• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas
Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN)?

58 postagens (25 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.84
  • Remuneração e benefícios
    2.96
  • Oportunidade de carreira
    2.24
  • Cultura da empresa
    3.32
  • Qualidade de vida
    3.76

Recomendam a empresa a um amigo


  • Há 30 dias

    Aprendizado excelente

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: Ambiente de trabalho, contato com colgeas, ajuda dos procuradores, contato entre as áreas e elaboração de peças de 1 e 2 grau com ênfase na matéria do direito tributário

    Contras: Baixa remuneração já que diante de uma carga horária de 6 horas os estagiários poderiam receber mais e também a falta de estrutura, com computadores antigos

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 1 mês

    Massa

    Estagiário

    Feira de Santana, BA


    Prós: Pouca demanda, possibilidade de compensação, seu horário pode ser negociado com seu procurador, vc fica trabalhando com processos eletrônicos e físicos.

    Contras: Limitação de aprendizagem visto que trabalhamos apenas com tributário, processo civil, direito do trabalho e processo do trabalho. Mas da pra aprender bastante.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 1 mês

    Local interessante para se trabalhar.

    EstágioEx-funcionário, saiu em 2014

    Joinville, SC


    Prós: Os servidores e colaboradores são acessíveis, assim a possibilita o aprendizado. Há questões de política interna que limitam muitas coisas, como todo órgão público...

    Contras: Existem cabide de empregos, servidores que não colaboram ou estão aptos ao fornecimento de informações. Se der sorte, é possível evitar este tipo de pessoas.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 1 mês

    Bom lugar para aprender

    Estagiário de Direito

    Brasília, DF


    Prós: Salário e aprendizado são os pontos positivos da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional. O Estagiário tem contato direto com os procuradores, os quais ajudam bastante na construção jurídica.

    Contras: O vale transporte é pouco, não condiz com os preços de passagens de Brasília. Pagam em torno de 6,00 (seis) reais por dia, sendo que uma passagem de ônibus custa em torno de 5,00 reais.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 5 meses

    Muito bom

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2015

    Recife, PE


    Prós: Ambiente de apreendizagem muito bom, desenvolvimento técnico muito bom, trabalhando diretamente junto com os procuradores da Fazenda Nacional

    Contras: Baixo salário para muito trabalho, seria o único ponto negativo que mais chama atenção, por que quanto a apreendizagem é muito boa, na esfera tributária.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 5 meses

    Excelente período.

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2015

    Pelotas, RS


    Prós: Profissionais excelentes. Oportunidade de aprendizado única para quem tiver a experiência de trabalhar na procuradoria. Horário compatível com as atividades desempenhadas.

    Contras: Os pontos negativos de um órgão público. Excesso de burocracia no desempenho de algumas tarefas pelos servidores, bem como a falta de recursos para investimento de infra-estrutura.

    Conselhos para presidência: Excelente experiência.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 5 meses

    Boa para ter alguma experiência

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2015

    Pouso Alegre, MG


    Prós: Aprendizado na área de administração pública; Horário flexível para exercer o estágio; Boa relação entre estagiários e servidores; Chance de crescimento pessoal.

    Contras: Como se trata de órgão público, o processo seletivo é feito através de edital e até a efetivação da proposta de estágio leva-se meses. Além disso, os estagiários não tem uma remuneração compatível com o mercado.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 5 meses

    Um órgão em transformação.

    Procurador da Fazenda Nacional

    Brasília, DF


    Prós: Há um espírito de mudança vigente. A PGFN tende a se destacar nos próximos anos como uma referência no Serviço Público Federal. Antevejo atividades mais estratégica e um ambiente menos hierarquizado.

    Contras: A PGFN ainda está presa a um modelo burocrática, é necessário acelerar o processo de mudança, especialmente nas unidades com prevalência de atividades mais fragmentadas.

    Conselhos para presidência: Valorização máxima do trabalho, promover avaliação de desempenho real.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 6 meses

    Ambiente tranquilo para o aprendizado.

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2017

    Niterói, RJ


    Prós: Procuradores são atenciosos e preocupam-se com o aprendizado em sua maioria. Horário flexível. Diversidade no aprendizado e compreensão da esfera administrativa na RFB.

    Contras: Burocracia excessiva para lidar com situações simples. Trabalho por as vezes é extremamente mecânico. Servidores poucos qualificados e despreocupados com a importância do trabalho e sem compreensão de hierarquia.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 6 meses

    Boa

    Estagiário SuperiorEx-funcionário, saiu em 2016


    Prós: Ambiente bem descontraído, bom para aprender e com horarios flexíveis. Alguns procuradores são bem dispostos a ensinar e em período de provas há redução da jornada de trabalho.

    Contras: Existem algumas disputas bobas entre estagiários para tentar conquistar outra posição e algumas pessoas não muito dispostas a ajudar.. a bolsa auxilio é muito baixa e o vale transporte nao é pago de forma integral

    Recomenda a empresa: Sim


Informações da empresa

Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN)