Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Stefanini?

957 postagens (287 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

2.95
  • Remuneração e benefícios
    2.67
  • Oportunidade de carreira
    2.49
  • Cultura da empresa
    2.88
  • Qualidade de vida
    2.92

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 2 meses

    Não dão a mínima para os funcionários.

    Analista de Suporte Técnico

    São Paulo, SP


    Prós: Salário em dia , benefícios em dia, atrasam muito para pagar a quilometragem, você acaba pagando para trabalhar. Acredito que na matriz seja diferente. Mas trabalhar alocado em cliente, você está sozinho. Qualquer coisa simples que precisar seu gestor simplesmente não o atenderá. Salário baixo e KM explorador, R$ 0,55 o KM e ainda demoram mais de 20 dias para pagar.

    Contras: Cobram muito, retornam pouco ou nada. Tente falar com seu gestor por uma necessidade e vai saber como é a política da empresa . Se estiver alocado em cliente, boa sorte você está sozinho.

    Conselhos para presidência: Olhe mais para o capital humano da empresa. Eu tinha orgulho de trabalhar aí, hoje estou totalmente desmotivado. Não me forneceram as mínimas condições de trabalho. Estou pagando para trabalhar. Por isso a alta rotatividade, ninguém aguenta trabalhar tanto tempo com uma gestão tão ruim e ineficiente como essa. Nunca vi tanta falta de informação e organização.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 3 meses

    Desapontado

    Técnico de Suporte Nível I

    Brasília, DF


    Prós: A equipe e o ambiente são bem legais, salario sempre em dia, os benefícios também, não passa muito disso, até o momento é o melhor que posso dizer.

    Contras: Emprese sem chance de crescer, profissionais antigos que não tem chance dentro da empresa, quem entra é enganado, salário abaixo do de mercado.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 3 meses

    Stefanini, não recomendo nem para meu pior inimigo!

    Analista Desenvolvedor Sênior

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: É bem difícil achar algum ponto positivo na Stefanini, acho que o único ponto que vejo que possa ser positivo é a liberdade de trabalho, eles te abandonam mesmo então você fica bem livre.

    Contras: Empresa s.ó visa o lucro e não liga nem um pouco para o funcionário. Me parece que eles fazem de tudo para dificultar a vida do funcionário. Ficou doente? Plano de saúde horrível! Não recomento essa empresa nem para o meu pior inimigo! O pior é que já tinha ouvido falar que Stefanini era um lugar horrível para trabalhar, mas não acreditei. Paguei um preço alto.

    Conselhos para presidência: De mais valor e atenção aos seus empregados. Trocaram o plano de saúde de um que já não era bom , para um pior ainda? Vocês não se preocupam com a saúde dos seus funcionários? Nem me demitir vocês querem, mesmo eu estando insatisfeito, só para ter o prazer de me ver pedindo demissão? Não faz acordo de demissão? OK. Mas uma vez vocês só visam o lucro e não estão nem aí com o profissional que trabalha com você e o pior com o cliente que está com esse funcionário insatisfeito.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 3 meses

    Sincera

    Arquiteto de Software

    Curitiba, PR


    Prós: Recentemente troquei de área dentro da empresa. A nova área é muito show, ótima de se trabalhar, minha avaliação está sendo com base no maior tempo que fiquei em outra área, no caso a fabrica de software

    Contras: Cada filial é uma empresa diferente não sendo uma empresa com politica única. Cada gestor toca o negocio conforme sua convicção, para a matriz o importante é o resultado financeiro desconsiderando o restante.

    Conselhos para presidência: Olhar como cada gestor conduz a filial e não epenas o resultado que a mesma retorna.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 3 meses

    Gerente de Projetos (GP)

    Porto Alegre, RS


    Prós: Clima organizacional faz com que o ambiente de trabalho seja tranquilo e favoreça a união e companheirismo entre os colaboradores. Facilidade em se destacar dos demais.

    Contras: Colocam somente 70% do salário em carteira e não pagam horas extras para os cargos de gestão. Nas férias não creditam o valor nos vales. Não possui plano de carreira. Rotatividade muito elevada na empresa.

  • Há 4 meses

    legal

    Operador de Telemarketing ReceptivoEx-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: o prédio bem estruturado segurança e ótimos produtos e no material de treinamento

    Contras: supervisão péssima do produto trabalhado com auto teor de stresses isso acaba carregando muito os funcionários

    Conselhos para presidência: trocando toda a equipe da Múltiplus fidelidade pois esse supervisores escolhidos só estão para prejudicar

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 4 meses

    Um lugar para passar a crise - A conclusão

    Analista Programador Java SêniorEx-funcionário, saiu em 2017

    Barueri, SP


    Prós: Paga em dia e a maioria das pessoas são agradáveis. Se você quer se encostar, ficar invisível, ir recebendo( pouco) e esperar a crise passar este é o lugar para você.

