Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na QuintoAndar?

50 postagens (29 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.90
  • Remuneração e benefícios
    3.90
  • Oportunidade de carreira
    3.31
  • Cultura da empresa
    4.07
  • Qualidade de vida
    3.59

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há aproximadamente 1 ano

    Confusos

    Ex-funcionário, saiu em 2016


    Prós: Funcionários muito bem qualificados que sabem o que estão fazendo, sempre acompanhando as principais tendências de tecnologia e ambiente informal.

    Contras: Falta de clareza nos objetivos, pressão acima da média, praticamente forçando funcionários a trabalhar mais de 8 horas por dia. Falta de foco.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 22 dias

    "We care", "Transparência", "Leve & Gostoso"

    MarketingEx-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: As pessoas, sem dúvida. Muita gente competente e qualificada! Conheci gente que estava disposta a ajudar, a fazer o período de adaptação ser melhor.

    Contras: No meu tempo no 5A, tive a oportunidade de ver pessoas altamente qualificadas sendo desconsideradas em pouquíssimo tempo. Os motivos são diversos: pessoas que não tiveram um "fit" com a cultura da empresa, pessoas com problemas comportamentais, pessoas que não tinham o perfil desejado pra vaga, etc. Quando você vai olhar com maior detalhe o que de fato aconteceu com essas pessoas, os motivos são totalmente outros. Falta de acompanhamento e direcionamento, falta de uma organização mínima, desvio de função, falta de clareza de atribuição, bipolaridade da gestão, dentre outros. Pessoas precisam ser desenvolvidas. Pessoas precisam ser tratadas com respeito. Teve uma galera que saiu de empresas sérias e renomadas; gente que saiu de outro estado/país pra se arriscar numa empresa "leve & gostosa"como eles costumam pregar. A verdade nua e crua é que não existe paciência/tolerância/investimento de tempo nem da parte dos founders nem da parte da gestão para diagnosticar o real motivo das pessoas estarem desanimadas, infelizes, insatisfeitas. Não existe tolerância com os erros, e por isso, o clima vem ficado cada vez pior, onde as pessoas não sabem por onde pisam, como falam e o que falam. Existe um tal termômetro da felicidade no 5A, onde supostamente a empresa se diz preocupada com o bem-estar das pessoas. Pelo que sei, as últimas 4 pessoas que saíram do 5A assumiram nessa pesquisa estar infelizes, sem direcionamento e preocupadas com a percepção da gestão, pois era muito afastada e não havia direcionamento. Coincidência? Lógico que não. Hoje quando olho pro 5A, uma empresa que prega tanto a transparência e o famoso "we care", você vê que é mais uma empresa que escreve na parede o que supostamente é. E aí você vê um monte de gente legal e bacana que apostou todas as fichas saindo e escrevendo aqui no site do Love Mondays. Se não existir um verdadeiro we care por parte do 5A, eles poderão ter um produto excelente, mas alta rotatividade e uma reputação péssima. E reputação é muito difícil de contornar.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 1 mês

    Bagunçado

    Ex-funcionário, saiu em 2017


    Prós: Bastante informal e com iniciativas para aumentar engajamento dos funcionários (festa uma vez por mês, reunião para comunicar resultado com todos). Ambiente jovem e descontraído, amigável a LGBT. Diversidade cultural - pessoas de outros lugares do Brasil e até de fora.

    Contras: Bagunça: banheiros sujos, tem cerveja na sexta mas não tem pão com manteiga pra tomar café nunca, falta de visão do todo pelos cargos do topo, muitas planilhas pra controlar coisas importantes que deveriam ser automatizadas. Falta de preocupação com desenvolvimento e performance. Autonomia demais e coordenação de menos.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 7 meses

    Passam a imagem de descolados, mas não é bem assim!

    FuncionárioEx-funcionário, saiu em 2017

    Campinas, SP


    Prós: A proposta de inovação é bem interessante, a localização do escritório é boa, a empresa está em constante crescimento e sempre contratando gente nova. O ambiente é informal, do tipo que você pode ir trabalhar de chinelo e o pacote de benefícios até que é bacana.

