Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Outback Steakhouse?

355 postagens (66 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.61
  • Remuneração e benefícios
    3.42
  • Oportunidade de carreira
    3.50
  • Cultura da empresa
    4.06
  • Qualidade de vida
    2.61

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há aproximadamente 3 anos

    Gratificante

    Atendente

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Os funcionários,na maioria, são jovens que tem o mesmo o objetivo: Fazer dinheiro! Como o trabalho é árduo,e quando entramos no plantão,a correria é certo do primeiro minuto até o último, sempre tentamos fazer o melhor plantão possível. Cantamos músicas quando estamos na cozinha, sempre tentamos manter o melhor e mais agradável o nosso ambiente de trabalho. Nós trabalhamos com escala,então, fica mais fácil a gente organizar os horários. Muitos dos funcionários estudam, e nunca vi uma situação de alguma pessoa não conseguir comparecer a aula porque o gerente do plantão não deixou,então,vejo isso como um ponto positivo também, porque não é toda empresa que tem essa flexibilidade.

    Contras: A hierarquia da empresa é bem dividida. Tem muitos gerentes que se revesam pelos plantões, uns com mais espírito Outback,outros com menos e alguns com nenhum! Já vi muita gente humilhar funcionário e se vangloriar com isso. Trabalhamos com clientes famintos,que muitas das vezes esperam horas para sentar na mesa, e o que ele mais quer é ser bem atendido. Acho difícil um funcionário manter a aparência receptiva quando minutos atrás foi "esculachado" por um gerente.Acontece muito também, um gerente falar algo,depois que troca de plantão,o outro gerente fala outra coisa ao contrário que o primeiro falou. Assim fica difícil de manter a harmonia, nesse ramo, a primeira coisa que deve haver é uma boa comunicação.

    Conselhos para presidência: Acho incrível essa forma de trabalhar, o que chamamos de "NO RULES". uma base de atendimento e de lidar com os funcionários,mas cada um arruma a melhor maneira possível pra isso. Porém,alguns extrapolam e acabam não sabendo lidar com a situação, e torna o trabalho mais difícil. Acho que,pelo menos a gerencia, deve ter sim uma forma única de falar com os clientes e lidar com os funcionários,para não haver um preferido. Aposto que isso ia melhorar e muito a relação,principalmente entre os funcionários.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 3 anos

    Decepção e desmotivação é o lema de 98% dos Outbackers.

    Waiter

    São Caetano do Sul, SP


    Prós: Dependendo do seu desempenho (e da sua relação com os gerentes *contras*) você consegue realmente ganhar muito bem.

    Contras: É um lugar carente de líderes capacitados onde para se ganhar destaque ou reconhecimento deve-se apelar para "puxação-de-saco". A falta de capacitação emocional dos superiores para assumirem tais cargos resultam na desmotivação do funcionário, uma vez que receber um elegio/incentivo é raro e receber uma crítica pesada, um castigo ou um rebaixamento é facílimo. Fora isso, muitas vezes a falta de recursos para trabalhar dentro do restaurante deixa o plantão cansativo e estressante a um nível desumano, o que acaba refletindo nos clientes, tanto pelo humor do atendente quanto pela demora muitas vezes ocasionada por essas faltas de recursos, tais como:
    *Falta de funcionário na loja - Na cozinha que muitas vezes não tem o número adequado de funcionários para atender à demanda de pratos e sobremesas; Muitas vezes também não tem o número adequado de pessoas para lavar as louças; Muitas vezes também não tem o número adequado de funcionários que limpam as mesas do salão e que reabastecem itens importantes como louças, talheres, chopp, copos, xarope dos refrigerantes, etc.; Muitas vezes não tem o número certo de atendentes o que acaba sobrecarregando o atendente presente.
    *Falta de ferramentas de trabalho - Poucas tábuas, talheres, pires, copos, molheiras;
    Além disso os atendentes são submetidos à serviços que atrasam o atendimento ao cliente como por exemplo, refazer chá, repor manteiga, repor pilhas de copo, repor açúcar/monin, repor gelo e dependendo da falta de funcionários do setor adequado, às vezes até repor louça e talheres.

    Além disto a comida fornecida para o funcionário é péssima, não é possível levar marmita, pois não tem geladeira para funcionários, os banheiros são pequenos e nojentos e na maior parte do dia falta papel, não tem número suficiente de armários para todos os funcionários, o chão da cozinha como o do salão são absurdamente escorregadios e uma minoria de funcionários ganham botas de proteção, a sala de break não oferece espaço suficiente para todos se sentarem e descansarem ou até mesmo comerem, muitas vezes obrigando os funcionários a sentar nas escadas com os pratos na mão, a distribuição de uniforme é restrita, não há nenhum preparo para trabalhar com bandejas (forma adequada de utilizá-las sem causar danos à coluna).

