• Vagas
  • Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Sciere?

16 postagens (6 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

2.00
  • Remuneração e benefícios
    2.60
  • Oportunidade de carreira
    2.00
  • Cultura da empresa
    1.60
  • Qualidade de vida
    1.80

Recomendam a empresa a um amigo


  • Há mais de 1 ano

    Vale apena apenas para estagiários e profissionais em início de carreira

    Desenvolvedor

    São Paulo, SP


    Prós: Ambiente aconchegante, a empresa funciona em uma grande casa, no alto de pinheiros, adaptada para ser usada como escritório. Há áreas de lazer, jardins, cozinha com utensílios e vagas de estacionamento gratuitas no local.

    Contras: Gestão ruim, sem processos de desenvolvimento e gestão de projetos. Prazos surrealistas, que não levam em consideração as estimativas dadas pelas equipes. O esquema de trabalho resume-se a "um projeto/um desenvolvedor", ou seja, devido ao alto turnover (que é assustador, nenhum desenvolvedor tem mais de um ano de casa e a maioria sai com menos de seis meses de casa), os projetos estão sempre sob alto risco e sofrendo medidas em caráter "emergencial", levando à produtos com sérias falhas e muito aquém das necessidades dos clientes

    Recomenda a empresa: Não

  • Há quase 2 anos

    O turnover tem muito a dizer

    Analista de Testes JúniorEx-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: A empresa se situa numa casa muito aconchegante no Alto de Pinheiros. Todo dia (2x) tem cafezinho fresco servido na mesa, convênio oferecido é muito bom e há certa flexibilidade de horários. A cada 4 meses o funcionário ganha uma folga (que é comumente utilizada na ponte de feriado). Possui garagem para os funcionários.

    Contras: Empresa parada no tempo. Como a própria presidência diz, "sisuda". E esta é a imagem que querem passar para os clientes. Perdidos em muitos processos que existem apenas nas ideias. Sempre são furados pois as demandas sempre são emergenciais. Muita fofoca entre os funcionários, o que acaba impactando diretamente na produtividade e interação entre as áreas. Não aceitam muito bem ideias inovadoras. Não são nada resilientes (não sabem nem o significado desta palavra). Não seguem o slogan (educação levada a sério) pois não investem na educação dos próprios colaboradores. A presidência não age profissionalmente e pega "birra" de funcionários que não fazem o que querem. Se você não cumprir o aviso prévio ao sair, é tratado com indiferença a ponto de ser tratado pessimamente na frente de outros, além de tentar prejudicar o máximo possível o funcionário durante sua saída. O RH é falho e complicado, além de terem inventado mentiras sobre meu desligamento. Há muito mérito de funcionários que se relacionam bem com a presidência. O turnover na empresa chega a ser assustador.

    Conselhos para presidência: Sejam mais maleáveis e aceitem melhor as opiniões dos outros. Procurem saber os dois lados antes de tomarem qualquer ação. Façam analises de absenteísmo e turnover, eles irão mostrar a vocês o quão comprometidos os funcionários estão com seu negócio. E o mais importante: sejam humildes.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há quase 2 anos

    Tem muito o que mudar

    Ex-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: O clima de casa e empresa pequena tinha tudo para dar certo e ser acolhedor. Cafezinho servido na mesa, alguns funcionários bem experientes e dispostos a ajudar a empresa a crescer. As vezes é permitido ir de shorts/bermuda.

    Contras: Não faça nada que desagrade o dono. Caso faça, se prepare para o que está por vir. Muita fofoca (o que acaba atrapalhando muito o rendimento de uma empresa de menos de 30 funcionários), processos que não são seguidos e acabam sendo atropelados por tudo ser "emergencial". Muita mentira é contada e ninguém vai atrás para saber quem está com a verdade. Vale quem chegou primeiro! Presidência autoritária, que não aceita nem ouvir outras opiniões. Uma empresa parada no tempo e que tem o objetivo de ser assim. Experimente sair sem cumprir o aviso prévio então.

    Conselhos para presidência: Sejam mais abertos, ouçam a opinião dos outros. Aprendam a falar "desculpe". Não tome decisões precipitadas visando prejudicar o funcionário.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 7 meses

    Empresa Mediana

    Analista de Serviços EducacionaisEx-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: Refeitório, café da manhã em equipe nas sextas-feiras, flexibilidade de horários, clima agradável de trabalho, empresa composta por muitos jovens.

    Contras: Salário baixo, só os "queridinhos" ganhavam aumento. Mal planejamento, o que resultava em muitas horas trabalhadas em alguns dias e em outros ociosidade.

    Conselhos para presidência: Ouvir mais os profissionais, valorizar e criar planos de carreira consistente.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 10 meses

    Ex-funcionário, saiu em 2017


    Prós: Café da manhã as sextas-feiras. Churrascos para comemorar entregas de projetos. Produto LMS é interessante para o mercado e tem muito potencial. A empresa tem muitos clientes bons e grandes e por isso pode ser bom para início de carreira.

    Contras: Empresa desorganizada. Diretoria tomando decisões sem a participação dos funcionários. Projetos com prazos inadequados e com mudanças sem sentido a todo momento atrapalham as entregas ainda mais.

  • Há mais de 1 ano

    Empresa para iniciar na área

    Web DesignerEx-funcionário, saiu em 2013

    São Paulo, SP


    Prós: Ambiente agradável, equipe multidisciplinar, café da manhã as sextas-feiras, frutas todos os dias, vaga para estacionar, projetos interessantes, trocas de conhecimentos relevantes com outras áreas.

    Contras: Diretores se importam pouco em como manipulam as pessoas, decisões de manter ou não um funcionário e como isso é feito não levam em consideração quem sai ou fica na empresa, desvalorizam os profissionais e menos quando esses ameaçam sair da empresa

    Recomenda a empresa: Sim


Informações da empresa

Sciere