    Contras: A experiência depende muito da área em que você estiver, cada uma tem as suas próprias regras. Algumas são valorizadas e outras não. Isso é bem visível no dia a dia. Querem passar a imagem de que são super descolados e de que todo mundo ama trabalhar lá. No Instagram inclusive, reforçam algumas coisas que não são tão verdade para vender essa ideia. Você entra animado, com brilho nos olhos e acreditando bastante nesse conceito, mas se você tiver um pouco de sensibilidade e senso crítico, com o tempo vai enxergando a realidade e as diversas falhas de gestão. Nas conversas de corredor é bem nítido que muita gente está desmotivada. Como muitos lugares, tem gente que puxa o saco do chefe ou o "tapete" do outro para se dar bem. E isso dá certo! Rola uma certa rivalidade velada por causa de cargos e tem uma galera com um perfil bem agressivo para conseguir um. A área de comunicação é mal gerenciada e a relação interpessoal é difícil. Na prática, você não tem liberdade para contribuir, mesmo sendo cobrado por isso. As ideias da equipe são sempre barradas pela gerência, que parece não ser antenada na área de Social Media, mas também não dá espaço para desenvolver um trabalho bacana. Se você começar a apontar algumas questões, pode ser levado para o lado pessoal. Então, se você não tiver talento para ser puxa-saco, talvez seja melhor se contentar em ser um executador de tarefas, o que para a comunicação é bem desanimador. Mas claro, tem gente muito boa e do bem no meio disso tudo!

    Conselhos para presidência: Valorizem mais as pessoas e a qualidade, mesmo o foco sendo no crescimento. Com quase 200 funcionários, talvez não faça mais sentido o discurso de que não terão um departamento de RH . Comunicação interna é importante, acreditem! Não é somente com um almoço/café da manhã com os fundadores que vai melhorar.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 9 meses

    Ótima imagem, péssimo físico.

    Analista de OperaçõesEx-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: Inovação constante, liberdade até a primeira vírgula, ambiente leve, boa remuneração, boa localização, sempre está na mídia, fundadores bastante atenciosos e humildes.

    Contras: Setor administrativo pessimamente gerenciado por pessoas que não tem experiência nem capacidade, foco exclusivo no crescimento e não na qualidade, não ouvem os colaboradores, estrutura saturada, influências contam mais que capacidade, o cliente nunca tem razão, contratam pessoas sem nenhuma ideia do que farão, não oferecem treinamento, não há plano de crescimento interno, qualidade de vida zero, cultura inexistente, não há setor de pessoas ou estrutura de recursos humanos, enfim, a imagem é excelente porém peca e muito na fidelização de seus stakeholders

    Conselhos para presidência: Toda construção começa de baixo para cima e nunca de cima para baixo, é mais fácil se enxergar a construção como um todo do que após que se está construído tentar reparar as estruturas, valorizem pessoas que estão com vocês desde o começo pois realmente amam o que fazem, gostar de trabalhar em startup tornou-se uma onda, entendam realmente quem gosta do Quintoandar.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 1 ano

    Confusos

    Product OwnerEx-funcionário, saiu em 2015

    São Paulo, SP


    Prós: Funcionários muito bem qualificados que sabem o que estão fazendo, sempre acompanhando as principais tendências de tecnologia.

    Contras: Falta de clareza nos objetivos, pressão acima da média, praticamente forçando funcionários a trabalhar mais de 8 horas por dia

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 3 meses

    "Nem tudo que reluz é ouro."

    Ex-funcionário, saiu em 2016

    Campinas, SP


    Prós: A empresa oferece alguns benefícios interessantes como 70% de auxilio academia até o valor de R$400,00 e auxílio combustível, sem excluir os de praxe do mercado (plano de saúde, odontológico, etc).