    Sem contar que não há funcionários responsáveis pela faxina do restaurante, são os atendentes das mesas que tem que limpar as mesas, bancos e embaixo dos bancos que atenderam, varrer a área, enrolar talheres e colocá-los nas mesas, repor bolachas e cardápios. E em um critério de escala, todo dia, 4 atendentes limpam cada um, um setor da cozinha. Assim como os funcionários da cozinha limpam toda a área que utilizam.

    A única vantagem que é oferecida para o Outbacker é um desconto de 50% nos dias que você quiser comer lá, no entanto, o que não é explicado é que:
    1) Você não pode pedir comida pra viagem.
    2) Você pode ficar no máximo 1 hora na mesa.
    3) Você não pode nem sonhar em entrar no restaurante se tiver fila de espera.
    4) Você não pode desfrutar desse benefício de sexta, sábado e domingo.
    5) Você não pode reclamar de absolutamente nada na mesa, nem se seu prato vier errado ou frio, mesmo que sua carne venha crua.
    6) Você não pode tomar mais de dois chopps.
    7) Você não pode gastar muito.
    8) Você não pode ficar no balcão do bar pois lá é mais fácil de você roubar algo.
    9) Você não pode comprar nada no restaurante que você trabalha caso não esteja de folga, com desconto ou sem desconto.

    Conselhos para presidência: A peça fundamental para o restaurante é o cliente. Pensem que entre vocês (quando eu digo vocês me refiro à todos os superiores, desde à presidência até os gerentes de salão) e os clientes, estamos nós, os funcionários. A ÚNICA forma de vocês atingirem seus clientes, é através de nós. Vocês deveriam se preocupar mais com o bem estar dos seus funcionários do que com o dos clientes em si, porque um atendente feliz faz um cliente muito mais feliz. Acreditem na profundidade do que digo.
    O cliente pode ser apaixonado pela comida do Outback, mas se não for bem atendido, corre para a concorrência.

    Eu sou o representante do seu cliente dentro do restaurante. Eu posso observar a insatisfação dele com algo e não me pronunciar, como posso mostrar toda a hospitalidade que o Outback almeja e me desdobrar para fazer aquele cliente sair mais do que satisfeito de lá. Mas um atendente desmotivado, não consegue motivar um cliente insatisfeito.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 3 anos

    Todos sempre caem do cavalo quando resolvem trabalhar no Outback.

    Waiter

    Ribeirão Preto, SP


    Prós: Comida de qualidade (para os clientes), horários flexíveis, boa gorjeta, é divertido, enquanto estamos entre funcionários.

    Contras: Cobrança frenética dos famosos "padrões Outback", apesar de muitas vezes faltar material suficiente para podermos trabalhar nos padrões, porém, ainda assim, somos cobrados; falta de horários de descanso, "break", aos finais de semanas chegamos às 11:30, saímos às 19:00 ou 20:00 e ficamos por todo o período sem comer, muitas vezes, se pedimos para sair, o gerente arma um barraco (não generalizando todos os gerentes, é claro); somos praticamente obrigados a aceitar humilhações da parte dos clientes calados, afinal, mesmo um cliente que não trás lucro nenhum para a loja, é mais importante do que nós.
    Fazermos os horários de descanso trabalhando não é nada agradável.
    Muitas vezes nossa comida acaba, e nem sempre fazem mais. Faltam funcionários para que o plantão realmente possa fluir bem, muitas vez sem bussers suficientes, de repente o restaurante "bomba" e nem mesmo talheres enrolados e prontos nós temos. Geladeiras na área do bar que vivem quebradas e assim ficam por semanas. O salário é realmente muito baixo, financeiramente lá só compensa pelas gorjetas, que ainda assim é "dividida", pois se outras áreas recebessem somente as horas que a empresa paga eles não teriam funcionários.
    A empresa "baba ovo" excessivamente para o cliente, assim deixando eles extremamente mimados e muito mal acostumados.

    Conselhos para presidência: Deem um salários digno para os funcionários que vocês dizem prezar tanto quanto os clientes, economia exagerada de horas não é algo legal para nós, ficamos muito sobrecarregados, pois uma pessoa só para fazer pré fechamento e fechamento no bar, assim como de buss é desumano.
    O acúmulo de funções que temos na maioria das áreas também torna um trabalho que poderia ser muito bom realmente muito exaustivo.
    Quando entramos na empresa vocês fazem parecer que é o melhor lugar do mundo para se estar, porém esse mundo desaba muito rápido, logo vemos que absolutamente tudo lá é mascarado.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 3 anos

    Briga entre a melhor e pior experiência da minha vida.

