Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Pernod Ricard?

89 postagens (22 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.09
  • Remuneração e benefícios
    3.32
  • Oportunidade de carreira
    2.05
  • Cultura da empresa
    3.82
  • Qualidade de vida
    3.95

Recomendam a empresa a um amigo


  • Há 22 dias

    Muito aquém da expectativa.

    Supervisor

    São Paulo, SP


    Prós: O salário é bom, tem um atraente pacote de benefícios, tem boa localização, oferece férias coletivas, oferece café da manhã, o escritório é novo.

    Contras: As férias coletivas são deduzidas das férias, as informações dadas pelos entrevistadores no processo seletivo acerca do nome do cargo, benefício de home office e descrição do cargo não condizem com a realidade, a gerência é despreparada, ruim, e não dá um norte aos funcionários, a empresa é guiada por uma liderança informal, as pessoas, inclusive do RH não dão importância a solicitações de conversas de feedback e/ou solicitação de ajuda. Há incentivo à diversidade, mas entre as pessoas não acontece isso, e os comentários são ofensivos. Pressão desordenada, não se sabe para que lado está indo, informações desencontradas.

    Conselhos para presidência: Precisa ter alinhamento entre discurso e ação, cuidar de verdade da qualidade de vida, alinhar escritório moderno com ergonomia.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 5 meses

    Fujam

    Ex-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: Café da manhã na empresa com, plano de saúde bom, localização perto da CPTM e shoppings... Só tenho isso a declarar como pontos positivos....

    Contras: Empresa totalmente desorganizada - pregam que cada dia deve-se sentar num lugar, mas a verdade é que as equipes devem procurar permanecer juntas, o que causa um gasto de tempo e desconforto (pq o lugar não acomoda tanta gente com conforto). Como já disseram aqui, cresce quem puxa saco, não quem é bom - as equipes são enxutas, e se não forem com a sua cara rapidamente (cultura de fail early, alta rotatividade), vc está fora. Os happy hours que deveriam ser um benefício acabam se tornando mais uma ferramenta para fazer o "social" para permanecer lá dentro. Relacionamentos afetivos entre os funcionários são amplamente permitidos (e encorajados) e isso acaba prejudicando as áreas por conflito de interesses. As ações sociais da empresa (obrigatórias para os funcionários) feitas anualmente, ao invés de agregarem valor aos funcionários, testam sua lealdade à empresa - (separar lixo orgânico e hospitalar e limpar banheiros por exemplo). O benefício do short friday depois da contratação você vê que não existe - na verdade é só uma compensação de horas que vc pode fazer SE o seu gestor permitir (se vc tiver sorte), e depende muito da área. A mesma coisa para o home office. O VR é baixo para a região (28 reais). Muitas horas extras pela desorganização da empresa. Gestores mal preparados. Salários abaixo do mercado ancorados na "maior qualidade da vida" que dependendo da área é inexistente.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 1 ano

    Muito oba-oba, pouco profissionalismo.

    Coordenador AdministrativoEx-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: Planos de saúde e odontológico. .

    Contras: Empresa de estrutura enxuta com baixa possibilidade de crescimento. Mentalidade de empresa familiar na alta gerência e sem meritocracia. .

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 2 anos

    Pior gestão que já tive, falta de respeito com o funcionário.

    Analista FinanceiroEx-funcionário, saiu em 2015

    São Paulo, SP


    Prós: Salarios e beneficios dentro da média, ambiente razoável. Nenhum ponto positivo relevante.

    Contras: Empresa com o pior RH que eu já vi na minha vida, ao invés de dar suporte aos funcionários, simplesmente foge deles. Tem uma avaliação de desempenho totalmente falha, que ao meu ver não tem serventia alguma, pois na hora da tomada de decisão a mesma não é levada em consideração, acho que só é feita para cumprir tabela, por que no fundo ela não serve para nada. Falta líderes inspiradores, aqueles que você quer se espelhar pra se tornar alguém igual, muitos líderes não estão nem aí para seus funcionários e suas demandas. De maneira geral acredito que a empresa deveria olhar para os funcionários como humanos e não como números, pregam muito por ideais que não seguem na pratica e são totalmente controversos quanto à qualidade de vida e retenção de talentos.

