• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas
Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na SLcomm?

Ver todas as avaliações

  • Há 3 meses

    Só para os estagiários (e olhe lá...)

    Ex-funcionário, saiu em 2018

    São Paulo, SP


    Prós: Algumas pessoas são fabulosas. Laboriosas e muito antenadas com o mercado. O ambiente é uma confusão. Parece uma loja de antiguidades lá de Embu das Artes. Mas todo esse caos tem um certo charme retrô.

    Contras: Não existe essa do chefe escrever mal porque essa missão deve ser reservada aos seus comandados Se deve escrever bem sempre. O cérebro é como um músculo, que se não for utilizado, atrofia. Quem escreve mal, lê mal, fala mal e, por consequência, pensa mal. Quando se pensa mal, se planeja mal, se aprende mal e se vive mal. Já dizia Confúcio: "Se a linguagem não for correta, o que se diz não é o que se pretende dizer. Se o que se diz não é o que se deve dizer, o que deve ser feito deixa de ser feito. Se o que deve ser feito deixa de ser feito, a moral e as artes decaem. Se a moral e as artes decaem, a justiça se desbarata e se a justiça se desbarata as pessoas ficam entregues ao desamparo e à confusão; não pode, portanto, haver arbitrariedade no que se diz. É isso que importa, acima de tudo". Esse é o grande problema da empresa. Como o chefe tem um desejo irrefreável de controlar tudo (e todos) com mãos de ferro, seu lado "Advertising Man" deve ser nutrido por seu ego e pelos cupinchas que, coitados, querem apenas passar a bomba pra frente: os clientes, no caso. Cheio de discursos afetados e contraproducentes, o dono da bola contamina o ambiente com suas sacadas e momentos "eureka", sempre os mesmos termos-gatilho com as palavras vida, viver e ser... Em geral, temos aqui uma agência de comunicação em que o dono se comunica como um índio tupinambá negociando sua flecha com um português desavisado. E a quebra de comunicação afeta diretamente os Departamentos de Criação e Planejamento. O resultado da entrega fica sujeito ao barômetro que sofre com a pressão do ego e na inabilidade (e infantilidade) do big boss. Quem deseja autonomia, espinha ereta, mente alerta e coração tranquilo, pode tirar o cavalinho da chuva. A SLcomm é uma ceifadora de ideias.

    Conselhos para presidência: Tirem o dono do processo criativo. Vai todo mundo afundar junto com ele.

    Recomenda a empresa: Não

Informações da empresa

SLcomm