Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Outback Steakhouse?

Ver todas as avaliações

  • Há quase 3 anos

    Trabalho escravo, praticamente não existe salário, tudo depende das mesas que pagam 10% de gorjeta.

    WaiterEx-funcionário, saiu em 2012

    Campinas, SP


    Prós: Todos os waiters (garçons) estão dispostos a te ajudar, principalmente se você é novo na empresa. Trabalho em equipe.

    Contras: - Salário baixo, pagam o mínimo por lei por hora, todo o seu salário depende dos 10% que as mesas pagam ou não.
    - Você faz hora extra todos os dias, mas eles não pagam a hora extra.
    - Quando vão te contratar, dizem que ganhos dos 10% podem chegar a tirar até 3 mil reais por mês, mas o tempo que trabalhei lá, não conseguia tirar muito mais do que mil reais de gorjeta.
    - 3% dos 10% de gorjeta fica com a cozinha, se a mesa que você atendeu optar por não pagar os 10%, você tem que tirar os 3% do seu bolso.
    - Você tem que tirar o troco do próprio bolso, não existe um caixa, o caixa é você.
    - Qualquer coisa que fizer errado, no fechamento do dia, esse valor vai sair do seu bolso.
    - Extremamente cansativo de se trabalhar, você perde a sua vida pois não há finais de semana, e aos finais de semana seu horário é dobrado, entra de manhã e só sai de madrugada.
    - Não te deixam parar 5 minutos nem para comer ou ir ao banheiro.
    - Não existe plano de carreira, para você subir de cargo tem que penar muitos anos e mesmo assim subir de cargo lá não significa muita coisa, pois o cargo acima de waiter é ki(?) onde você trabalha como sub-gerente por alguns dias da semana e nos outros dias você continua sendo garçom. Gerente então nem em sonho, todos os gerentes lá trabalharam de garçom mais de 10 anos, e ainda sim tem a mesma vida desgraçada de não ter finais de semana, entrar de manhã e só sair de madrugada e por aí vai.

    Recomenda a empresa: Não

Informações da empresa

Outback Steakhouse

Descrição:O Outback Steakhouse é uma rede de restaurantes baseada na culinária australiana, mas criada nos Estados Unidos em 1988. Possui mais de 800 unidades espalhadas por 22 países ao redor do mundo. No Brasil, está presente desde 1997, quando abriu uma unidade no Rio de Janeiro (RJ) e está presente em 11 estados com 54 restaurantes, sendo o terceiro país com mais unidades. Além disso, a unidade do Shopping Center Norte, em São Paulo, possui o maior faturamento da rede em todo o mundo.

Site

RH: quer atrair bons talentos?