• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas
Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Polishop?

260 postagens (82 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.67
  • Remuneração e benefícios
    3.58
  • Oportunidade de carreira
    3.23
  • Cultura da empresa
    3.46
  • Qualidade de vida
    2.82

Recomendam a empresa a um amigo


  • Há 2 meses

    Empresa fraca, muito exigente e paga mal

    VendedorEx-funcionário, saiu em 2019

    São Paulo, SP


    Prós: No meu ponto de vista não tem pontos positivos. Além dos negativos o ambiente de trabalho da minha loja era péssimo. E a gerente da loja não fazia questão de deixar o ambiente harmônico

    Contras: Empresa tem plano médico porém é descontado valor muito alto, o plano odonto não é aceito na maioria das clínicas. Tem que vender, arrumar estoque, levar produto na casa do cliente para não perder a venda e a comissão. Gestão não acompanha o seu crescimento e não da feedback. Além de vender muito para ter um salário porque é comissionado 100%, arrumar o estoque com aquelas caixas pesadas e são muitos produtos, levar o produto na casa do cliente. Tem que limpar a loja e limpar os produtos. Algumas coisas não foram passadas durante a entrevista

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 8 meses

    Fui sincera

    Vendedor Comercial InternoEx-funcionário, saiu em 2009

    Santos, SP


    Prós: Nenhum, a empresa tem metas altíssimas. Vende produtos quebrados, faz o funcionário levar a mercadoria até a casa do cliente, obriga o vendedor a fazer a vitrine(até as 2:00 da madrugada)

    Contras: Obrigada o vendedor a entregar revistas na frente do shopping, ambiente péssimo, funcionários mal treinados, não indico a ninguém. Exploração total

    Conselhos para presidência: Lidar melhor com funcionários, escravidão já foi a muito tempo.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 1 ano

    Não indico nem pra inimigo

    Analista Sênior

    São Paulo, SP


    Prós: Autonomia para trabalhar e consequentemente aprender. A maioria das pessoas são muito legais e de bom convívio. O nome da empresa ajuda a ter visibilidade no mercado.

    Contras: A comida é uma falta de respeito, as pessoas passam mal de verdade quase todos os dias e ninguém faz absolutamente nada, cheira mal, muitas vezes temos que sair para comer fora e pagar do próprio bolso pra evitar de comer comida estragada. Quanto menos você sabe maior é o seu cargo, não adianta fazer um mega esforço, trabalhar bastante para fazer crescer algo aqui dentro pq o reconhecimento só vai para as pessoas que te passam a perna e roubam suas ideias. A empresa não ajuda em nada com o convênio médico, não tem opção de VR, o lugar de trabalho é bem bagunçado, o banheiro fede a urina e tudo é muito antigo e sem reforma. Os funcionários não são autorizados a tomar o café que fica "disponível", apenas as pessoas com cargo alto. Se quiser tomar café, precisa pagar 2,90 em cada cápsula de Nespresso (onde a empresa tem parceria e vende as máquinas).

    Conselhos para presidência: Abrir a mente em questão de tatuagens, não ter preconceito com quem fuma. Ou seja, se a pessoa fumar é barrada pelo RH e nem passa para as próximas etapas de entrevista. Estamos em 2018 e a empresa parece ter a mente dos anos 60, com machismo e preconceito.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 1 ano

    A Polishop cobra as vendas mas não paga comissão.

    Vendedor

    Maringá, PR


    Prós: A empresa oferece vale refeição e plano odontológico com desconto no pagamento, pagamento sempre cai no dia certo, sem atrasos ou demora, folha de pagamento pode ser consultada online,

    Contras: Não existe planto de carreira, os vendedores são colocados em último lugar, não existe possibilidade de crescimento , enrolam e iludem o colaborador com a possibilidade de crescimento colocando para agir no cargo como subgerente e sempre criam empecilhos para não subirem. Os vendedores tem de efetuar a limpeza da loja e fazem serviços incompartíveis com o cargo, não é recebida a comissão, pois para isso é preciso passar o piso salarial, o que nunca acontece. Como o salário é baixo alguns vendedores trabalham de domingo a domingo para receber algo a mais.

    Conselhos para presidência: Criar um plano de carreira, o que é inexistente e ouvir os colaboradores abaixo de cargo de chefia e pagar salário mais comissão.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 1 ano

    Jovem aprendiz, cuidado

    Jovem AprendizEx-funcionário, saiu em 2014

    São Paulo, SP


    Prós: A única coisa legal é a entrevista onde vc e completamente iludido que está entrando em uma empresa boa que preza pelo bem estar do funcionario, o pagamento do salário e benefícios são feitos corretamente

    Contras: Gestores completamente despreparados para liderar uma equipe, para quem está interessado em ingressar como jovem aprendiz de loja pense mil vezes pois os gestores os usam como faz tudo, tudo o q eles e os vendedores não querem fazer em suas funções, isso varia desde passar a camisa do gerente até ir comprar comida para todos, esporadicamente vão te mandar ser estoquista também, mesmo sendo mulher, vc ficará responsável também pela faxina da loja e dos aparelhos que ficam em exposição pois alguns vendedores não querem organizar a própria sessão, e se o pessoal da noite não levar o lixo e pegar água para limpar a loja vc terá que fazer isso também, será incentivado a vender mesmo não recebendo comissões e terá que ir comprar coisas de todos os tipos quando o gerente mandar, mesmo que seja difícil ou impossível de carregar, você também não poderá passar mal pois eles não acreditam. Aconselho a quem passar por isso que converse muito com os professores do curso do Senac e saibam se impor para determinados tipos de situação, aguentei tudo citado acima por 3 meses e não recomendo a ninguém. Aos que estão em processo ou pensando em entrar tomem muito cuidado pois na entrevista e tudo lindo, Mas o pesadelo começa quando vc vai assinar o contrato, marcaram comigo as 14h para levar os documentos e assinar o contrato e levei um chá de banco, sai de lá depois das 18h pois tive que esperar o pessoal do Rh almoçar e após isso aguardar pela boa vontade dos mesmos, me arrependo de ter perdido tanto tempo e não ter desistido no mesmo dia, fica aí minha experiência e um alerta para quem está interessado em ingressar. (Foi a pior experiência profissional da minha vida)

