Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Patri Políticas Públicas?

5 postagens (3 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

4.33
  • Remuneração e benefícios
    5.00
  • Oportunidade de carreira
    3.33
  • Cultura da empresa
    2.67
  • Qualidade de vida
    2.33

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 10 meses

    Aprendizado e crescimento

    Coordenador

    Brasília, DF


    Prós: Uma escola. Te permite aprender sobre política, mundo corporativo, e te dá todas as ferramentas de infraestrutura para fazer um bom trabalho. O ambiente é dinâmico e cobra muito do funcionário. Se adequando, há muita oportunidade de crescimento.

    Contras: A transparência das decisões de mais alto nível são um tanto intermitentes. Isso pode ser bom, mas também gera situação de alguma incerteza sobre o que vai de fato ser feito, ou o que está sendo só anunciado.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 3 meses

    Uma escola

    Analista LegislativoEx-funcionário, saiu em 2014

    Brasília, DF


    Prós: A Patri foi uma escola para mim. Tive alguns chefes bons e pacientes que me ensinaram a trabalhar. A remuneração é a mais alta das empresas do ramo de Relações Governamentais. O plano de saúde é excelente e o vale-alimentação também.

    Contras: A cobrança é muito alta e agressiva. Não é difícil de se ouvir "onde você estava que não fez isso ainda?". A distribuição das tarefas é por setor: meio ambiente, economia, educação, saúde, etc. Dessa forma, algumas pessoas ficavam com muito mais trabalho que outras e eram cobradas da mesma forma.

    Conselhos para presidência: Valorizar mais a base operacional pode trazer resultados ainda melhores.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 12 meses

    Empresa escola e trampolim

    Analista

    Brasília, DF


    Prós: A empresa tem bom trâmite dentro do meio político, sendo reconhecida e respeitada. Além disso, conta com ampla cartela de clientes, dos mais diversos setores. Alguns são os maiores do ramo, nacionais e internacionais. Com isso, a massa de trabalho é intensa e o aprendizado também. Empresa jovem, com bons profissionais.

    Contras: Falta RH. Todos lidam com muita pressão, numa extensa jornada de trabalho. Não há, na empresa, preocupação com a saúde do trabalhador enquanto este exerce as funções chaves da mesma. Talvez por isso, a rotatividade seja alta. Além disso, há pouca comunicação entre os eixos, setores e demais áreas.

    Conselhos para presidência: É um bom exemplo de empresa que comprova a essencialidade de um RH.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há quase 2 anos

    Ótimo clima, mas não indicaria para quem pretender pensar na carreira no longo prazo

    AnalistaEx-funcionário, saiu em 2014

    Brasília, DF


    Prós: Estrutura física nova, possibilidade de aprendizado e contato com diferentes atores políticos e econômicos.

    Contras: Pacote de Benefícios, falta de clareza e transparência nos critérios de mérito, sócios sem autonomia, falta de clareza na informação passada por sócios e coordenadores nos pontos que interessam no dia-a-dia do trabalho.

    Conselhos para presidência: Observar melhor a atitude e a rede de relacionamento no dia-a-dia de coordenadores e sócios para que seja evitado privilégios para determinados membros das equipes.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 1 ano

    Uma escola que custará seu bem estar.

    AnalistaEx-funcionário, saiu em 2014

    Brasília, DF


    Prós: Muita aprendizagem sobre o cenário político brasileiro, sobre como trabalhar de maneira eficiente sob pressão e ótimo acesso nas instâncias de poder. Sem dúvida a Patri é uma escola e é bastante consituada pelo menos no meu meio de Ciência Política.

    Contras: Ambiente estressante, extremamente carregado e com alta hierarquia. Não há possibilidades reais de crescimento a curto ou médio prazo, a não ser que alguém se demita. Clima organizacional é o pior que já vi em todos os meus trabalhos que já exerci. Não há RH, não há ninguém para escutar o profissional que esteja insatisfeito. A política lá é: "Ta insatisfeito, então vaza...Tem um bando de gente querendo estar no teu lugar". Este tipo de frase é proferida para "engajar" funcionários nas reuniões de equipe. Rotatividade altíssima.

    Conselhos para presidência: Monte um RH, crie uma cultura saudável e valorize seus funcionários.

    Recomenda a empresa: Não


Informações da empresa

Patri Políticas Públicas
RH: quer atrair bons talentos?