Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Receita Federal?

85 postagens (28 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.86
  • Remuneração e benefícios
    2.64
  • Oportunidade de carreira
    2.68
  • Cultura da empresa
    3.61
  • Qualidade de vida
    4.07

Recomendam a empresa a um amigo


  • Há aproximadamente 3 anos

    Excelente órgão para se trabalhar.

    Auditor Fiscal

    Curitiba, PR


    Prós: Na atual lotação, Divisão de Tributação da Superintendência, há bastante estudo a ser feito. O trabalho em equipe é fundamental e, neste quesito, há muita convergência, muita colaboração mútua entre os auditores da Divisão, bem como nas relações com a Coordenação Geral de Tributação, órgão central, em Brasília. Ambiente de trabalho saudável, farto material de pesquisa e ótimo relacionamento.

    Contras: Como nada é perfeito e tudo pode melhorar, os equipamentos e softwares disponíveis estão defasados. Poderia haver uma modernização no parque de informática da casa.

    Conselhos para presidência: Trabalho em equipe, solidariedade, pro atividade, conhecimento, habilidade, ATITUDE, dedicação. Saber, saber fazer e, fazer.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 3 anos

    Receita Federal na fronteira

    Analista Tributário

    Ponta Porã, MS


    Prós: Estabilidade, boa remuneração.

    Contras: Trabalho inicial na fronteira, com péssimo ambiente de trabalho, dificuldades em ter treinamento, pouco pessoal.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 2 anos

    Desvalorização do corpo técnico

    Auditor Fiscal

    Ribeirão Preto, SP


    Prós: Relativa estabilidade Atividade socialmente relevante Bom ambiente de trabalho local

    Contras: Desvalorização das pessoas Falta de investimento em capacitação Conflitos entre cargos e funções Gestão imediatista

    Conselhos para presidência: Retomar a valorização das pessoas, lutando pela recuperação do padrão de vida dos profissionais e investindo na sua capacitação em todos os aspectos, incluindo experiências internacionais.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 3 anos

    quero saber se meu salario é compatível com o mercado

    Analista Tributário

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Estabilidade, possibilidade de remoção

    Contras: baixo numero de servidores, pouca evolucao salarial

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 3 anos

    Gosto de trabalhar onde eu trabalho.

    Funcionário


    Prós: Estabilidade, confiabilidade, seriedade

    Contras: Serviço público não sabe motivar.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há quase 4 anos

    Trabalho em instituição pública

    Auditor Fiscal

    São Paulo, SP


    Prós: Salário. Horário flexíveis. Estatutário. Lei 8112 é muito melhor que a CLT

    Contras: Trabalho chato. monótono, sem perspectiva de crescimento na carreira.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 1 mês

    Salário ótimo para o que se produz.

    Auditor

    Brasília, DF


    Prós: Remuneração é o ponto forte. Ambiente físico também costuma ser muito bom. Nível cultural dos colegas costuma ser muito bom. Existe relativa flexibilidade de horários.

    Contras: Existe grande desmotivação entre os servidores pois, na maioria das vezes, o servidor que tem disposição para produzir e sugerir inovações acaba desmotivado. Isso se dá pois não existem critérios de seleção de chefias. São escolhidos por serem amigos do chefe maior ou porque ninguém quer ocupar a função. Outro problema é que não existe cumprimento de metas. É inacreditável quem em 2018 a RFB não saiba, ainda, quantificar a produção esperada de cada servidor, de cada serviço/setor. Chega a ser ridículos que um servidor produza 20 e outro 7 e ninguém saiba dizer qual dos dois está produzindo o esperado.

    Conselhos para presidência: Já passou da hora de criarem índices de produtividade sérios. Realmente de acordo com o esperado de quem trabalha 8 horas por dia(algo raríssimo). Dessa forma poderia "obrigar" os relapsos a se esforçarem mais. Todos saberiam que tem que bater a meta ou seria instados a explicar/justificar. Também é mais que na hora de implantar a quem tiver interesse o teletrabalho com meta + uma produção extra. obrigar alguém a comparecer ao local de trabalho, nas condições como é hoje, é fazer com que esse servidor fique desestimulado e até deprimido pois passará horas ouvindo queixas dos colegas.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 2 meses

    Receita Federal

    Auditor Fiscal

    Guarulhos, SP


    Prós: Ampla opção de áreas de atuação, ambiente de trabalho bom, estabilidade, possibilidade de remoção para outras unidades da RFB, boa remuneração

    Contras: Déficit de servidores aumentando a cada ano com aposentadorias e outras vacâncias, e também dadas as poucas vagas que têm sido abertas nos últimos concursos. Falta de treinamento, tanto relativo aos diversos sistemas da RFB, quanto à legislação pertinente, sendo necessário aprender pela experiência dos servidores mais antigos e/ou por conta própria.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 5 meses

    A Bolsa poderia ser melhor

    Estagiário SuperiorEx-funcionário, saiu em 2011

    Manaus, AM


    Prós: Flexibilidade de horário, e fácil adaptação, habiente sem muita pressão. Um ambiente bom para uma primeira experiência profissional. Localização.

    Contras: Sem chance de carreira, assedio por parte de alguns funcionários efetivos, pouco senso de liderança. Não agrega experiência profissional, não indico para quem já tem alguma experiência. Paga muito pouco.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 5 meses

    Empresa muito boa

    Analista Tributário

    Volta Redonda, RJ


    Prós: Ambiente agradável e estável. Reconhecimento e autonomia Salário bom Benefícios bons Gestão boa Equipamentos e plataformas de última geração

    Contras: Nada a declarar Lugar para estacionar Falta privacidade para os contribuintes tirar dúvidas Deveria ter horário de almoço maior

    Recomenda a empresa: Sim


Informações da empresa

Receita Federal

Descrição:A Secretaria da Receita Federal do Brasil é um órgão específico, singular, subordinado ao Ministério da Fazenda, exercendo funções essenciais para que o Estado possa cumprir seus objetivos. É responsável pela administração dos tributos de competência da União, inclusive os previdenciários, e aqueles incidentes sobre o comércio exterior, abrangendo parte significativa das contribuições sociais do País. Também subsidia o Poder Executivo Federal na formulação da política tributária brasileira, previne e combate a sonegação fiscal, o contrabando, o descaminho, a pirataria, a fraude comercial, o tráfico de drogas e de animais em extinção e outros atos ilícitos relacionados ao comércio internacional.

Site

RH: quer atrair bons talentos?