Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Richards?

21 postagens (7 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.71
  • Remuneração e benefícios
    3.57
  • Oportunidade de carreira
    2.57
  • Cultura da empresa
    3.86
  • Qualidade de vida
    3.86

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há quase 2 anos

    Lado bom ,lado ruim Richards

    VendedorEx-funcionário, saiu em 2015


    Prós: A empresa tem um preparamento e treinamento pra nós vendedores,trabalhava com varias atividades como vendas,arrumaçao de loja,finalizava vendas no caixa,pós vendas e com metas.

    Contras: Nao tinha horario fixo,trocava sempre de gerencia ,banco de horas é horrivel e ganhava só por comissao. Trabalhei mto e fui pouca recompensada

    Conselhos para presidência: A empresa te da oportunidas em lojas grandes pra crescer e vc consegue se expressar bem suas opinioes .

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 9 meses

    Boa empresa

    VendedorEx-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: Horário flexível... ótima qualidade de ambiente de trabalho, equipe em geral colabora bastante para crescimento de vendas.... Participação na Plr

    Contras: Expectativa de crescimento é bem baixa. Obrigação de comprar a cada coleção a Roupa da loja. Vale refeição baixo. Falta funcionários de apoio.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 2 anos

    Ex-funcionário, saiu em 2012


    Prós: Ambiente muito agradável, gerente cortes, solicito, dedicado, estimulador. Ambiente amigável, trabalho estimulante, com bons retornos,

    Contras: sem hora pra sair por conta do movimento.

    Conselhos para presidência: Discriminar as horas extras e adicionais noturnos no contracheque do funcionário.

  • Há 9 dias

    Boa empresa, má gestão!

    Ex-funcionário, saiu em 2016


    Prós: Salário em dia, organização da loja impecável e quadro de funcionários harmonioso e o funcionário tem grande abertura com cliente, desde a abordagem ao fechamento de venda.

    Contras: Não tem muita oportunidade de crescimento. É na base do puxa-saco! Vendedores que se destacam não tem o devido reconhecimento. O fardamento é comprado com apenas 50% de desconto, visto que as peças são caras e Ainda precisa da aprovação da gerência.

    Conselhos para presidência: A empresa deveria dar mais valor aos vendedores, visando os que sempre atingem metas e não são reconhecidos. O fardamento deveria ser doado ou ter um desconto maior. A comissão também precisa ser revista! Funcionários satisfeitos trabalham melhor!

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 30 dias

    Já foi muito melhor.

    Gerente

    Brasília, DF


    Prós: Ótimo ambiente, produtos legais e de qualidade, muita chance de crescimento, investem nos funcionários, empresa bem setorizada. Boa equipe de trabalho.

    Contras: Sobrecarrega os funcionários. Inúmeras funções para serem feitas pelo gerente. Remanejamento, VM, vritine, cobrança absurda de números, ultimamente uma pressão absurda.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 4 meses

    Melhor empresa para trabalhar em Shopping.

    Vendedor

    Salvador, BA


    Prós: ótimo clima de trabalho, boa gerência e supervisão, produtos muito bons, colegas legais, visuais merchandising estimulantes, premiação bacana para quem bate cota!

    Contras: Mudança repentina de carga horária, não pode comer dentro da empresa, lentidão pra resolver problemas com materiais de loja, só recebe premiação caso a loja fique acima de um percentual, individualmente não adianta bater cota.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 5 meses

    Ótima experiencia profissional

    Auxiliar de VendasEx-funcionário, saiu em 2017

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Oportunidade unica de aprendizado, boa interação com a equipe, ótimo local de trabalho, salário bem acima da média, escala tranquila,bastante trabalho, desafios diários, equipe compreensiva e claro, muitas vendas!

    Contras: Não pude reparar muitos pontos negativos na empresa, nunca fui ofendido nem colocado para baixo por nenhum dos funcionários, a unica coisa que se deve melhorar em todos os lugares é o salário, de resto, tudo excelente!

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 6 meses

    Satisfatório para quem bate suas metas

    Gerente de Loja

    São Paulo, SP


    Prós: Bonificação para metas atingidas de 90% a 100% de 100% a 105% de 105% a 110% e teto maximo 120% pode chegar a conseguir salários de até R$ 9.000 bruto

    Contras: Departamento de Visual Merchandasing não atende São Paulo e praças do interior. Tendo que a equipe toda de loja fazer está função. Departamentos de Rh e Dp com tempo de resposta muito lenta, e os telefones dos departamentos congestionados.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 9 meses

    ok, mas...

    Vendedor ComissionadoEx-funcionário, saiu em 2015

    São Paulo, SP


    Prós: Ambiente leve e solto, liberdade e flexibilidade nos horários, bem localizado, convênio com o estacionamento local, descontos para funcionários

    Contras: pouco tempo de treinamento, sistema confuso, funcionários devem esperar em pé por até duas horas a chegada da sua vez na "fila de próximo " do atendimento

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 1 ano

    Empresa Confusa

    VendedorEx-funcionário, saiu em 2011

    Belo Horizonte, MG


    Prós: É uma empresa reconhecida no mercado. Se voce trabalhar em uma loja comum, dá pra tirar um salário muito legal. O horário é fixo até aos Sabados.

    Contras: Antes da compra pela Inbrands não havia benefícios. Trabalhar em Outlet da marca não recompensa. Os gerentes tem total autonomia, não repassando informações importantes aos supervisores e deixando a relação entre gerencia e vendas um pouco tensa.

    Recomenda a empresa: Não


Informações da empresa

Richards

Descrição:Em 1974, a Richards lançou no Brasil um novo conceito de roupas, associado a um estilo de vida original, informal e requintado. Hoje, está presente em diversas cidades e balneários do Brasil, com 49 lojas próprias e 34 franquias, além de ter suas peças em cerca de 400 lojas multimarcas.

Site

RH: quer atrair bons talentos?