    Contras: Entrei na empresa bem no começo quando ainda era uma imobiliária querendo se tornar uma Start Up e permaneci até o momento que de fato se tornou uma Start Up. O que ouvi dos que estavam la desde o início foi que a empresa perdeu sua "alma" no sentido que passou a exclusivamente visar lucro ao invés do bem estar de seus funcionários e, no final foi realmente a impressão que me passou. Você é interessante até o momento que você for descartável. E quando metade da empresa se tornou descartável, assim foi feito. Eu não acho errado uma empresa agir assim, eu só não gosto de empresas que mostram uma coisa para você quando na realidade são outra coisa. Não mostre uma família, um time, uma equipe, quando na realidade os seus funcionários somente são o objeto que você vai usar para chegar ao topo.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 3 meses

    Corretor pouco valorizado

    Corretor Imobiliário

    São Paulo, SP


    Prós: O aplicativo com a agenda diária dos clientes para atendimento, sem dúvida é o melhor ponto positivo.

    Contras: Os clientes para atendimento que os corretores recebem na agenda diária, são descompromissados e em muitas vezes não aparecem nas visitas agendadas, que acarreta em desperdício tempo e combustível. O valor de imóveis em muitas vezes são baixos, mas no momento da contratação dos corretores a Quinto Andar, informa que o valor mínimo do imóvel será de R$ 1000,00 mas isso não acontece na pratica. O valor pago de comissão por contrato de locação fechado é muito abaixo do mercado passou de 30% para 20%. A Quinto Andar, não possui escritório físico, então o corretor em intervalos grandes entre visitas deve arrumar o seu local de espera. No aplicativo com o agendamento dos clientes, também é possível ver ver os contratos fechados no mês, mas essa função é falha e nunca mostra todos os clientes fechados no mês e ficamos na sinceridade ou não da Quinto Andar.

    Conselhos para presidência: De imediato, deveriam melhorar a comissão para 30% trabalhando assim com o mínimo aceitável do mercado. Corrigir o erro no aplicativo que mostra os contratos fechados. Deveriam dar mais autonomia aos corretores podendo eles realmente acompanhar todo o processo de locação e não esconder tudo do corretor. Poderiam também melhorar as condições de trabalho, no deslocamento diário, em muitos casos, acontece do corretor ter que percorrer distâncias longas entre uma visita e outra. Deveriam contratar corretores para trabalhar no escritório, desta forma os corretores e os clientes teriam um atendimento especializado.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 4 meses

    Um ótimo lugar para trabalhar o equilíbrio entre flexibilidade e grandes desafios.

    Analista Financeiro

    São Paulo, SP


    Prós: É um ambiente construtivo, onde respeitam sua opinião e estimulam a autonomia. Além de proporcionar um ambiente descolado, os líderes da empresa são bastante acessíveis

    Contras: São desafios enormes o produto da empresa precisa evoluir muito pra facilitar o desenvolvimento das atividades na empresa. Os processos são lentos, apesar da tecnologia. Os salários são baixos em operações.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 4 meses

    Boa empresa para se trabalhar, mas sem plano de carreira

    Gerente de RelacionamentoEx-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: Empresa crescendo, liberdade de exposição de idéias e conceitos. Oferecem bastantes benefícios, como academia por exemplo. Focam bastante em metas alcançadas.

    Contras: Constante mudança, não sabe para onde seguir e acaba refletindo no trabalho. Sem plano de carreiras, os salários das pessoas novas são bem baixos.

    Recomenda a empresa: Sim


Informações da empresa

QuintoAndar

Descrição:O QuintoAndar é uma empresa de tecnologia que facilita o processo de aluguel de imóveis do início ao fim. Estamos criando um novo modelo de negócios que é único no mundo inteiro e que está revolucionando o setor imobiliário. Além de uma equipe que só tem fera, contamos com o suporte de alguns dos melhores investidores do mundo: Kaszek Ventures, Graph Ventures e Kevin Efrusy from Accel Partners.

Site

RH: quer atrair bons talentos?