    Contras: Apesar de toda propaganda corporativa de que a Stefanini é um grande lugar para trabalhar. De estar bem posicionada no ranking do GPTW, isto na realidade é uma grande farsa. Este GPTW não é muito diferente de um auto-troféu onde as empresas se inscrevem neste ranking e o questionário enviado para os funcionários pelas opções apresentadas inviabiliza que críticas sérias sejam feitas e mesmo assim a direção extrai daquele relatório o que bem lhe interessa. Confio mais no que leio aqui, que naquele circo. Financeiramente sofrível e com benefícios abaixo do mercado. Para um profissional experiente que procura grandes desafios na carreira ou está procurando grande desenvolvimento profissional, definitivamente aquele não é o lugar. Os problemas do projeto em si não são ocasionados pela empresa e sim pelo cliente, mas por inépcia ou inexperiência são incapazes de mostrar ao cliente onde estão os problemas de verdade e problemas que eram pequenos hoje se tornaram gigantescos e insolúveis. Para uma empresa que perde um alto nro de funcionários mensalmente e que diz se importar com os seus "colaboradores" é um absurdo que nem uma entrevista demissional seja feita ou que perguntem o porque das pessoas estarem saindo. Óbvio que eles sabem que a grande maioria é pelo salário, mas o descaso é tamanho que não se dão ao trabalho de perguntar.

    Conselhos para presidência: Parem de tratar as pessoas como crianças. Por incrível que pareça, mesmo quem não confronta também não acredita em tanta conversa boba. Isto só desacredita a direção perante o pessoal. Comecem a pagar um valor de mercado, não digo nem acima de mercado. Um valor competitivo já vai fazer a empresa perder bem menos gente. Benefícios decentes também ajudariam muito. E relembrando o PLR prometido na integração, que eu nunca vi. Entendo que o valor pago pelo cliente não é o melhor do mundo, mas manter aquele monte de GP´s que não tem idade para ocupar o cargo em que estão só agrava o problema. Reduzam o nro e paguem melhor para profissionais gabaritados, já que o nível do cliente também não é exatamente o que ele acha que é e muitas vezes precisa ser salvo dele mesmo.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 4 meses

    Boa apenas para que precisa muito de trabalhar

    Analista de Suporte Júnior

    Santo André, SP


    Prós: Salário de analista de suporte compatível com o do mercado. Equipe de funcionários unidas, sempre disposta a ajudar o outro ou fazer troca da escala

    Contras: Péssima gestão, desorganizada, se atrapalham até no folha de ponto, não tem conhecimento algum sobre os processos, não conseguem organizar escala dos funcionários, fazendo constantes mudanças, não se importando com a vida pessoal do funcionário. Falta de incentivo, não tem plano de carreira.

    Conselhos para presidência: Escolha melhor seus gestores

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 4 meses

    Analista de Service Desk

    São Paulo, SP


    Prós: Oportunidade de iniciar em TI o que para pessoas mais novas é muito bom, dando oportunidade aqueles que acabam de sair da faculdade ou estão a procura de um estágio.

    Contras: Salário é baixo, existem empresas de suporte que pagam bem melhor para um analista iniciante, quando você trabalha em uma célula (terceirizado no cliente) tem muitas desvantagens, pois a atenção da empresa não é voltada a você.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 4 meses

    Não indico trabalhar no Recursos Humanos

    Coordenador de Recursos Humanos (RH)Ex-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: Empresa de grande porte, com ótimos cliente. Empresa de grande porte, com ótimos cliente. Empresa de grande porte, com ótimos cliente.Empresa de grande porte, com ótimos cliente

    Contras: Salário baixo e diretoria com falta de métrica.Salário baixo e diretoria com falta de métrica.Salário baixo e diretoria com falta de métrica.Salário baixo e diretoria com falta de métrica.

    Conselhos para presidência: Cuidar mais do seu capital humano.

    Recomenda a empresa: Não


Informações da empresa

Stefanini

Descrição:A Stefanini é uma multinacional brasileira com 26 anos de atuação no setor de Serviços em TI. Totalmente verticalizada por segmento de indústrias, a consultoria possui grande expertise no mercado financeiro (atende as dez maiores instituições financeiras do País), telecomunicações, seguradoras e setor público. Presente em 30 países, sua oferta de serviços abrange Consultoria, Integração, Desenvolvimento de Soluções e Outsourcing para Aplicativos e Infraestrutura; e ainda BPO para processos de negócios. Reconhecida mundialmente, a Stefanini está entre as 100 maiores empresas de TI do mundo (BBC News) e foi apontada como a terceira empresa transnacional mais internacionalizada, segundo ranking da Fundação Dom Cabral.

Site

RH: quer atrair bons talentos?