    Conselhos para presidência: Melhorem seu RH ele precisa de mtas mudanças. Vivam a política que vocês pregam se não se torna muito difícil de entender a controvérsia, e restruturem a empresa começando de cima para baixo, há funcionários com mais de 20 anos de empresa que não evoluiram com a mesma.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 2 anos

    Classifico como mediana a minha trajetória.

    Ex-funcionário, saiu em 2015


    Prós: Visibilidade no mercado de trabalho, conhecimento adquirido.

    Contras: Pessoas incompetentes gerindo pessoas.

    Conselhos para presidência: existem pessoas que se beneficiam em cima do desempenho dos seus subordinados.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há quase 3 anos

    inconsistente

    Consultor Sênior

    Campinas, SP


    Prós: Portfólio, história no exterior

    Contras: Falta de um plano de negócios consistente. Empresa define os passos de acordo com a conveniência da pessoa para cumprir objetivos momentâneos. A gestão no Brasil mostra que mesmo com uma vodka líder não consegue se posicionar no mercado

    Conselhos para presidência: Mudar a filosofia no canal On Trade junto com vários profissionais do canal. Colocar alguns gestores no campo para verificar a realidade do mercado. Capacitar melhor a equipe comercial. Profissionais poucos analíticos sem recursos no pacote office.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 1 mês

    Discurso de recrutamento diverge da realidade

    Ex-funcionário, saiu em 2017


    Prós: Marcas com potencial de crescimento, horários flexíveis e escritório dinâmico (porém a cultura organizacional não acompanha em muitos pontos esse dinamismo).

    Contras: Organograma confuso, pessoas se desmotivam rapidamente pela falta de oportunidades de carreira e por verem o discurso sendo, na prática, diferente da realidade, resistente a mudanças devido ao posicionamento e baixo treinamento da liderança (cargos gerenciais e supervisão).

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 4 meses

    Qualidade de vinda mas péssimo benefícios.

    Coordenador

    São Paulo, SP


    Prós: Uma empresa que preza a cultura e missão. O ponto positivo é que voce faz home office e tem qualidade de vida , horário flexível, e no possui tanta pressão

    Contras: Uma empresa que não tem plano de carreira, oportunidades para crescimento. Os beneficios são extremamente baixos e só tende a piorar poucas promoções

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 5 meses

    Boa empresa

    Coordenador de Eventos

    Brasília, DF


    Prós: Legal poder ir para eventos gratuitamente, horário flexível, oportunidade de conhecer pessoas e fazer network, possibilidade de conhecer novos locais no Brasil e aprender sobre bebidas no geral, boas condições de trabalho.

    Contras: Poucas oportunidades de crescimento na carreira devido ser uma empresa enxuta com poucos funcionários no Brasil, pouco possibilidade de movimentação.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 5 meses

    Produtos sensacionais, já a empresa deixa a desejar

    AnalistaEx-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: Escritório novo e moderno, grande flexibilidade no horário de trabalho, bons benefícios (previdência, allowance de bebidas, compras com desconto na lojinha)

    Contras: Workload extremamente alto e uma grande desorganização nos processos, sistemas financeiros antigos e ineficientes, o que gera uma grande rotatividade em todas as áreas da empresa.

    Recomenda a empresa: Não


Informações da empresa

Pernod Ricard

Descrição:A Pernod Ricard é um conglomerado francês do segmento de bebidas alcoólicas, sendo uma das maiores do ramo, apenas atrás da InBev e da Diageo em vendas ao redor do mundo, principalmente após adquirir a Allied Domecq em 2005. Atualmente, a Pernod Ricard é detentora de diversas marcas conhecidas, como Chivas Regal, Ron Montilla, Jacob's Creek, Absolut Vodka, Jameson, Mumm, Ballantine's, entre outros.

Site

RH: quer atrair bons talentos?