho para casa

    Contras: Não presenciei nada preocupante em.meu tempo de trabalho na empresa e apenas tiver resultados positivos em relação a todo o meu tempo na organização

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 2 meses

    Ótima

    Estagiário

    Brasília, DF


    Prós: Ambiente saudável, flexibilidade, negociação de horários, programa de metas diárias que motivam o trabalho, pressão na medida certa, proximidade com pessoas hierarquicamente superiores.

    Contras: Por ser órgão público, não há a possibilidade de efetivação, independente do seu rendimento. Cursos de atualização somente disponíveis a servidores.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 6 meses

    Excelente local de trabalho, mas ainda há espaço para indicações políticas

    Assistente Técnico Judiciário

    Brasília, DF


    Prós: Tem programa de qualidade de vida para o servidor com aulas de yoga e meditação de graça, além de clube de corrida, funcional, dança de salão... Tem quadro próprio de médicos e dentistas, além de berçário.

    Contras: Apesar da elevada valorização do perfil técnico-jurídico, ainda há bastante espaço para cargos ocupados por profissionais pouco experientes/interessados mas com indicação política

    Conselhos para presidência: Exigir reciclagem profissional de todos os profissionais ocupantes de cargos de assessoria jurídica devidamente comprovada por meio de certificados de cursos

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 8 meses

    Ótima estrutura e atividade estimulante

    AssessorEx-funcionário, saiu em 2013

    Brasília, DF


    Prós: Boa estrutura para trabalhar e, além disso, a atividade é extremamente estimulante, pois envolve a elaboração de minutas de decisões e votos.

    Contras: O cargo de assessor é de livre exoneração, o que faz com que seja imprevisível o período em que você permanecerá no Tribunal, não sendo interessante para quem quer estabilidade.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 1 ano

    satisfação total

    Oficial de Justiça

    São Miguel Arcanjo, SP


    Prós: horário variável e feito por você, de acordo com o serviço em mãos , a cooperação entre os colegas de serviço, facilidade em tirar duvidas, facilidade em entrar em contato com os superiores

    Contras: prazo as vezes muito curto para o cumprimento do mandado, devido a sua complexidades, ou os endereços que devam serem diligenciados localizar em zona rural e necessitar de mais de uma diligencias.

    Conselhos para presidência: mais computadores na sala dos oficiais de justiça

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 1 ano

    Vale a pena!

    Estagiário SuperiorEx-funcionário, saiu em 2007

    Brasília, DF


    Prós: Ambiente agradável, ótima estrutura, boa integração com os servidores e excelente biblioteca. Os estagiários de nível superior de Direito tem a chance de trabalhar no gabinete dos Ministros e adquirir muitos conhecimentos que não aprendemos na faculdade.

    Contras: Local de difícil acesso com transporte público, principalmente à noite. O Tribunal oferece transporte, o que facilita o acesso. Contudo, este transporte para de circular às 20h.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 1 ano

    Ótimo local de trabalho, mas tem o que melhorar.

    Técnico Eletrônico

    Brasília, DF


    Prós: É um tribunal de grande porte, com amplas possibilidades de crescimento, especialmente na área fim. O ambiente em geral é muito bom, sendo mais ou menos formal a depender do setor. Estrutura física boa, com restaurante, bicicletário, creche, biblioteca de excelência. A carga de trabalho varia a depender do setor (na área fim pode ser mais pesada devido à grande quantidade de processos), mas nada que se torne desagradável.

    Contras: Pouco reconhecimento formal dos bons profissionais, algo que se torna nítido na distribuição de FCs pelo critério de antiguidade (alguns servidores antigos e ineficientes receberão FCs por serem antigos - há servidores antigos extremamente eficientes -, e alguns novos e eficientes não receberam por serem novos). Isso é algo desestimulante. Não há muito controle da eficiência dos servidores, a maioria se dedica, mas um ou outro que não o faça não é sequer advertido (na prática, é assim). A remuneração é algo que faz algumas pessoas saírem do órgão.

    Conselhos para presidência: Esteja mais atento(a) ao reconhecimento dos bons servidores.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há quase 2 anos

    Ótimo emprego que obtive

    Estagiário

    São Paulo, SP


    Prós: Bom convívio , boas pessoas com quem trabalho , comunicação entre as pessoas excelente

    Contras: Apesar de ser uma ótima empresa , não efetiva os estagiários ...

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há quase 2 anos

    Estágio STJ

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2014

    Brasília, DF


    Prós: Ambiente incrível, profissionais excelentes, experiencia de trabalho excepcional

    Contras: Nenhum ponto negativo, perfeito em todos os aspetos, totalmente construtivo

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há quase 2 anos

    Excelente ambiente de trabalho

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2013

    Brasília, DF


    Prós: Aprendizado, amizades e valorização.

    Contras: Nenhum relevante para considerar

    Recomenda a empresa: Sim


Informações da empresa

Superior Tribunal de Justiça (STJ)

Descrição:O Superior Tribunal de Justiça (STJ) é um dos órgãos máximos do Poder Judiciário do Brasil. Sua função primordial é zelar pela uniformidade de interpretações da legislação federal brasileira. O STJ também é chamado de "Tribunal da Cidadania", por sua origem na "Constituição Cidadã". É de responsabilidade do STJ julgar, em última instância, todas as matérias infra-constitucionais não-especializadas, que escapem à Justiça do Trabalho, Eleitoral e Militar, e não tratadas na Constituição Federal, como o julgamento de questões que se referem à aplicação de lei federal ou de divergência de interpretação jurisprudencial.

Site

RH: quer atrair bons talentos?