• Vagas
  • Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN)?

54 postagens (26 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

4.04
  • Remuneração e benefícios
    2.81
  • Oportunidade de carreira
    2.23
  • Cultura da empresa
    3.54
  • Qualidade de vida
    3.88

Recomendam a empresa a um amigo


  • Há 2 meses

    Muito bom

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2015

    Recife, PE


    Prós: Ambiente de apreendizagem muito bom, desenvolvimento técnico muito bom, trabalhando diretamente junto com os procuradores da Fazenda Nacional

    Contras: Baixo salário para muito trabalho, seria o único ponto negativo que mais chama atenção, por que quanto a apreendizagem é muito boa, na esfera tributária.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 3 meses

    Excelente período.

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2015

    Pelotas, RS


    Prós: Profissionais excelentes. Oportunidade de aprendizado única para quem tiver a experiência de trabalhar na procuradoria. Horário compatível com as atividades desempenhadas.

    Contras: Os pontos negativos de um órgão público. Excesso de burocracia no desempenho de algumas tarefas pelos servidores, bem como a falta de recursos para investimento de infra-estrutura.

    Conselhos para presidência: Excelente experiência.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 3 meses

    Boa para ter alguma experiência

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2015

    Pouso Alegre, MG


    Prós: Aprendizado na área de administração pública; Horário flexível para exercer o estágio; Boa relação entre estagiários e servidores; Chance de crescimento pessoal.

    Contras: Como se trata de órgão público, o processo seletivo é feito através de edital e até a efetivação da proposta de estágio leva-se meses. Além disso, os estagiários não tem uma remuneração compatível com o mercado.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 3 meses

    Um órgão em transformação.

    Procurador da Fazenda Nacional

    Brasília, DF


    Prós: Há um espírito de mudança vigente. A PGFN tende a se destacar nos próximos anos como uma referência no Serviço Público Federal. Antevejo atividades mais estratégica e um ambiente menos hierarquizado.

    Contras: A PGFN ainda está presa a um modelo burocrática, é necessário acelerar o processo de mudança, especialmente nas unidades com prevalência de atividades mais fragmentadas.

    Conselhos para presidência: Valorização máxima do trabalho, promover avaliação de desempenho real.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 4 meses

    Ambiente tranquilo para o aprendizado.

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2017

    Niterói, RJ


    Prós: Procuradores são atenciosos e preocupam-se com o aprendizado em sua maioria. Horário flexível. Diversidade no aprendizado e compreensão da esfera administrativa na RFB.

    Contras: Burocracia excessiva para lidar com situações simples. Trabalho por as vezes é extremamente mecânico. Servidores poucos qualificados e despreocupados com a importância do trabalho e sem compreensão de hierarquia.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 4 meses

    Boa

    Estagiário SuperiorEx-funcionário, saiu em 2016


    Prós: Ambiente bem descontraído, bom para aprender e com horarios flexíveis. Alguns procuradores são bem dispostos a ensinar e em período de provas há redução da jornada de trabalho.

    Contras: Existem algumas disputas bobas entre estagiários para tentar conquistar outra posição e algumas pessoas não muito dispostas a ajudar.. a bolsa auxilio é muito baixa e o vale transporte nao é pago de forma integral

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 4 meses

    prós e contras

    Estagiário Superior

    Recife, PE


    Prós: Carga horária conveniente, espaço para desenvolver atividades paralelas, acesso a informações relevantes, boa localização, flexibilidade em realizar o trabalho.

    Contras: baixa remuneração, tramites e politicas não estão bem estabelecidas, divergências de informações.

    Conselhos para presidência: Rever as remunerações para estagiários administrativos superior e médio. Buscar convênios de cursos e palestras para cultivar uma cultura proativa e empreendedora por parte dos estagiários, não existe incentivo para que o estagiário contribua com o avanço das práticas, que são engessadas e muitas vezes gargalos nos objetivos da instituição.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 4 meses

    Ótimo para começar na carreira e para aprender de um modo informal

    Estagiário de Direito

    São Paulo, SP


    Prós: Ótimo lugar para se aprender, com uma boa flexibilidade de horários. Trabalha - se muito com a parte tributária, trabalhista e previdenciária, dependendo da divisão na qual se está

    Contras: Algumas procuradoras não auxiliam muito os estagiários. Falta estrutura em algumas divisões e não é muito organizado em todos os requisitos, além de uma burocracia exacerbada

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 4 meses

    Ótimo local de aprendizagem

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2013

    São Paulo, SP


    Prós: A Procuradoria é o lugar em que eu mais aprendi como estagiária! Você lida diretamente com os processos e precisa aprender para dar continuidade para os mesmos. Todos os procuradores com quem eu tive contato foram super atenciosos, tiravam todas as dúvidas e contribuíam para que eu fizesse meu trabalho melhorar cada vez mais.

    Contras: Como qualquer repartição pública, tudo tem que passar por uma burocracia e muitas vezes vemos 'mais do mesmo', já que os tipos de processos são divididos pelos procuradores e cada um costuma fazer sempre a mesma coisa. E, claro, a bolsa-auxílio não se compara ao que um estagiário receberia em um escritório de direito.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 5 meses

    boa

    Estagiário

    Curitiba, PR


    Prós: Muito aprendizado em relação a direito tributário e administrativo. Ao trabalhar na Procuradoria da Fazenda Nacional você consegue ter uma ideia de como é feita a cobrança judicial da Divida ativa da Uniao

    Contras: A elaboração de execuções fiscais pode ser um tanto quanto repetitiva. Alguns procuradores não auxiliam os seus estagiarios e os mesmos ficam muito soltos.

    Recomenda a empresa: Sim


Informações da empresa

Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN)