Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Parmeggio?

2 postagens (1 avaliação nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

1.00
  • Remuneração e benefícios
    1.00
  • Oportunidade de carreira
    1.00
  • Cultura da empresa
    1.00
  • Qualidade de vida
    1.00

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 9 meses

    Franquia ruim

    AtendenteEx-funcionário, saiu em 2015

    Bauru, SP


    Prós: A única coisa boa foi proporcionada foi amizade de alguns dos antigos funcionarios, que alias alguns foram demitidos por fofoca dos funcionários puxa saco

    Contras: Os donos sempre se deixaram manipular por palpites de outros funcionários, não procurando saber a versão dos fatos. Confundindo amizade com negócio.Salários pagos erradamente. Muita troca de funcionários em pouco espaço de tempo. Funcionários antigos sem prioridade de escolher o turno de trabalho.Muita gente puxa saco.

    Conselhos para presidência: Terem decisões proprias e não somente baseaso nos comentários alheios

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 1 ano

    Fast-food Comum com Coordenadores de Franquia Despreparados

    Assistente AdministrativoEx-funcionário, saiu em 2016

    Porto Alegre, RS


    Prós: A proposta poderia ser diferente (embora não muito inovadora, afinal temos redes semelhantes - Bocattino, Petiskeira e outros fast-foods. É uma rede de SP.

    Contras: As coordenadoras enviadas pela franquia para ministrar o treinamento em novas unidades eram tudo menos profissionais: se vestiam de modo totalmente informal, sem uniforme ou sequer camisa social; ficavam o tempo inteiro paradas explorando os novos funcionários em funções que não eram as deles - como montar a cozinha, higienizar e desinfetar os equipamentos de culinária e TODA a sala de cozinha, agindo de modo totalmente irresponsável e inclusive fisicamente perigoso para os funcionários. As três coordenadoras enviadas por SP faziam qualquer coisa exceto ministrar um treinamento. Duas delas ficavam paradas olhando para todos com cara de atendentes de fast-food, e a principal, denominada Morgana, se não me engano, gostava de dar ordens para todo mundo, enquanto ela e as outras não faziam absolutamente NADA. Falei para a principal, que claramente tinha mania de grandeza, embora não se comportasse em tal nível, que não havia sido contratada para esta função (fui contratada para ser Assistente Administrativa), além de pontos acima citados. Ela ainda chegou ao ponto de declarar que "se ela e as gurias não quisessem, não pegavam em uma única vassoura." Não sei que rede de alimentação é esta, que envia coordenadores de franquia desqualificados e com mania de superioridade que usam os funcionários (Auxiliares de Cozinha, de Balcão e Administrativos) para montar a cozinha - responsabilidade da própria franquia. Achei o comportamento delas extremamente anti-ético, não apenas comigo, mas também para com os demais, exigindo que fizessem coisas que não eram concernentes à sua função, e inclusive convocando o pessoal, a título de "treinamento", para montar e desinfetar a cozinha. Me neguei a limpar a geladeira (nunca foi uma das funções para a qual fui contratada) conforme o grande cacique quis, e então ela reagiu de modo extremamente infantil, falando que "ou eu saía, ou ela". Então resolveram me demitir (antes mesmo de começar efetivamente o MEU trabalho) porque uma pessoa claramente desequilibrada e não-preparada tem mania de superioridade. Na minha opinião as funcionárias (intituladas coordenadoras) são apenas três frustradas com perfil de atendente de McDonald's que, de algum modo, foram nomeadas coordenadoras e responsabilizadas pelo treinamento. Bom saber, porque nunca pretendo comer nesta rede, nem sequer recomendaria a mesma para alguém. Se a a empresa não pode nem sequer selecionar pessoal qualificado para representar a franquia, imagine a qualidade da preparação dos alimentos e dos próprios insumos. Estava imaginando um treinamento dinâmico, com pessoal qualificado, vestido de modo profissional e altamente motivado, mas acho que qualquer um de meus colegas ou eu mesma tínhamos mais motivação que aquelas múmias. Uma delas inclusive estava quase dormindo em pé, afinal não falava nem fazia nada, e no único momento em que fez (tirou umas três etiquetas), jogou os equipamentos de cozinha na pia de um modo (para serem lavados por nós, claro) que, se fosse eu, me falariam que eu estava quebrando o material novo. Ridículo e sujo, tenho nojo até do nome dessa empresa. Só perdi meu tempo e dinheiro.

    Conselhos para presidência: Meu conselho é que vigie quem são seus contratados, porque cargos superiores não podem ser delegados a gente sem respeito pelos outros, qualificação ou comportamento adequado para tal, sob pena da empresa mesmo ser rebaixada conforme o nível de serviço prestado por funcionários que deveriam representar bem a rede. Não tenho respeito nenhum por essa empresa, que para mim começou as operações sob forma de piada.

    Recomenda a empresa: Não