    GerenteEx-funcionário, saiu em 2013

    São Paulo, SP


    Prós: O outback oferece um sistema de trabalho bem inovador e motivador, inicialmente. Você faz muita grana se trabalha bastante. Até ai acho justo, depende de você quanto quer ganhar no mês. Por ser um "produto" que se vende sozinho não é preciso muita qualificação em vendas, mais em entender o esquema. Pessoas agradáveis estarão todos os dias lá, seus melhores amigos desse período vão nascer lá. Sua vida vai ser isso e vai ser muito bom. Muita grana e uma rotina diferente todos os dias.

    Contras: O sistema de trabalho antes inovador vai te deixar maluco. Toda a pressão de ter que atender milhares de clientes para conseguir seu salário vai te deixar estressadíssimo. O produto se vende sozinho, mas você vai ter que repetir diariamente tudo sobre o cardápio, extras, que o refil não pode ser dividido. Lidar com clientes mau educados, que querem tirar alguma vantagem. Sua vida vai ser isso, mas vai ser SÓ ISSO. Acabaram churrascos com amigos, festas a noite de final de semana, almoço com a família, viagem de natal de ano novo, feriado. Basicamente descansar é o que menos vai acontecer na sua vida enquanto trabalha no Outback. Com relação a gerência, eu fiz parte da equipe gerencial por um grande tempo e concordo, muitos despreparados, muitos antigos, muito cacique pra pouco índio. Quando você é "promovido" você passa a ganhar menos e trabalhar mais.

    Conselhos para presidência: Mais benefícios para o funcionário
    Melhores condicões de trabalho
    Treinamento constante
    Um novo princípio: Bom senso

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 3 anos

    Extremamente decepcionado

    Waiter

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Benefícios como plano de saúde e dental.

    Contras: Salario péssimos. Imposição por parte da gerencia com relação a horas trabalhadas. É necessário que você viva para a empresa pois não existe condição nenhuma de estudar e trabalhar em uma empresa que não atende as necessidades de um Universitário.

    Conselhos para presidência: Funcionários Claramente bajulados pro amizades fora do ambiente de trabalho acabam sendo manipulados por essas mesmas amizades dentro do local de trabalho. Gerencia sem controle emocional algum que acabam sobrecarregando com energias negativas outros funcionários que perdem o controle e pedem demissão no meio do seu expediente que também não tem um horário definido

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 3 anos

    Já foi muito bom trabalhar no outback! Pena que mudou tanto...

    WaiterEx-funcionário, saiu em 2014

    São Paulo, SP


    Prós: Lugar divertido, pessoas jovens! Sair com dinheiro todos os dias!
    A cultura da empresa é ótima, mas os princípios e crenças morreram

    Contras: Uma empresa com esse porte deveria ter melhores benefícios!
    Pra crescer tem que saber puxar o saco da pessoa certa e se dedicar 100% a loja, ou seja, trabalhar de graça, não pedir nada, ficar disposição o tempo todo!
    O salário é péssimo, ganhar 3 e pouco a hora é muito pouco, ferias e decimo terceiro é ridículo! O que compensa é a caixinha que ganhamos dos clientes!
    Gerentes mal treinados, muitos não sabem cobrar, só a base de ameaças!
    Escalas que muitas vezes saem sábado, domingo a noite para a próxima semana! Falta de respeito total!
    Folga 1 domingo por mês????? Não existe, é raro!
    E pelo tempo de casa que trabalhei, conheci pessoas de outras lojas, e todas com as mesmas reclamações!
    Já indiquei muito a empresa, hoje, não mais!

    Conselhos para presidência: Toda empresa quer lucro, lógico, mas vamos pensar mais nos funcionários, pois o lucro que vocês ganham vem principalmente pelo trabalho deles!
    Cade os princípios e crenças? Parece que não existe mais!

    Recomenda a empresa: Não

  • Há quase 3 anos

    Trabalho escravo, praticamente não existe salário, tudo depende das mesas que pagam 10% de gorjeta.

    WaiterEx-funcionário, saiu em 2012

    Campinas, SP


    Prós: Todos os waiters (garçons) estão dispostos a te ajudar, principalmente se você é novo na empresa. Trabalho em equipe.

