• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas
Ver avaliações para empresas similares
Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) logo

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE)

4.09

Como é trabalhar na Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE)?

Ver todas as avaliações

  • Há 12 meses

    Programa ALI - Potencial 10, gestão 0

    Agente Local de Inovação


    Prós: Oportunidade de aprendizado, possibilidade de network extenso, dinamismo e flexibilidade de modo geral. Experiência riquíssima para troca e absorção de novos conhecimentos. Sair da zona de conforto é necessário, mas traz muitos benefícios para quem deseja se aprimorar como profissional.

    Contras: Colocam metas irreais e totalmente fora da realidade da atividade de campo. Eles cobram muito e não ajudam em quase nada. Já prometeram diversas soluções para ajudar, mas só fica na conversa mesmo, nunca poem em prática, mas a cobrança é "pra ontem". A equipe coordena e gerencia o Projeto é a pior possível no quesito "rh", só desmotivam. Para cada conquista um grande "nada", para cada pequeno erro uma ovada na cabeça. Eles cometem muitos erros que nunca assumem e isso é meio que geral entre os bambambam da empresa. Entre si trabalham baseados no corporativismo: se protegem e se blindam mutuamente, independentemente do quanto o colega está errado. O Programa poderia ser excelente, se não fosse pela gestão. Dizem que o foco é o cliente, mas na verdade o foco é o resultado de pesquisas de satisfação para conseguir fechar novos acordos que envolvam verba pública. O cliente não é o foco tanto que as consultorias atrasam ou nem são prestadas e praticamente exigem que os agente vendam produtos Sebrae pro cliente, só que a ideia do programa é ser gratuito, isso é feio demais. A gestão se resume como "muito cacique pra pouco índio". Todo mundo envolvido na hierarquia tem uma visão própria de suas metas e sua forma de como o projeto deve ser realizado e não conversam entre si para alinhar. Manda quem pode, obedece quem tem juízo e não fica doente quem sai fora o quanto antes. Feliz de ter saído do programa.

    Conselhos para presidência: Vocês precisam compreender que além do cliente, o foco deve ser também as pessoas que atendem os clientes. Sem eles, a empresa não é nada, não há o alcance dos objetivos. A ganância trai e isso deve ser lembrado. Sim as metas são importantes, mas entender a cultura local, os desafios do mercado e analisar de forma mais humana e menos numérica faz os resultados que querem chegar do mesmo jeito e com qualidade. Focar em números desvaloriza as pessoas e aí os números caem. Parece que em casa de ferreiro o espeto é de pau porque nunca achei que o Sebrae fosse ter uma gestão tão ruim em vários pontos, muita decepção com isso, achei que seria uma oportunidade fantástica mas no fim aprendi que é s´´o mais uma empresa comum.

    Recomenda a empresa: Não

Informações da empresa

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE)

Descrição:O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) é uma entidade privada sem fins lucrativos. É um agente de capacitação e de promoção do desenvolvimento, criado para dar apoio aos pequenos negócios de todo o país. Desde 1972, trabalha para estimular o empreendedorismo e possibilitar a competitividade e a sustentabilidade dos empreendimentos de micro e pequeno porte. Para garantir o atendimento aos pequenos negócios, o Sebrae atua em todo o território nacional. Onde tem Brasil, tem Sebrae. Além da sede nacional, em Brasília, a instituição conta com pontos de atendimento nas 27 unidades da Federação.

Site