    Conselhos para presidência: E necessário capacitar os gerentes de loja, não apenas para gerar números e sim para liderar uma equipe pois um funcionário motivado gera muito mais lucro para empresa, um dos meus gerentes por exemplo, não sabia nem o CNPJ da loja ou da empresa para abrir um chamado para operadora de telefone, não tinha o mínimo de conhecimento para agir naquela situação. Prezar pelo bem estar do funcionário não apenas na teoria, colocar em prática e supervisionar as lojas pra ver se realmente ocorre. Preparar e capacitar os supervisores e gerentes de loja para que tratem os funcionários como seres humanos. Supervisionar os vendedores para que não tratem bem apenas os clientes que eles acham que vão comprar alguma coisa, afinal a loja tem demonstração e os clientes tem direito de olhar e decidir se quer ou não o produto.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 1 ano

    Fuja

    VendedoraEx-funcionário, saiu em 2018

    Curitiba, PR


    Prós: Nao consigo encontrar nenhummm ponto positivo de trabalhar nessa empresa.

    Contras: Salario baixo. Menor do shppping. Comissão ridiculamente baixa. Gestores horriveis. Muita pressao psicológica. Ninguem precisa passar por isso.

    Conselhos para presidência: Mude todos os gestores.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 1 ano

    Empresa mais ou menos

    VendedorEx-funcionário, saiu em 2018

    São Luís, MA


    Prós: Não atrasa pagamento dos funcionários, benefícios pagos na data correta, experiência profissional satisfatória, amadurecimento profissional excelente

    Contras: Mal estruturada, vendedores executam o serviço por vários funcionários ao mesmo tempo, empresa não possui sistema profissional que realize a limpeza e manutenção das instalações das lojas, loja não possui estoquista para controle das mercadorias

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 1 ano

    Aprendizado é o que levamos.

    AnalistaEx-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: Ambiente super descontraído, ótimo aprendizado e oportunidade de crescimento rápido, preza muito a inovação de projetos e novos desafios, instigante para quem quer alavancar rapidamente a carreira.

    Contras: Falho em pacote de benefícios, salários e atuação com gerentes, propõe poucas mudanças no quadro de gerentes e coordenadores, não há plano de carreira e temos de ser ativos com gerentes afim de conseguir melhorias ao final de cada projetos.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 1 ano

    Empresa regular

    Atendente de Call CenterEx-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: Pontual no pagamento. Eventos super legais durante o ano. Pessoal do treinamento qualificado, sabem o que estão falando e explicam as coisas muito bem.

    Contras: Gestores que visa apenas no resultado através de cobrança sem saber o que acontece com o funcionário. Não há feedback. Além disso a empresa gosta de dar ênfase em questão aos benefícios. Porém todos os benefícios são pagos pelos funcionários.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 1 ano

    Muito ruim!

    AdministrativoEx-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: Difícil... As pessoas são legais e só. No demais, é um lugar apenas para iniciar a carreira para recém formados e aprender. O salário está na média do mercado.

    Contras: Não há benefícios. O único, que é o restaurante na empresa, é péssimo. Comida muito ruim. Plano de saúde e odontológico você paga integral. A empresa regula café (sim!) e se quiser terá aue pagar. Manda e-mails dizendo que você deve refazer sua rota de ida e volta para casa porque está sendo muito caro pra empresa, mesmo que leve 2 horas a mais. Apenas quem tem os amigos certos crescem na empresa. Existem diversos assistentes que estão há quatro anos na mesma posição. Não importa sua formação técnica, pós-graduação etc. Tanto é que existem gestores que nem formação superior tem. É incrível a quantidade de colaboradores fracos tecnicamente. Você sente que regride na carreia. Tudo isso porque a empresa visa contratar os mais baratos em detrimento aos melhores. O puxa-saquismo reina. É incrível também a quantidade de "jeitinho brasileiro" que a empresa dá. No mau sentido. Considere bem antes de aceitar. É um conselho.

    Conselhos para presidência: Descentralize o poder (Apenas 3 ou 4 decidem tudo), demita diversos gestores, qualifiquem seu corpo técnico. Valorizem seus funcionários. Eles não irão ler, ou se lerem não irão considerar. Este campo fica mais como conselho para quem está procurando informações sobre a empresa.

    Recomenda a empresa: Não


Informações da empresa

Polishop

Descrição:Polishop é uma empresa brasileira de venda de mercadorias, que iniciou suas atividades em 1999. É muito conhecida pelos seus comerciais e infomerciais divulgados na televisão, mas na verdade dispõe de uma ampla rede de divulgação e comercialização dos seus produtos: lojas fisicas, catálogo, televendas, internet, televisão e representação comercial independente através de marketing multinível.

Site