    Contras: - Salário baixo, pagam o mínimo por lei por hora, todo o seu salário depende dos 10% que as mesas pagam ou não.
    - Você faz hora extra todos os dias, mas eles não pagam a hora extra.
    - Quando vão te contratar, dizem que ganhos dos 10% podem chegar a tirar até 3 mil reais por mês, mas o tempo que trabalhei lá, não conseguia tirar muito mais do que mil reais de gorjeta.
    - 3% dos 10% de gorjeta fica com a cozinha, se a mesa que você atendeu optar por não pagar os 10%, você tem que tirar os 3% do seu bolso.
    - Você tem que tirar o troco do próprio bolso, não existe um caixa, o caixa é você.
    - Qualquer coisa que fizer errado, no fechamento do dia, esse valor vai sair do seu bolso.
    - Extremamente cansativo de se trabalhar, você perde a sua vida pois não há finais de semana, e aos finais de semana seu horário é dobrado, entra de manhã e só sai de madrugada.
    - Não te deixam parar 5 minutos nem para comer ou ir ao banheiro.
    - Não existe plano de carreira, para você subir de cargo tem que penar muitos anos e mesmo assim subir de cargo lá não significa muita coisa, pois o cargo acima de waiter é ki(?) onde você trabalha como sub-gerente por alguns dias da semana e nos outros dias você continua sendo garçom. Gerente então nem em sonho, todos os gerentes lá trabalharam de garçom mais de 10 anos, e ainda sim tem a mesma vida desgraçada de não ter finais de semana, entrar de manhã e só sair de madrugada e por aí vai.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 3 anos

    Ex-funcionário, saiu em 2012

    Brasília, DF


    Prós: Uma Empresa que visa qualidade e padrão no que é feito e vendido para os clientes, excelente atendimento, comida sempre bem preparada e com boas matérias primas.

    Contras: Paga mal, não existe oportunidade de crescimento, mas muitas promessas são feitas, gerentes despreparados para as funções, falta de investimento ou de oportunidade para os mais preparados, o lado pessoal é mais levado em conta nas decisões do que o profissional. Aprendi muito como profissional mas a empresa deixa muito a desejar em relação a tratamento e a oportunidade.

    Conselhos para presidência: Escolha melhor os proprietários e melhor ainda os seus gerentes, anos de casa nao quer dizer que a pessoa esta pronta ou preparada.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 3 anos

    Bom lugar para dar suporte para seu futuro, pegue o dinheiro, invista numa carreira, e voe!

    Waiter

    Salvador, BA


    Prós: Apesar da empresa pagar muito mal os funcionários, dá pra tirar um bom salário baseado nas gorjetas. A empresa também dá plano de saúde, o que eu considero fundamental a qualquer funcionário, também é um ótimo lugar para fazer amigos, o que torna o trabalho mais divertido.

    Contras: Não se tira nem um salário mínimo, você faz seu salário baseado em gorjetas.
    Carga horária bem extensa, o Outback está sempre aberto, não importa se é feriado, com exceção do natal.
    Não dão transporte na volta, e quem trabalha a noite em cidades que não tem ônibus 24h é obrigado a pagar taxi.

    Conselhos para presidência: Colocar uma van para levar todos os funcionários em casa com segurança seria o primeiro passo, várias vezes fomos assaltados na volta para casa e a empresa não se responsabilizou, o que está muito errado, já que a mesma é responsável pelo seu funcionário até a chegada a sua residência.
    Melhoria nos salários, que não chegam a um mínimo.
    Melhor organização em relação a administração da empresa, que é muito falha, ao meu ver.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 3 anos

    Atendimento feliz para o cliente, porém o contrário para o funcionário!

    WaiterEx-funcionário, saiu em 2014

    São Paulo, SP


    Prós: única coisa boa em trabalhar no outback é a remuneração.

    Contras: QUASE TUDO, desde ao break, gerência, falta de profissionalismo, o mais importante para eles é destruir sua vida pessoal. Infelizmente tinha tudo para ser uma ótima empresa mas quem comanda não toma providência alguma além de só pensar no $.
    Pessoas só subiam de cargo sendo arrogantes, ou se envolvendo "pessoalmente" com os gerentes.

    OBS: trabalhei em apenas uma unidade e uma das mais antigas do grupo, portanto não posso dizer se todas são assim.

    Conselhos para presidência: Comida decente para os funcionários.
    Conversar com os funcionários a respeito do que acontece na empresa, não só com os gerentes que mascaram TUDO.

    Recomenda a empresa: Não


Informações da empresa

Outback Steakhouse

Descrição:O Outback Steakhouse é uma rede de restaurantes baseada na culinária australiana, mas criada nos Estados Unidos em 1988. Possui mais de 800 unidades espalhadas por 22 países ao redor do mundo. No Brasil, está presente desde 1997, quando abriu uma unidade no Rio de Janeiro (RJ) e está presente em 11 estados com 54 restaurantes, sendo o terceiro país com mais unidades. Além disso, a unidade do Shopping Center Norte, em São Paulo, possui o maior faturamento da rede em todo o mundo.

Site

RH: quer atrair bons talentos?