Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Ri Happy Brinquedos?

30 postagens (5 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.80
  • Remuneração e benefícios
    3.33
  • Oportunidade de carreira
    2.33
  • Cultura da empresa
    3.33
  • Qualidade de vida
    2.00

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há aproximadamente 2 anos

    Funcionário


    Prós: Salário, vale, comissões são pagos em dia sem maiores complicações.

    Contras: Falta apoio, muita pressão, sem incentivos profissionais, cobranças desnecessárias.

    Conselhos para presidência: Aprender a lidar com o ser humano e não simplesmente ver como simples números a serem computados.

  • Há mais de 2 anos

    empresa péssima, amizades boas!

    VendedorEx-funcionário, saiu em 2015

    Jaboatão dos Guararapes, PE


    Prós: Amizade que construímos com clientes e colegas de trabalho

    Contras: Não paga justamente o seu funcionário e não cumpre com a palavra

    Conselhos para presidência: Cumprir com a palavra com o funcionário,dá mais valor para funcionário e parar de pressionar os funcionários se não bater a cota

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 2 anos

    ilusão de empresa

    Vendedor

    Londrina, PR


    Prós: Pagamento pontual, acho que só

    Contras: Baixo salário e gerentes sem capacidades

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 2 anos

    Ex-funcionário, saiu em 2014


    Prós: Boa localização do escritório.

    Contras: Uma empresa que precisa muito se renovar, possui muitos funcionários antigos que não acompanharam as mudanças de gestão e que não dão espaço para novos funcionários. Pessoal com mente muito fechada e que acham que são melhores do que demais pessoas que vieram de outras empresas. Os departamentos não se comunicam e há muita resistência a mudanças. Sem perspectiva de crescimento e sem plano de carreira.

    Conselhos para presidência: Plano de carreira e valorização dos funcionários é essencial para que a empresa continue a crescer.

  • Há quase 2 anos

    Quem sorri é só o mascote da marca, os funcionários estão sempre tristes e desmotivados.

    Auxiliar FinanceiroEx-funcionário, saiu em 2015

    São Paulo, SP


    Prós: Benefícios, vt, vr, va, convenio médico e odontológico e você pode ser sócio do Sesc.Salário na média do mercado.

    Contras: Oportunidade de crescimento 0 a empresa tem funcionários que estão lá dando o sangue e só recebem dissídio. A empresa só quer no momento terceirizar e cortar custos, ou seja se você quer ter uma carreira de promoções e reconhecimento profissional passe longe dessa empresa. Gerentes de Departamento geralmente não respeitam os funcionários mas sabem muito bem cobrar resultados.

    Conselhos para presidência: Lembrem se a empresa é feita de pessoas, cortar custos a todo custo só deixa os funcionários mais desmotivados e isso diminui a produtividade.Passem a investir em capital humano de dentro a empresa.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há quase 2 anos

    Sem futuro

    Operador de Loja

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Pagamento em dia plano se saúde dentario

    Contras: Falta de organização.plano de carreira

    Conselhos para presidência: Olha com carinho seus funcionários dedicados

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 2 anos

    Razoável

    Vendedor

    Salvador, BA


    Prós: Ótima para se trabalhar, brincando

    Contras: Precisa melhorar mais as comissões

    Recomenda a empresa: Não

  • Há quase 3 anos

    Uma boa empresa, mas não valoriza os funcionários novos e precisa ter mudanças rápidas

    Comprador

    São Paulo, SP


    Prós: A empresa está em uma nova gestão que tem um potencial muito grande de mudar e melhorar.

    Contras: A não valorização de novos funcionários, não existe visibilidade de carreira, pessoas antigas da empresa com mente fechada, uma falsidade com os novatos e o salário é um dos mais baixos do mercado, menos dos executivos, que sempre são "convidados" e vem a peso de ouro.

    Conselhos para presidência: Melhorar principalmente os salários e os benefícios para os funcionários, melhorar a politica de trabalho e rotina.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 12 meses

    Período de experiência razoável

    Vendedor

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Variedade de produtos e o público são diferencias para o bom ambiente de trabalho. É uma ótima porta de entrada para outras empresas devido ao público AA que atendemos

    Contras: Não recebi nenhum treinamento ou orientação sobre a empresa. O programa de estoque é defazado e o vendedor acaba perdento tempo ou vendas em determinadas situações

    Conselhos para presidência: Focar nas vendas casadas e atendimento diferenciado ao cliente

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 1 ano

    Ri Happy Brinquedos

    VendedorEx-funcionário, saiu em 2015

    Brasília, DF


    Prós: Local divertido de se trabalhar e o paga tudo certo em dia,equipes ótimas de montagem de loja. organização e dos brinquedos na loja..destinado a cada idade.

    Contras: Não tem plano de crescimento, não possui alimentação só ajuda de custo de 79,00 reais,falta de reconhecimento profissional ,falta de ética profissional de alguns colaboradores e gerências..

    Conselhos para presidência: Dar chance de crescimento parar funcionários,pois possuem bastante colaboradores experientes na empresa,ter mais respeito pelo trabalho do funcionário,uma supervisão mais sobre gestores e buscar dar mais valores aos seus funcionários...

    Recomenda a empresa: Sim


Informações da empresa

Ri Happy Brinquedos

Descrição:Em 1988, um pediatra e um administrador de empresas especializado em informática resolveram se unir e, com muita imaginação e talento, criaram a Ri Happy Brinquedos. A base do sucesso dessa que já é líder absoluta no varejo especializado em brinquedos é o atendimento personalizado, a variedade de produtos e os preços competitivos. Suas seis lojas iniciais, agora, são mais de 100 e estão espalhadas por todo o Brasil, nas principias capitais e no interior de vários estados. Sempre à frente da concorrência, em 1997, a empresa colocou no ar o primeiro site brasileiro para a venda de brinquedos e, logo depois, lançou a primeira revista própria de seu segmento.

Site

RH: quer atrair bons talentos?